Morte de Fidel vai sepultar o comunismo, at que a humanidade evolua e o recrie

Resultado de imagem para fidel morre aosDeu na Isto

Lenda da esquerda latino-americana, Fidel Castro morreu no fim da noite de sexta-feira, informou seu irmo e atual presidente Ral Castro. Fidel foi o lder histrico da revoluo cubana, que, mais de cinco dcadas depois de seu triunfo, sobrevive como um dos ltimos regimes comunistas do mundo.

nico nome ainda vivo dos grandes protagonistas da guerra fria, Fidel encarnou o smbolo do desafio a Washington: o guerrilheiro de barba e uniforme verde oliva, que fez uma revoluo socialista, marxista-leninista, a apenas 150 km do litoral dos estados unidos.

Fidel governou por 48 anos a ilha, mas continuou sendo o lder mximo e guia ideolgico da revoluo mesmo quando, doente, delegou o poder a seu irmo Ral, cinco anos mais velho, em 31 de julho de 2006.

SIERRA MAESTRA – No dia 1 de janeiro de 1959, Fidel Castro, frente do em exrcito de barbudos, derrotou o ditador Fulgncio Batista, aps 25 meses de luta nas montanhas de Sierra Maestra. Este dia foi o comeo de um pesadelo para Washington e uma era de polarizao na Amrica Latina.

Em seu comando, Cuba participou do momento mais quente da guerra fria, converteu-se em santurio da esquerda, inspirao e sustentao de grupos armados que enfrentaram regimes de direita e sangrentas ditaduras, na poca financiadas pelos Estados Unidos em seu af de frear o avano do comunismo.

O PATRIARCA – Fidel dirigiu com pulso firme o destino dos cubanos, para uns um pai insubstituvel, para outros com um orgulho messinico. Em seu governo nasceram 70% dos 11,2 milhes de habitantes da ilha.

Seus opositores o viam como implacvel ditador que acabou com as liberdades, submeteu os cubanos a penrias econmicas e no admitiu a decadncia. Mais de 1,5 milho de pessoas partiram para o exlio, principalmente para Miami, nos Estados Unidos.

Mas, para seus seguidores, ele sempre foi um paradigma da justia social e da solidariedade para com o terceiro mundo, elevando cuba potncia mundial no esporte, com os nveis de sade e educao mais elevados da Amrica Latina.

ETERNO GUERRILHEIRO – De personalidade excepcional, complexa e esmagadora, para ele nada passava indiferente. Opositores na ilha e no exlio, incluindo alguns fidelistas, traam um retrato contrastado: inteligente, ambicioso, audaz, voluntarioso, corajoso e autoritrio.

Fidel nasceu na oriental aldeia de birn, no dia 13 de agosto de 1926, terceiro dos sete filhos do imigrante espanhol Angel Castro e da camponesa cubana Lina Ruz.

Fidel foi educado e disciplinado desde pequeno por jesutas, mas moldou sua rebeldia inata na Universidade de Havana, onde se graduou em Direito em 1950.

aos 26 anos – Iniciou a revoluo cubana aos 26 anos quando, com pouco mais de cem homens, tentou invadir, no dia 26 de julho de 1953, a segunda fortaleza militar da ilha, o Quartel Moncada.

Sua famosa frase a histria me absolver, dita quando foi julgado por essa ao, mostrou o quanto compreendia do poder destas palavras. Foi um dos maiores oradores dos ltimos 50 anos, famoso por seus discursos absurdamente infinitos.

Ficou exilado no Mxico e retornou com 81 homens, entre eles o argentino Ernesto Che Guevara e seu irmo, em um desastroso desembarque no dia 2 de dezembro de 1956 para iniciar a guerra que derrotou batista.

SOBREVIVENTE – Sua histria e a da revoluo se confundem numa s. Sobreviveu a uma invaso da Baa Dos Porcos, em 1961, crise dos msseis em 1962 e desintegrao da Unio Sovitica, que sustentou militarmente e economicamente a ilha por mais de trs dcadas.

Onze homens da Casa Branca tentaram asfixiar o governo comunista por meio de um embargo econmico, vigente desde 1962, considerado criminoso por Havana e, segundo os opositores de Fidel, utilizado por ele como justificativa para o desastre da economia.

De acordo com as foras de segurana cubana foram 638 compls orquestrados contra Fidel Castro, principalmente pela Cia.

###
NOTA DA REDAO DO BLOG
o fim de uma era. Com a morte de Fidel, a revoluo cubana ir para o espao e surgir a democracia, que Fidel aniquilou ao transformar o comunismo numa mera ditadura. Por isso, pode-se dizer, sem medo de errar, que o mundo jamais experimentou um regime verdadeiramente comunista. At agora, o que houve foram apenas ditaduras supostamente comunistas, com perseguio a oposicionistas, censura imprensa e tudo o mais. Marx e Engels jamais aprovariam nenhum dos regimes comunistas at agora implantados, que se transformaram na negao de suas ideias. A morte de Fidel vai sepultar o comunismo, at que a humanidade evolua e possa recri-lo com novas feies. (C.N.)

44 thoughts on “Morte de Fidel vai sepultar o comunismo, at que a humanidade evolua e o recrie

  1. Fidel fez o que pensava ser melhor para seu pas. No conheo poltico algum brasileiro com este ideal. No passado, os que pensavam assim no eram polticos mas militares.

  2. A Revoluo Cubana no comeou Marxista / Leninista , foi uma revoluo popular pois Cuba era um bordel dos EUA.
    O Fidel se aproximou da URSS somente em 1962 devido ao forte embargo Americano e a sua localizao estratgica era fundamental para a URSS na Guerra Fria.

  3. A piada do dia por sua conta, CN.

    Quer dizer que o comunismo no deu certo nunca e em lugar nenhum por culpa da humanidade, que no “evoluda”?

    Pelamordedeus! Fanatismo ideolgico tem limites!

    • Uma vez idelogo, idelogo at morrer (sejam quais forem as consequncias nefastas e insustentveis da sua ideologia!)

      O que surpreende no comentrio do CN ao final do artigo, , aps 5 ou 6 dcadas da mais comprovada delinquncia desse sanguinrio regime, com todas as suas estratgias torpes de se consolidar a custo de inocentes, termos jornalistas esclarecidos que ainda mantenham vivo o ilusionismo do ‘canto da sereia’ de uma UTOPIA, que carrega em s mesma o DNA da INJUSTIA, do AUTORITARISMO, e da BRUTALIDADE como mtodos para sobrevivncia de um regime INSUSTENTVEL, inclusive ECONOMICAMENTE ! ! !

      Como todo fanatismo, o comunismo carrega um vies religioso-irracional, que Olavo de Carvalho identificou com preciso absoluta como fazendo parte da cultura judaico-crist presente no subconsciente da cultura ocidental!

      Busquem no Google o artigo de Olavo de Carvalho “Para Alm dos Milagres”, pois apresenta um esclarecimento impar sobre as origens dessa sociopatia conhecida como ‘comunismo’.

      Clique no link abaixo para acessar diretamente esse BRILHANTE texto explicativo:
      http://www.olavodecarvalho.org/semana/090116dc.html

  4. Marx e Engels assinariam embaixo dos regimes comunistas at agora implantados, pois praticamente todas as propostas que eles defendiam enfaticamente se concretizaram, tais como: a expropriao do capital, a fragmentao do conceito de famlia e a anulao do indivduo em nome da coletividade, isto sem contar o ideal de eugenia que eles defendiam. O prprio Engels afirmou: “Estando na sua qualidade de crioulo num degrau mais prximo do reino animal do que o resto de ns, ele indubitavelmente o representante mais apropriado para aquele distrito . (A carta de Engels a Laura Lafargue, volume 48, p. 52, dos Collected Works of Karl Marx and Frederick Engels, MECW).
    Quanto ao fiel hospedeiro de Engels, Karl Marx, temos esta prola ideolgica visando sustentar o Estado totalitrio: “Uma proibio geral do trabalho infantil incompatvel com a existncia de indstria em larga escala e, por isso, um desejo piedoso e vazio. Sua realizao se possvel seria reacionria, j que, com uma estrita regulao do tempo de trabalho de acordo com as diferentes faixas etrias e outras medidas de segurana para a proteo das crianas, a combinao desde cedo de trabalho produtivo com educao um dos meios mais potentes para a transformao da sociedade presente.
    Na viso de Marx e Engels, o proletariado seria forado a trabalhar desde cedo e concomitantemente aprender a cartilha do movimento. Quanto cartilha, a dupla de “pensadores” j dominava bem todo o contedo, mas trabalhar para eles seria algo inaceitvel, ento a nica forma de sustentar a elite intelectual do movimento revolucionrio seria impondo o trabalho escravo inclusive para crianas. Vejamos o exemplo de Fidel Castro: morreu no luxo, enquanto o povo cubano ainda se humilha por um rolo de papel higinico.
    Fidel realizou os planos de todo comunista: assassinou sistematicamente a oposio poltica em seu pas e nivelou todas as classes por baixo, at que ningum mais ousou escolher outro governante, e assim ele honrou as palavras de Karl Marx: A ditadura do proletariado constitui-se na transio para atingir uma sociedade sem classes.

  5. Fidel depois de sua morte s pode ser julgado pela histria. Lgico que pode-se dizer qualquer coisa sobre ele. S no podem dizer que se ajoelhou aos ps dos poderosos. Os reacionrios nunca o esquecero sempre apregoando e exagerando sua luta. Os que tm sede de justia sempre tero uma palavra de elogio para o homem que assentado em uma pequena ilha desafiou o EEUU o maior imprio militar do mundo.Fidel j estava na histria e continuar at o final dos tempos.

  6. Caro CN,

    Afirmar que a humanidade deve se adequar a um sistema econmico e no um sistema econmico deve se adequar humanidade verdadeiramente um samba do criolo doido, ou como diria o grande filsofo ps moderno Luciano Hulk : LOKURA, LOKURA, LOKURA.

  7. Faltou ao cronista informar e esclarecer que a ditadura instalada por fidel foi tao ou mais cruel que as citadas como financiadas e apoiadas pelos Estados Unidos, pois mandou para o paredo milhares de inocentes cubanos fuzilados sem culpa formada e sem julgamento justo,
    Fidel foi e o mito que graas a uma midia ideolgica e amestrada que noa lhe poupou louvores sem nunca ressaltar os horrores a que submeteu o povo cubano suprimindo-lhes a LIBERDADE, especialmente a de imprensa e a de opinio. Estivssemos em Cuba e certamente no estaria escrevendo e expressando essas linhas.

  8. Fidel parte sem deixar saudades. E, Cuba, vai se tornar em mais um paraso fiscal onde os polticos corruptos brasileiros vo esconder o seu (deles) dinheiro. Cuba at ento serviu apenas como uma fonte de transferncia de propinas (20% do mais mdicos).

  9. A ideologia comunista prega uma sociedade sem classes. Vamos evoluir para isso algum dia e finalmente poderemos dizer que atingimos o grande objetivo: ser uma sociedade exatamente igual dos cupins. Uma rainha, muitos soldados e um nmero maior ainda de operrios. sem distino de classe. E isso ser tudo.

  10. A maior burrice da “revoluo cubana” foi parar no tempo, desiludir, envelhecer.

    A juventude cubana atual no se identifica com o regime dos velhacos, pois foi excluda e calada em suas ideias por geraes.

    Tudo o que envelhece sem renovao, sem se reproduzir em novas geraes, seja por mitose, com direito a renascimento e mutaes evolutivas, ou meiose, com gametas e recombinao, ideolgica, tem o tempo contra si e a favor da sua desintegrao.

    Como diversas doutrinas daquele frutfero sculo XIX, o comunismo tem muitos erros grosseiros, mas tambm acertos em uma crtica sagaz e sensitiva sociedade humana.

    Creio em processos evolutivos da humanidade, na chamada “lei do progresso” (com idas e vindas ondulatrias, por perodos que superam muito a existncia humana).

    Dentre as raras ocasies em que o egosmo humano foi superado pela compaixo fraterna, encontramos as igrejas crists primitivas. Nas quais a transparncia e a solidariedade alcanavam um nvel que foi abandonado na maioria das comunidades, mas que ainda serve de referencial para o amar e se compadecer e auxiliar outros seres humanos em seus sofrimentos, sem qualquer falsa superioridade em nossa condio miservel e passageira.

    Codificao bioqumica efmera qual s o amor atribui sentido transcendente.

  11. No aceito sob qualquer pretexto que Fidel seja enaltecido de alguma forma pelo que fez padecer o povo cubano!

    Pouco se me d a sua personalidade ou porque no se intimidou pelos americanos, pois no estava atuando somente em seu nome, mas representando uma populao que entendia ter sido a Revoluo Cubana uma nova era para o pas insular!

    Ledo engano!

    Fidel, que poderia ter se tornado uma das figuras mais proeminentes na histria e, certamente, uma das cinco maiores do sculo XX, transformou-se em ditador de uma republiqueta, deixando-se conduzir pela vaidade, pelo poder, pela sensao de dominar o seu povo!

    A bem da verdade, este ttere livrou Cuba das mos de um governo venal, corrupto, que permitiu a sua ptria ser conhecida como O Cabar da Amrica, afora os mafiosos e contrabandistas americanos depositarem o dinheiro do roubo nos bancos de Havana. No entanto, aps cinco, seis anos, Fidel teria como obrigao devolver ao povo o poder da escolha, de resgatar a democracia, a liberdade.

    No tomou esta iniciativa, inebriado pelo mando, de mandar para El paredn quem dele discordasse, e cercou-se de delatores, de uma polcia secreta que exerceu o papel de terrorismo em Cuba, imolando cerca de trinta mil cubanos, assassinados porque Fidel havia sentenciado os dissidentes morte!

    No vejo e no aceito qualquer qualidade numa pessoa que desconsidera o clamor popular, que tenha suprimido liberdades, direitos inalienveis de seres humanos, em nome de um regime violento, injusto, que possibilita que seus dirigentes vivam as delcias dos extremos e o povo amargue a falta de alimentos, de conforto, de ir e vir, de ser o que pretende na vida!

    Fidel ao ser enterrado, dever ser sepultado com ele o padecimento que por mais de meio sculo sujeitou os cubanos, roubando-lhe o conforto, o desenvolvimento, a democracia, as telecomunicaes, cincia e tecnologia.

    Fidel morreu, e morreu tarde!

  12. Caro Fabio Viamontes Klug Balonequer,
    De fato, o caro leitor e comentarista acerta ao afirmar que “Creio em processos evolutivos da humanidade, na chamada lei do progresso (com idas e vindas ondulatrias, por perodos que superam muito a existncia humana).”, pois, inegavelmente sempre estaremos em estgios de evoluo.
    E tambm acerta ao afirmar que “Dentre as raras ocasies em que o egosmo humano foi superado pela compaixo fraterna, encontramos as igrejas crists primitivas. Nas quais a transparncia e a solidariedade alcanavam um nvel que foi abandonado na maioria das comunidades, mas que ainda serve de referencial para o amar e se compadecer e auxiliar outros seres humanos em seus sofrimentos, sem qualquer falsa superioridade em nossa condio miservel e passageira.”, na medida em que o verdadeiro cristo aquele que se compadece e se solidariza com a dor alheia; enfim ser cristo amar o prximo e auxili-lo para que no perea na dor e no sofrimento, pois, estamos aqui de passagem, sempre em processo de EVOLUO.
    Nestes tempos horrorosos em que vivemos sem moral, sem tica, que os brasileiros reflitam sobre o amor ao prximo como pregou o FILHO DE DEUS quando aqui esteve h 2.016 anos.

  13. incrvel que aps dezenas de milnios de evoluo, o ser humano continue com a ” angustia das cavernas ” de sempre precisar de um ” lider protetor ” que o guie.
    Naquela poca isso tinha um sentido , pois a expectativa de vida era de uns 23 anos , fato que fazia o ser humano ser dependente dessa proteo por quase metade da vida….

  14. Presume-se que, neste momento, Fidel Castro esteja junto de Lenin, Stalin, Mao Tse Tung e Pol Por, ardendo no mais profundo e escaldante mrmore do inferno. Os dois primeiros mataram mais de 20 milhes de seres humanos na URSS, o terceiro trucidou 60 milhes seres humanos na China, Pol Pot eliminou 4 milhes de seres humanos no Camboja, j Fidel Castro s eliminou 100 mil seres humanos em Cuba, talvez por ser bonzinho.

  15. Me alinho com o Colega Sr. ANTONIO SANTOS AQUINO ,”Deixemos que a Histria julgue FIDEL CASTRO”.

    Do meu ponto de vista, FIDEL foi o Lder Poltico mais astucioso do inteiro Sculo XX. Grande Advogado, fez tudo DENTRO DA LEI. E o que no estava dentro da LEI, foi tudo legalizado em seguida , em LEI aprovada pelo Parlamento.

    FIDEL pertencia ao Partido Ortodoxo, ( Social-Democrata) que fazia Oposio num Regime Democrtico regido pela boa Constituio de 1946. Em 1952 o antigo Ditador, depois Presidente Eleito, que tendo cumprido Mandato agora estava novamente Candidato a Presidente FULGNCIO BATISTA ( antigo Sargento da Arma de Comunicaes-Informaes) que junto com certa Oficialidade das FFAA , deu um Golpe,foi promovido a Gen do Exrcito e Ditador,depois de certo tempo se candidatou a Presidncia e ganhou, Governou o Mandato legitimamente, findo este saiu do Governo, e voltava candidato agora em 1952, quando FIDEL na mesma Eleio era Candidato a Deputado Federal pelo Partido Ortodoxo. Vendo BATISTA que perderia facilmente a Eleio, deu novo Golpe e instalou nova Ditadura. O Partido Comunista Cubano, sempre Aliado a BATISTA, na Ditadura e na Democracia.
    FIDEL foi para a Oposio a Ditadura, e junto com TODAS as outras Foras Democrticas de CUBA ( Diretrio Estudantil – Universidades, Partido Ortodoxo, Partido Liberal, Conservador, parte da Igreja Catlica, Classes Produtoras, etc, lutava por todos os meios para derrubar a Ditadura. Em 26 de Julho 1953 tenta com +- 120 Combatentes, tomar os Quarteis de Moncada ( Segunda maior Guarnio Militar Cubana) e Quartel de Cceres, derrotado e preso. Teve a vida salva pelo Ten SRRIA chefe do Peloto que o prendeu, e depois no transferncia, pelo Sr. Bispo de Santiago de Cuba, segunda mais importante cidade de Cuba.
    Julgado e condenado no famoso Processo ( A Histria me absolver) onde como Advogado Militante fez a prpria defesa, cumpriu 3 anos e foi exilado no Mxico. Ali comeou a treinar o Ncleo do futuro Exrcito Revolucionrio ( Mov. Rev. 26 de Jlio), e como tinha prometido, desembarcou do Yatch Granma em Cuba, embora mal ( Tempestade e ataque imediato das Foras Batistianas Ditatoriais), mas sobreviveu e subiu a Sierra Maestra para liderar a luta armada contra a cruel Ditadura, prometendo aps a vitria, a volta da Constituio de 1946, e Eleies Livres e Diretas em” 6 meses ”
    para Presidncia da Repblica, Estados e Municpios, ( Executivo e Legislativo). Era uma Revoluo DEMOCRTICA POPULAR, ( o Partido COMUNISTA de Cuba, aliado ao Ditador FULGNCIO BATISTA).
    O Movimento 26 de Jlio,Comandado por FIDEL era apenas uma das Foras da Revoluo Cubana, embora a mais ativa e combatente.
    FIDEL conseguiu at o apoio dos Liberais dos EUA, de todas as Foras Democrticas do Mundo, e ia VENCENDO. Seis meses antes da vitria final, o Partido Comunista Cubano abandona o Ditador BATISTA e se passa com “armas e bagagens” para a Revoluo, mas com a “Moral muito baixa”.
    Vencida a fraticida Guerra Civil, derrubada a Ditadura, FIDEL que sabia que o “PODER NASCE DO CANO DO FUZIL”, nem assumiu a Presidncia, nem como Primeiro-Ministro, mas ficou como Chefe das FFAA REVOLUCIONRIAS.
    Em pouco tempo assumiu como Primeiro-Ministro, depois Presidente, o Nome no importa, o que nunca largou foi o Comando das Foras Armadas REVOLUCIONRIAS e com elas o PODER.
    No primeiro discurso da Vitria, 8 de Jan 1959 em Havana, j transferiu as Eleies Diretas e livres para 1 ano em vez de 6 meses, a volta da boa Constituio de 1946, que at hoje no voltaram.
    Fez um belo servio a Ns Latinos, considerados at ento pelos Anglos-Saxes como “Raa de segunda Classe”, “logrando-os sempre com a maior facilidade, e VENCENDO-OS em todas as oportunidades”, embora Comandando Foras e Recursos infinitamente menores.

  16. Que lamentvel esse editorial.

    O ASSASSINO que deixou um rastro de dor, sangue e misria ao seu povo, no merece homenagens, nem esquecimento. Sua maldade deve ser lembrada para sempre, para que seu regime seja enterrado com ele.

    Bendl, impecvel. Abrao

  17. Um bom momento de reflexo para nos livrarmos dos nossos Fidis, que usam corrupo desumana para enrequecimento pessoal.
    Para as ruas! Ou acabamos com eles ou viveremos uma vida desprezvel.

  18. Pela primeira vez em mais de quatro anos escrevendo para este blog incomparvel, permito-me discordar do mestre Bortolotto.

    Evidente que a minha diferena meramente opiniativa, nada em termos cientficos ou tecnolgicos, mas puramente calcada na opresso do povo cubano com Fidel desfrutando do poder, que prometera devolver ao povo e no honrou a sua palavra!

    No posso e no devo ser benevolente com um ditador, que tem sob as suas costas a responsabilidade de mandar matar trinta mil compatriotas que dele discordaram, e no me refiro aos que foram mortos tanto de um lado quanto do outro na Revoluo Cubana, mas posteriormente queda de Batista.

    No posso e no devo acatar um ttere que motivado pela sua vaidade, sua nsia pelo poder, subjugou uma populao inteira, fazendo-a sofrer, passar fome, cancelando direitos inalienveis do povo, impedindo que tivesse acesso ao conforto, ao desenvolvimento, liberdade!

    No posso e no devo acatar que as anlises favorveis ao ditador, que mandou na ilha por mais de meio sculo, preponderem sobre a humilhao que Fidel decretou aos cubanos conviverem com esta condio, de subjugados e espoliados pela vontade de uma pessoa, que se entendia dono do pas!

    No interessa o que fez Fidel na Revoluo para sair vitorioso, mas o que se aproveitou dela por t-la vencido!

    No importam os interminveis discursos do ditador, que o povo era OBRIGADO a aguentar ou iria para a cadeia, muito menos a sua “resistncia” aos americanos, pois a verdade no esta, que levou Fidel a pedir ajuda aos russos, ao comunismo, para reerguer a nao arrasada aps a guerra civil. Na verdade, o que deve ser levado em conta e de forma inegocivel, absoluta, foi a maneira como o povo cubano foi conduzido por mo de ferro para atender aos caprichos de um homem que tinha as FFAA nas mos, e que mandava desaparecer qualquer oposio que farejasse!

    Ora, ento o sofrimento atroz do povo, o seu padecimento no conta?

    Vale a “luta” de um homem cruel, que matou seus prprios compatriotas, que se adonou do poder por mais de cinquenta anos, em detrimento da democracia e liberdade?!

    Que raio de anlise esta?!

    Como escreveu um pstula, um infame, em outro blog:
    “O sculo XX terminou com a morte de Fidel”!

    Ora, canalha, srdido, traidor, ento para aqueles que ainda consideram o comunismo como o Xangril poltico e social para a humanidade, matar as pessoas para se lograr xito na implantao deste regime vlido?!

    Lula e Dilma agiram da mesma forma que o deus cubano, que sempre cultuaram, assim como o porco do Z Dirceu e a besta do Tarso Genro, porm no mandavam aniquilar os opositores do PT diretamente, mas permitiram CRIMINOSAMENTE que a violncia ceifasse a vida de milhares de brasileiros anualmente pela falta de segurana pblica e sade!!!

    E querem endeusar o ladro do Lula e a desonesta Dilma, e confirmar a divindade do sdico e assassino Fidel Castro?!

    Pois que o diabo carregue este barbudo, e que seja espetado pelo tridente do demnio nas suas partes pudendas durante a eternidade!!!

    Mestre Bortolotto, continuo sendo o seu discpulo.

    No entanto, em razo da idade deste seu aluno, considere que a teimosia passou a ser mais um dos meus defeitos que, no ocaso da minha vida, surge em seu apogeu.

    E tambm porque sendo um humanista no entendo e no aceito qualquer regime que prevalea sobre o ser humano ou quer o tenha de mat-lo para ser implantado.

    Sendo assim, espero pela tua compreenso, mas apesar da minha ignorncia e de pertencer plebe ignara, furtar-me de opinar e oferecer crtica meus pensamentos sobre ditaduras no do meu feitio, no faz parte da minha ndole como cidado.

    Um forte abrao, mestre Bortolotto.
    Sade, muita sade!

    • Caro Francisco Bendl,
      O apedeuta do Lula combinou de se encontrar agora em dezembro/2016 com o Fidel Castro.
      Rezemos para que ele cumpra a promessa.
      Caros leitores e comentaristas da TI, apenas e to somente uma pequena anedota!

  19. Prezado Sr. FRANCISCO BENDL, tambm meu Mestre.

    O senhor tem razo, julgando FIDEL CASTRO sob critrio de Atos de Justia em sua conduta Poltica, e resultado em aumento de Padro de Vida/Liberdade para o Povo Cubano em seu longo Governo.
    Sob este importante aspecto ele foi um Desastre.

    Eu analisei mais o aspecto Poltico de sua carreira, onde deu mostras da maior ASTCIA, da maior COMPETNCIA POLTICA, incorruptibilidade, comeando por criar uma Faco ( Movimento Revolucionrio 26 de Jlio) entre tantos outros Movimentos/Partidos Polticos, etc, anti-Ditadura BATISTA, tendo o Partido Comunista Cubano sempre do outro lado, como Aliado fiel da Ditadura.

    Depois da Vitria, 1 /Jan/1959, manobrou Invicto dentro da “Guerra Fria”, at acabar a URSS ( 1991), e sobreviveu at hoje.

    Depois de expropriar as Propriedades das Corporaes Estrangeiras ( principalmente Americanas – Exxon, Usinas de Acar, Hotis, mas tambm a Shell Anglo-Holandesa, etc), sofreu a reao Americana ( Invaso de Playa Giron 1961, etc), S ento em meio de 1961 se declarou SOCIALISTA, e at hoje 687 tentativas de Assassinato da Cia, e venceu tudo. Tinha Agentes penetrados em todas as Organizaes anti-Castristas de Miami-Florida, mais de 60, e sempre sabia de TUDO. Nunca foi surpreendido.

    Foi at ento o nico Lder LATINO que enfrentou os arrogantes Anglo-Saxes Americanos, para quem” Ns Latinos” ramos at ento, uma espcie de Raa de Segunda Categoria ( Incompetentes e facilmente Corrompveis), e sempre facilmente, os LOGROU e VENCEU.

    Resumindo:

    Como POLTICO, foi o mais competente e astucioso do Sculo XX,

    Como Administrador Pblico/Economista, foi uma Criana de 10 Anos.

    D’EUS NO D TODOS O DONS A UMA MESMA PESSOA.

    Abrao e muita Sade.

    • Mestre Boretolotto,

      Grato pela considerao em responder aos meus questionamentos, que mostra o quanto s superior a este sujeito dotado de poucas luzes.

      Apenas continuo no aceitando que Fidel tenha enfrentado os arrogantes anglo-saxes, at porque no foi o ditador devidamente valente nesta empreitada, mas o povo cubano que se viu envolvido neste disputa ensandecida, de um povo pobre e vindo de uma guerra civil querer fazer frente poderosa nao americana!

      Fidel jogou com a populao do seu pas, e no se importou com as consequncias, a ponto de CONCEDER que seu territrio servisse como base de msseis aos russos, simplesmente a primeira nao que seria PULVERIZADA caso as armas nucleares fossem usadas, e estiveram ali ali para no ser detonadas!!!

      No vejo valentia em Fidel, apenas um jogador, um aproveitador, que jamais se importou com o bem-estar dos cubanos, mas com a sua glria, o seu poder, a sua personalidade doentia!

      Diferente teria sido se devolvesse ao pas a democracia, o direito de escolha, de os cubanos optarem sobre qual seria o destino que queriam para suas vidas.

      Mais um abrao, mestre.
      Sade!

  20. Marx e Engels jamais aprovariam nenhum dos regimes comunistas at agora implantados, que se transformaram na negao de suas ideias.???

    “Basta lermos o Manifesto do Partido Comunista, celebrado panfleto de todo marxista convicto. No preciso nem ler as demais obras de Marx, Engels, Lenin e toda uma mirade de tericos, crias do Manifesto, que contriburam com a construo desse nebuloso edifcio. O livreto j contm em germe as caractersticas da planta carnvora. Nele est a essncia do pensamento que estimulou e justificou o assassinato, a tiranizao e o sofrimento de milhares de seres humanos. Negar que as aes perversas desses estados totalitrios surgidos sob a bandeira do comunismo sejam fruto direto das ideias Marx querer jogar os escombros das torres gmeas WTC para baixo do tapete.” – EGUINALDO HLIO DE SOUZA – Mdia sem Mscara – 28 SETEMBRO 2013

  21. Para no me repetir, depois de passar pelo susto de escapar de uma quase guerra nuclear, e estar vivo para assistir o fim de um ditador cruel,,que v com ele, tambm,essa praga que o comunismo.
    Para o todo sempre…

  22. Prezado Sr. FRANCISCO BENDL,tambm meu Mestre.

    No se preocupe se sua Secretria digitou meu nome errado. A minha Secretria tambm comete muitos erros de digitao.

    Discordo de suas Palavras quando diz que: por no ter Curso Universitrio, alegas ter “poucas Luzes”. Ora, o maior Curso disparado a VIDA e a FAMLIA, e nestes o senhor PHD.

    Abrao e muita Sade.

  23. ” As ideologias seja de direita ou de esquerda so verdadeiros ims para idiotas e a partir dessa premissa que ditadores se valem para atingir seus objetivos pessoais “

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.