Morre na capital o ex-secretário e ex-deputado Jofran Frejat, um político que vai fazer falta

Defensor do SUS, ex-secretário de Saúde, ex-deputado, Jofran Frejat deixou  legados para Brasília

Jofran Frejat defendia o fortalecimento do sistema do SUS

José Carlos Werneck

Faleceu nesta segunda-feira, em Brasília, vítima de câncer no pulmão o médico Jofran Frejat, ex-secretário de Saúde do Distrito Federal. Tido como uma referência em saúde pública, foi também deputado federal e era um dos políticos mais respeitados de Brasília.

Tinha 83 anos, sendo mais de 40 anos dedicado à administração pública e à política. Vários políticos no Distrito Federal lamentaram sua morte.

IBANEIS E ROLLEMBERG – Disse o governador Ibaneis Rocha: “Sua dedicação fez do Distrito Federal uma referência no tratamento da saúde pública. Foi deputado federal atuante, constituinte, enfim, um homem que dedicou sua vida ao serviço público. “Nos aproximamos muito na época da última eleição para governador, quando cheguei a abrir mão da minha candidatura para apoiá-lo, até que ele desistiu da disputa”.

Igualmente,o ex-governador Rodrigo Rollemberg declarou: “Acabei de receber, com muita tristeza, a informação do falecimento de Jofran Frejat. Embora adversários na eleição de 2014, sempre mantive com ele uma relação de respeito e diálogo. Frejat exerceu a política com dignidade e tinha minha admiração. Que Deus conforte sua família”.

A deputada federal Flávia Arruda do PL-DF, que foi candidata a vice-governadora na chapa de Jofran Frejat em 2014, disse: “Perdemos um amigo, um líder e um homem público exemplar. Tive a honra de ser vice do Frejat em 2014 e aprendi muito com ele.”

CAMPELO E BUARQUE – “Frejat era um homem admirado pela honestidade, capacidade de trabalho, que sempre lutou por Brasília. Deixa um grande legado, especialmente, por tudo que realizou na área de Saúde. Como amigo particular e colega de bancada no Congresso Nacional, fomos deputados constituintes, eu manifesto meu profundo sentimento de perda pelo falecimento de Frejat. Nos conhecemos desde a década de 60, antes da política. Frejat era amigo dos seus amigos”, destacou o ex-senador e ex-ministro do Tribunal de Contas da União Valmir Campelo.

O ex-senador e ex-ministro da Educação Cristovam Buarque lamentou a morte de Frejat: “O Distrito Federal perdeu hoje um dos seus pioneiros mais respeitados. Jofran Frejat foi um médico competente e um político sério que ajudou a fazer Brasília. Uma grande perda para a cidade e para todos que convivemos com ele”.

O senador do PSDB do DF Izalci Lucas falou sobre o “imenso legado” deixado pelo amigo. “Jofran Frejat médico, Jofran Frejat deputado, Jofran Frejat gestor público era sempre o mesmo Frejat, aquele que fazia o bem sem olhar a quem. Dedicou a maior parte de sua vida ao nosso Distrito Federal como médico, deputado federal e Secretário de Saúde”.

LUTOU PELO SUS – A senadora do PSB do Distrito Federal Leila Barros, conhecida como Leila do Vôlei, destacou a importância de Frejat na área da saúde. “Perdemos um homem que lutou pelo SUS e foi um dos responsáveis pela criação da Faculdade de Ciências de Saúde do DF”.

Georges Michel, presidente do PDT do Distrito Federal destacou que “Jofran Frejat, honrado político, ocupou altos cargos no Distrito Federal, no Governo Federal e foi deputado federal, sempre pautado na ética e no interesse público”.

2 thoughts on “Morre na capital o ex-secretário e ex-deputado Jofran Frejat, um político que vai fazer falta

    • Conheci e fui amigo de praticamente todos os Frejat, que no Brasil são uma única família. Sou afilhado da irmã mais velha, Dora, em cuja casa conheci José, ex-deputado e pai do cantor Roberto Frejat. Trabalhei com Iran em O Globo e com Jaime na TVE. Uma belíssima família, que nos deu também Marcel Souto Maior, grande jornalista e escritor, e sua irmã Simone, assessora do governador do Rio de Janeiro.

      Abs.

      CN

Deixe uma resposta para Tribuna da Internet Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *