Morte de Jaime Gold é um grito de alerta a toda a sociedade

Como uma pessoa pode ser morta por causa de uma bicicleta?

Jorge Béja

O texto do Dr. José Carlos Diniz é um grito de dor, protesto e cobrança, de um veterano médico pelo assassinato de seu colega  e que foi enviado para centenas de médicos do Rio, logo após o sepultamento do Dr. Jaime Gold. O Dr. Diniz é também cardiologista, integrou o CRM-RJ, dirigiu o Hospital Geral de Bonsucesso e se tornou internacionalmente reconhecido e premiado como um dos melhores fotógrafos especializados em documentar o espaço sideral.

###
UM MÉDICO QUE ATENDIA AOS POBRES

José Carlos Diniz

Jaime Gold acaba de ser sepultado. Colega de trabalho de meu filho e junto com ele exercia a especialidade de cardiologia no Hospital do Fundão. Jaime Gold atendia a população pobre, num hospital em ruínas, porque acreditava na educação médica de qualidade como instrumento para melhorar a vida das pessoas.

Morreu porque desafiou a realidade atual, de completo e irreversível  abandono, onde o criminoso é tratado como vítima, onde portar faca é moda, não é considerado arma e nem é crime e sim mera contravenção, e somente quando o agente for maior de 18 anos, onde menor é solto de imediato por uma justiça fiel aos seus ritos e distante da vida real.

Jaime não terá cruzes fincadas nas areias de Copacabana, ninguém vai atear fogo em ônibus como protesto, nem fechar com barricadas a área da Lagoa onde foi covardemente assassinado.

Dilma não vai ficar estarrecida nem ligar para a família para dar uma palavra de conforto. A mesma atitude terão o Governador, o Prefeito e demais secretários…..

Jaime, médico, cidadão brasileiro pagador de impostos escorchantes, digno, esportista, pai…gente! Jaime somos nós! Espero, pelo menos, que os nossos órgãos de classe se manifestem, ajam e não se calem , não nos tirem o amparo e a pouca esperança que ainda nos resta.

27 thoughts on “Morte de Jaime Gold é um grito de alerta a toda a sociedade

  1. Caros CN e Dr. Jorge Béja … Bom dia!

    Em http://tribunadainternet.com.br/o-derrotado-ja-tem-nome/#comment-188213 está: “… … … Jesus morreu por todos; inclusive para os mafiosos se salvarem … meu filhão!!! é só ele ter se arrependido que talvez já esteja na LUZ … ou então ainda está em processo de iluminação de alguma sombra (no purgatório)… … … se morreu em trevas; por lá continua sniff snIFF SNIFF mesmo enterrado em Igreja, junto com cardeais etc … … … segue histórico dos mafiosos brasileiros, que também podem se salvar: http://www.omartelo.com/omartelo23/materia2.html (SÓ JESUS SALVA!!!) … Reverendo Padre Pinalli, …”
    … … …
    … … …
    … … …
    Creio que vale a pena ler o link citado … nele há um histórico de como o crime foi tomando conta da Sociedade Brasileira!!!

  2. Dr. Jorge Béja, o sr. está com toda razão em chamar atenção da sociedade para
    se manifestar contra esses criminosos.
    Alguma semanas atrás o filho de um amigo caminhava numa rua próximo a delegacia
    da Rua Cândido Benício, quando foi assaltado por dois menores, como não tinham o que roubar do rapaz deram-lhe um tiro na barriga.
    A sociedade é dinâmica e o direito tem que acompanha-la. Urge que se faça uma reforma
    no Código Penal, no Código de Processo Penal e no sistema carcerário, sem isso a tendência é
    piorar.

    • Prezado leitor Nélio Jacob. O grito de dor, de alerta, de irresignação, protesto e ira — santa ira — é do experiente e dedicado cardiologista Dr. José Carlos Diniz. Somos amigos há 50 anos. O Dr. Diniz endereçou a uma multidão de médicos do Rio e também a mim. Em gesto de solidariedade, me veio logo à mente enviar ao nosso editor, Jornalista Carlos Newton, visando a publicação na Tribuna da Internet.
      Foi tudo rápido. Recebi, me comovi e me solidarizei, enviei a Carlos Newton que, com talento, arte e solidariedade, publicou. Todos somos solidários. Cada um de nós, humanos, somos parte de um só corpo, de uma só criação. A dor de um é a dor de todos. Grato a você a todos os leitores por ter lido e comentado.
      Jorge Béja

  3. Em primeiro lugar, as minhas condolências a mais essa família. Infelizmente, nesse nosso Estado atual, é mais um caso que vai se tornar apenas um número a mais nesse vergonhosa e gigantesca estatística.

  4. Caro Béja,

    “O ladrão só vem para matar, roubar e destruir.” Jesus Cristo. Bíblia Sagrada.

    Só mesmo nessa República pode ter PARTIDO e IDEOLOGIA que acham que ladrão vem fazer JUSTIÇA SOCIAL! E o que é pior: Essa corja de simpatizantes do crime tem o apoio da maior parte da imprensa!

    O senhor verá que a EXECUÇÃO dessa pessoa de bem, uma das milhões que carregava este país nas costas, terá menos repercussão e condolências das autoridades do que a do TRAFICANTE morto na Indonésia. E assim como aconteceu com os dois dentistas queimados vivos, daqui a algum tempo apenas as pessoas queridas lembrarão o seu nome, sentirão a falta dele e chorarão a sua morte, que ficará perdida, reduzida a números, entre as 56.000 anuais.

    -Agora, foi muito CÍNICA A AFIRMAÇÃO DO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA, José Mariano Beltrame, posando de “moça” e tentando minimizar a morte e o crime:

    “É mais do que lamentável. É inadmissível, o que aconteceu ontem, na Lagoa, lugar querido por todos os cariocas, um lugar frequentado pela população do Rio e pelos turistas estrangeiros.”

    Quer dizer que se o crime fosse em outro local (como aconteceu ontem, como está acontecendo agora e como acontecerá amanhã) seria “admissível?”

    Abraços.

    (PS: É por isso, caro Béja, que não tenho pena da morte de bandido, pois, lendo a definição feita por JESUS, não consigo ter pena de quem vem para MATAR VIDAS, não consigo ter pena de quem vem ROUBAR O PATRIMÔNIO ALHEIO conseguido com suor e, tampouco, não consigo ter pena de quem vem DESTRUIR FAMÍLIAS)

  5. -O assassino foi preso a primeira vez e nada aconteceu…
    -O assassino foi preso a segunda vez e nada aconteceu…
    -O assassino foi preso a terceira vez e nada aconteceu…
    -O assassino foi preso a quarta vez e nada aconteceu…
    -O assassino foi preso a quinta vez e nada aconteceu…
    -O assassino foi preso a sexta vez e nada aconteceu…
    -O assassino foi preso a sétima vez e nada aconteceu…
    -O assassino foi preso a oitava vez e nada aconteceu…
    -O assassino foi preso a nona vez e nada aconteceu…
    -O assassino foi preso a décima vez e nada aconteceu…
    -O assassino foi preso a décima-primeira vez e nada aconteceu…
    -O assassino foi preso a décima-segunda vez e nada aconteceu…
    -O assassino foi preso a décima-terceira vez e nada aconteceu…
    -O assassino foi preso a décima-quarta vez e nada aconteceu…
    -O assassino foi preso a décima-quinta vez e nada aconteceu…

    -O assassino acaba de ser preso pela décima-sexta vez.
    Por que eu, desta vez, devo esperar que aconteça algo diferente?

    • Excelente forma de abordar e comentar o assunto, Francisco Vieira!

      Tantas repetições foram mesmo fundamentais para que se entenda o quanto a nossa justiça insiste em errar!

    • Este já provou para si mesmo que tem a cumplicidade da lei a seu favor, é por isso que com a certeza de que NADA de mal vai lhe acontecer, vai continuar na sua vida de marginal. Simples assim.

  6. Existe estatísticas que mostram que aqui no Brasil tem mais assassinatos do que na Índia, com uma população seis vezes maior. E que de cada 100 assassinatos que acontecem no Globo 10 ocorrem no nosso país.
    O estado que tem mais assassinatos por 100.000 habitantes é justamente o estado do nosso presidente do Senado, Renan Calheiros. O segundo estado com maior índice de assassinatos é o Ceará e o terceiro é a Paraiba. São números assustadores, não vejo algum ministro, Senador, Deputado Federal, ex presidente ou a própria dona Dilma calcular o prejuízo financeiro, sentimental e moral que o país está tendo durante décadas, chegando ao número absurdo de quase 60.000 assassinatos por ano.

    As estatísticas não mostram quantos ficaram com sequelas, sem condições de trabalhar, precisando de cuidados da família além de sobre carregar a Previdência Social. Porque isto não chama a atenção das Vossas Excelências. Em uma guerra o número de soldados mutilados chega a ser seis vezes o número de mortos. Seria este número, 360.000 mutilados ano, o número do Brasil? Não tem país que aguente um sangria destas.

    A quem interessa esconder os números e com quais finalidades?

    Porque o IBGE, Ministério da Previdência Social ou o Ministério da Saúde não tem estas estatísticas?

    Onde anda o Ministério do Planejamento?

    NÃO MATAR a Bíblia tem como um mandamento e aqui no Brasil este mandamento não é cumprido e os pregadores de todas as religiões ficam com olhar indiferente.

    Desculpem o desabafo.

  7. Br. Béja, inicialmente a minha total solidariedade, por essa grande perda. Como o Sr. sabe não sou jurista, porém acho que já existe em nossa legislação um instrumento, que somente sendo adequado à questão do menor, evitaria esse imenso, improdutivo e falso debate sobre a redução da maioridade penal, ele chama-se semi imputabilidade , ou seja uma capacidade parcial do autor entender as proporções de seu delito. Dessa forma, um menor que cometesse um crime grave, seria julgado de forma normal, surgindo a semi imputabilidade como um atenuante. É lógico que essa ‘quantificação’ deveria ser realizada levando-se em conta a idade e a vida pregressa do autor.
    Outro aspecto que não podemos mais relevar é a questão das drogas, principalmente após o surgimento do crack que é mais terrível do que muitos pensam. Uma pessoa portadora de um distúrbio mental dos mais graves, não perde o seu instinto básico de sobrevivência. É raríssimo, por exemplo, encontrarmos uma pessoa com essas características ‘ que atravesse uma rua sem olhar para os lados. Já no caso dos usuários de crack, eu já vi, ao menos por três vezes, essas pessoas deitadas em ruas de alto movimento, fato que indica a perda até dos seus instintos básicos.
    O que me causa a maior estranheza é que o Brasil possuí os melhores profissionais da propaganda do mundo, basta ver os políticos que elegem. O Brasil fez a melhor campanha de prevenção à AIDS do mundo, basta ver o número de prêmios internacionais recebidos. Dessa forma, se torna motivo de indignação que não haja uma campanha sequer de prevenção aos crack, que há muito deixou de ser ‘droga de pobre’ e por seu poder viciante atingiu todas as classes sociais.
    Enquanto isso, quase todos vivemos em um regime de prisão domiciliar não declarado.

  8. Ouso afirmar que o PT conseguiu alterar as áreas mais importantes para o desenvolvimento de um país, que seriam a educação e saúde, para colocar em primeiríssimo grau a discussão sobre a violência que impera no Brasil, portanto, diante da gravidade dos fatos cujas estatísticas apresentam números absurdos de assassinatos a cada ano, a insegurança atual tem como causa a clara intenção do PT de separar a sociedade brasileira, deixá-la à mercê de criminosos, uma forma torpe e cruel de desviar a atenção sobre a corrupção e desonestidade, que são as marcas deste bando de bandidos que nos governa!
    Não é por nada a simpatia dos petistas pelos assassinos, pois se identificam plenamente – a sua maior incentivadora de crimes cometidos contra o cidadão trabalhador e honesto é a ex-secretária dos Direitos Humanos(?!), Maria do Rosário, PT/RS – quando o alvo é a população desarmada, desamparada, presa fácil de ladrões e criminosos que infestam os poderes desta Nação, e onde outros se encontram soltos convocando soldados para seus exércitos particulares ou comandando facções no tráfico de drogas e armas.
    Corroborando com esta violência desmedida, a impunidade, as idas e vindas das cadeias por marginais que deveriam ser mantidos presos, mas a cada saída da prisão retornam aos crimes de antes, aumentando a lista dos desesperados que perderam seus parentes e amigos para este sistema deplorável e deletério que somos submetidos pelos petistas, que jamais se importaram com a segurança pública!
    Na verdade, por que deveriam se preocupar?
    Ladrões, corruptos, assaltantes, mentirosos, estelionatários, perdulários, irresponsáveis, traidores do Brasil e do povo, petistas só poderiam mesmo se dar bem com seus pares, razão pela qual este aumento brutal da criminalidade a partir do momento que o PT assumiu o poder central!
    Não é coincidência que os crimes de morte tenham crescido vertiginosamente nos últimos 13 anos, MAS INTENÇÃO!
    Não é por acaso que os presídios estão nesta situação de masmorras, E CRIMINOSOS SÃO LIBERTADOS PELA JUSTIÇA PORQUE NÃO HÁ MAIS LUGARES!
    E quanto mais gente honrada, decente, chefe de família, trabalhador, forem mortos pelos criminosos, mais a sociedade se sente acuada e DEIXA A POLÍTICA DE LADO, preocupando-se com a sobrevivência e alienando-se sobre os acontecimentos nacionais, que a conduzem a falência como sociedade propriamente dita e se torna absolutamente individual, constituindo-se apenas no drama de “salve-se quem puder”!
    Pois não vejo mais solução pacífica para este País.
    Sangue deverá ser derramado para lavar este solo maculado e conspurcado por canalhas, bandidos, grupelhos que alcançaram o poder, e que só vão deixá-lo através de lutas, de combates, considerando os crimes eleitorais cometidos pelos petistas na última eleição, quando foram milhares os casos registrados na imprensa e redes sociais, dando a vitória à presidente Dilma, cujo resultado até hoje é contestado na sua legitimidade, a começar com a pantomima criada pelo ministro petista Tofoli, que segurou a contagem de votos propositadamente.
    Lamento pela família de mais este MÁRTIR, tombado pela incúria governamental, o descaso, o desprezo pelo cidadão brasileiro e seu bem-estar.
    Inacreditável a situação que atualmente vivemos, na razão direta que me ponho perplexo em constatar a nossa omissão com respeito a esses episódios, que exigem reação popular, e que ela seja radical, forte, incisiva e constante.
    Coloquei-me meses atrás como voluntário para ações mais drásticas de nossa parte, pois reafirmo que estou à disposição.
    E, digo mais:
    SEI COMO RESOLVER ESTE PROBLEMA DE VIOLÊNCIA DO GOVERNO PARA CONOSCO!

    • Bravo!!!! Bravíssimo!!!! prezado Francisco Bendl. Lá do Rio Grande do Sul, onde mora você, ensinando a todos nós e retratando, sempre com retidão, caráter, firmeza e com larga experiência de vida e sabedoria, este nosso Brasil, tão destruído.
      Jorge Béja

      • Caríssimo Dr.Béja,
        TENTO, apenas tento, imaginar a dor dos familiares desse médico morto covardemente.
        Não porque meu filho mais velho é médico – também por isso! -, mas em face de a vida do cidadão brasileiro para o PT não é nada!
        Os cortes no orçamento feitos esta semana, que a mentirosa Dilma sempre alardeava que estávamos prontos para nos desenvolver este ano – apenas que nos seus cálculos de analfabeta funcional ela quis dar a entender que teríamos um “crescimento negativo” -, basta observarmos as áreas onde os cortes foram executados:
        Educação, Saúde, Infraestrutura, e não se vê Segurança!
        Mas não poderia haver queda nos investimentos nesta área porque NÃO HÁ UM TOSTÃO DESTINADO À SEGURANÇA PÚBLICA, então não há razão para cortes!
        A minha revolta e indignação, Dr.Béja, se relacionam à falta de respeito ao cidadão por parte deste governo corrupto e desonesto, que só pensa em seus interesses e conveniências e, o povo, que ele mesmo resolva as suas mazelas!
        Ora, estamos lambendo as feridas, porém cada vez mais elas são maiores e seguidas, que nos deixam fragilizados com os ataque desses predadores.
        Precisamos de cinco meses de trabalho para pagar impostos, e também temos de entregar nossos filhos, pais, netos, parentes e amigos em holocausto para que este governo criminoso se divirta?!
        Tratemos de reagir, antes que seja tarde demais!
        Peço vênia aos meus irmãos mineiros, mas tomo-lhes emprestado o lema de sua bandeira:
        LIBERTAS QUAE SERA TAMEN!!!
        Um abraço, meu caro Dr.Béja.

    • Os covardes julgam os outros conforme seus medos e debilidades.
      Posso estar me arrastando, mas seu tiver de lutar por esta terra não me faltará vontade!
      Agora, tu, que usas nome falso, que usurpas a identidade de outro, tu, com saúde perfeita serias um traidor, um Judas no grupo, que entregaria qualquer um de nós para não seres ferido ou preso.
      O teu medo é deprimente, pois esta sensação qualquer pessoa normal sente, mas não se escondem no anonimato como fazes, e descaradamente, sem vergonha, sem qualquer pudor!
      Tu contaminas o blog.
      Teus comentários ofensivos e degradantes espelham quem tu és, um poltrão, um indivíduo vil, um sujeito que desagrega.
      A minha honra, a proteção que devo à minha família, parentes e amigos, me impulsionam à frente mesmo de muletas, amparado em pedaços de pau, mas o que resta de mim será utilizado para expulsar os ladrões, corruptos, desonestos, que invadiram este País, e gente da tua laia, vendidos, dissimulados, covardes, que tem medo da própria sombra.
      Um dedo meu vale mais que o teu corpo inteiro, pois este sabe a direção que deve seguir mas, tu, andas em roda, cambaleante, sem saber para que lado ir, pois a tua fraqueza, a tua frouxidão de caráter e personalidade deturpada te cegam, e só enxergas o mal porque diante da fortaleza e valentia daqueles que se expõem, que se identificam, quedas exangue perante a dignidade daqueles que a possuem porque ignoras e desconheces o seu valor e significado!
      Abandona este nome, que não é teu.
      Muda este comportamento deletério, vacilante, atoleimado, e dá legitimidade às tuas palavras, pois como as registras ilegalmente são meras filhas bastardas de idéias violentadas porque não são da tua lavra, pois te escondes atrás do nome de alguém que sequer conheces.

  9. Dr. Béja, ótimo artigo, a explanação do amigo Bendl, mostram a “verdade nua e crua da nossa juventude”, sem o parâmetros familiares e da escolas de formação da Cidadania e Chefes de família, que a partir da década de 60, deixaram de existir.
    Infelizmente, nos últimos 30 anos, a “CORRUPÇÃO” desenfreada dos des-governantes dos 3 podres poderes, que só pensam enriquecer com a “mão no cofre público”, tornaram à CIDADANIA UMA PIADA, É O QUE TEMOS ASSISTIDO: PAÍS MATAM FILHOS, FILHOS MATAM PAIS, SE OS PAIS DÃO UMA “TAPA NA BUNDA” DO FILHO, POR MERECER, O FILHO AMEAÇA, VOU NA JUSTIÇA (CONSELHO TUTELAR). ( UM TAPA DE CORREÇÃO NA BUNDA, NÃO É ESPANCAMENTO, MAS…HOJE É CONSIDERADO, E O RESULTADO AÍ ESTÁ, CRIANÇAS E JOVENS, SEM DISCIPLINA E RESPEITO, COMETENDO CRIMES, POR SABEREM QUE NÃO SERÃO PUNIDOS.
    Aqui na capital/RJ, centro da cidade, à Mídia, diariamente mostra jovens (menores de 18) em bando, assaltando aleijando e matando, pois, sabem que nada acontecerá com eles, mas…as vitimas, se tiverem sorte…sobreviverão!!!
    Até quando veremos essa situação!?!?? Morte ou lesão corporal, o “peso da LEI”, e “Reformatório capaz de recuperação até os 18 anos, e penitenciária educativa, para complementação da “PENA”.
    Lamento dizer, com os 3 podres poderes, dessa DEMOCRADURA”, não vejo LUZ no fim do túnel, em que nos enfiaram.
    Só nos resta a ESPERANÇA em DEUS, em ver o BRASIL caminhar para sua Redenção!!

  10. Boa Tarde!

    Parabéns ao Dr. Diniz, ao Dr. Béja e ao editor, Jornalista Carlos Newton por, mais uma vez, não se omitirem no que aflige a sociedade e o ser humano em nosso país.

    Ao Dr. Béja gostaria de pedir que comentasse, com sua competência, quando for possível, e se julgar relevante, o trabalho acadêmico da Promotora em Infância e Juventude de Barra do Ribeiro/RS, A CONSTRUÇÃO DA RESPONSABILIDADE PENAL DO ADOLESCENTE NO BRASIL: UMA BREVE REFLEXÃO HISTÓRICA.

    O texto citado pode ser lido no sítio a seguir:

    http://www.mprs.mp.br/infancia/doutrina/id186.htm

    Saudações fraternais.

    • Muito agradeço, Billy. Acessei o endereço e me deparei com um trabalho que vou precisar imprimir e depois ler, cuidadosamente. Seu alerta foi importantíssimo. Após, comentarei. Reitero minha posição a respeito, mesmo sem ter lido ainda o trabalho da dra. Promotora do Rio Grande do Sul, terra do nosso amigo Francisco Bendl.

      Não é de hoje que venho pregando que o artigo 228 da Constituição Federal não precisa ser alterado. O caput do artigo continua como está:

      “SÃO PENALMENTE INIMPUTÁVEIS OS MENORES DE DEZOITO ANOS, SUJEITOS ÀS NORMAS DA LEGISLAÇÃO ESPECIAL”.

      Basta acrescentar apenas um parágrafo com a seguinte redação:

      “PARA OS MAIORES DE DEZESSEIS ANOS E MENORES DE DEZOITO ANOS A INIMPUTABILIDADE É PRESUMIDA E DESDE QUE ELIDIDA NA FORMA DA LEI, FICAM SUJEITOS À LEGISLAÇÃO COMUM.

      Na prática: a autoridade judiciária (sempre um Delegado de Polícia) detém o infrator, e por ter ele idade dentro daquela faixa etária, o encaminha, preso ou não (dependendo das circunstâncias), primeiramente, à autoridade judicial competente (sempre um Magistrado), no caso o Juíz da Vara da Infância e Adolescência. De imediato, o juiz submete o menor aos exames médicos forenses, formulando quesitos, dele juiz, do MP e do defensor do acusado, a fim de saber se o infrator tinha consciência e pleno conhecimento da gravidade do ato que praticou.

      Concluindo o laudo pericial negativamente, o processo continua submetido ao Juíz da Vara da Infância e Adolescência, que proferirá sentença firmado no ECA. Concluindo o laudo pericial positivamente, o referido juiz se declara incompetente e remete os autos do processo para o juiz da vara criminal para que o preso responda na forma do Código Penal e Código de Processo Penal.

      Já publiquei na Tribuna da Internet artigo desenvolvendo essa argumentação. Também dei entrevista para o O Globo no mesmo sentido. E ainda enviei exposição de motivo para o deputado federal Jair Bolsonoro. Até hoje minha sugestão não teve repercussão, menos ainda acolhida. Conto, no entanto, com o apoio do nosso editor, Jornalista Carlos Newton, que concorda com a sugestão, conforme CN já escreveu aqui.

      Grato.

      Jorge Béja

      • Dr. Béja, muito obrigado pela sua pronta e generosa atenção.

        Esse preâmbulo aqui já nos coloca na expectativa do que virá depois da leitura do trabalho da conterrânea do Francisco Bendl.

        Um excelente final de semana para o senhor e toda a família, incluindo a daqui desse espaço democrático.

        Boa Noite.

      • -Colocação perfeita, por isso será sumariamente ignorada pelos nossos parlamentares.
        -Tá muito simples, eficiente e sem brechas legais onde possa se encaixar em algum filho de algo!

  11. Há pouco tempo quando do segundo fuzilamento do brasileiro por tráfico de drogas. Muitos condenaram esta pena, depois deste crime e tantos outros hediondos que vem ocorrendo neste país da impunidade impunidade. Acho que algo deveria ser mudado, para tais tipos de crimes deveria existir a pena capital. Chega de tantas pessoas inocentes ficarem perdendo a vida para seres humanos desprezíveis que não merecem desfrutar este mundo. Pelo fim da maioridade penal. Se não querem a pena de morte, que deixem estes seres apodrecerem na cadeia.

  12. O assassinato extremamente cruel do médico Jayme Gold foi um divisor de águas na nossa criminalidade. Foi realizado com requintes de crueldade. O “adolescente” não só perfurou como também rasgou vários órgãos importantíssimos do corpo do médico. Foi rasgando, de baixo para cima, os pulmões, o estômago e outros dois órgãos fundamentais à vida.
    Moro na Lagoa há mais de 30 anos. Lugar lindíssimo, onde meus quatro filhos e eu mesma, andamos muito de bicicleta, sem maiores problemas. Hoje, é impossível. Por quê? Primeiro eles atacam, depois de terem atacado a vítima e derrubado, eles levam os pertences da vítima. Não dá mais para haver aquela clássica recomendação: “Não reaja. Seja inteiramente passivo”. Eles atacam por trás, pelas costas, seja esfaqueando ou asfixiando a vítima. DEPOIS, roubam o que querem. Que país é este????
    Os contribuintes têm que pagar impostos escorchantes, para ter retribuição zero. Este é o país dos PTralhas. Estamos no fundo do fundo do poço, infelizmente. Se não houver uma guinada de 180 graus, não sei o que acontecerá na próxima década. Tenho 6 netos pequenos. Pergunto-me qual será o país que eles encontrarão quando se tornarem adolescentes e jovens. Tenho muita amargura ao dizer isso.
    A morte absurdamente cruel desse médico trouxe uma carga enorme de simbolismo a toda a nação honesta e trabalhadora brasileira. Uma carga extremamente triste e amarga. Bons médicos salvam vidas. Ironicamente, o Dr. Jayme Gold teve sua vida ceifada por um ser ignóbil, produto de uma política ignóbil estimulada pelos ” direitos humanos”, que só se preocupam com os agressores, nunca com os agredidos. Vide a postura da Maria do Rosário e do desembargador Siro Darlan, entre outros. Lamentável. Não há palavras adequadas e suficientes para expressar o que sentimos quanto ao quadro desolador que se instaurou no país e e nossa cidade> Nossa? Ou dos criminosos? GTenho a sensação nítida de que o espaço público pertence aos bandidos. Nós,temos que ficar dentro dos nossos condomínios e circular em carros blindados. A que ponto chegamos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *