Na ação contra Lula, todos mentiram, exceto os sábios ministros do Supremo

Resultado de imagem para supremo charges

Charge do Sponholz (sponholz.arq.br)

Francisco Vieira         

O jurista Jorge Béja assinalou aqui na Tribuna da Internet que “a decisão do Supremo foi improvisada, fora das regras”. Acontece que no Brasil de hoje quem segue regras é o cidadão e os magistrados que tenham princípios e que procuram a aplicação imparcial da Justiça. Bandido não se preocupa com as “regras” ou com a “letra da lei”, ainda mais quando não pode ser cobrado por ninguém. E quando segue as leis não é por que gosta, mas é porque tem medo das sanções. Sem esse medo, “a lei sou eu” se instaura.

Um jurista reto, como o Dr. Béja, segue as leis e cobra o cumprimento delas, mas e quem vive em conluio com bandidos? No país dos ladrões de gravata, seguir as leis é provocar “maré de autoritarismo.”

MAS LÁ FORA… – Quando esses mesmos tipos de doutores que criticam o autoritarismo viajam aos Estados Unidos, ficam pianinhos na hora de tirar os sapatos, na hora de dar a bênção para os policiais da alfândega ou diante dos magistrados. Nunca vi nenhum deles reclamar na imprensa do “autoritarismo alfandegário americano”, se negar à vexatória revista e dizer que nunca mais voltará àquele país “autoritário”.

Só reclamam do “autoritarismo” na terra onde canibalizar os recursos dos miseráveis da própria nação se tornou a profissão da maior parte da elite, da qual se nutrem.

Como os nossos ministros não têm vergonha, talvez algum filho ou filha, netos, algum parente, algum vizinho, algum amigo, ao olhar para a cara deles, demonstre desprezo pelo nível de barbárie e de destruição que trouxeram ao país, ao favorecem a impunidade dos criminosos de elite, porque no Brasil pobre vai para a cadeia.

TODOS MENTEM – No caso de Lula e seu habeas corpus, só há uma explicação. As testemunhas mentiram e Polícia Federal também mentiu no inquérito e mandou para o Ministério Público. O Ministério Público pegou o inquérito mentiroso e transformou numa acusação mentirosa e enviou ao juiz Sérgio Moro, que deu uma sentença mentirosa. E houve recurso para o TRF-4 (Tribunal da Lava Jato) que deu um acórdão mentiroso. E então os advogados de Lula pediram liminar ao STJ, que também mentiu, ao recusar por unanimidade. Todos mentiram, não existe outra explicação.

A não ser que os magistrados do Supremo estejam protegendo bandido. Nada poderia ser mais imoral neste planeta do que o comportamento desses supremos juízes desta terra de bárbaros chamada Brasil.

22 thoughts on “Na ação contra Lula, todos mentiram, exceto os sábios ministros do Supremo

  1. No Brasil já existe mais democracia há algum tempo. O que existe é a cleptocracia, o governo de ladrões.

    E os inúmeros ladrões que detém o poder são beneficiados pelas nossas próprias leis, e pelos órgãos da justiça com os seus agentes, sempre dispostos a tudo o que for necessário ser feito para ampará-los, em detrimento da parcela honesta e trabalhadora do país.

    E ainda fazem com que a cleptocracia tenha que ser chamada de “Estado Democrático de Direito”.

    Onde, para o rei e os amigos do rei: tudo! Para o resto: a lei…

    • Caro leitor e comentarista Isaac Mariano,
      De fato, os inúmeros ladrões que detém o poder são beneficiados pelas próprias que eles mesmos produzem.
      Mais uma vez transcrevo o pensamento da filósofa russo-americana Ayn Rand, porque se encaixa perfeitamente ao que observou o leitor desse blog incomparável.
      “Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você; quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto-sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada.” (Ayn Rand)

      • Onde se lê “De fato, os inúmeros ladrões que detém o poder são beneficiados pelas próprias que eles mesmos produzem.” leia-se “De fato, os inúmeros ladrões que detém o poder são beneficiados pelas próprias leis que eles mesmos produzem.”

  2. Eu já havia dito em outras postagens que o judiciário brasileiro é o pior dos poderes da ré publica …..

    Alguém ainda tem dúvida ?

    Basta ver as decisões dos Sinistros !!

    E agora quem poderá nos defender ?

  3. Bagaçado

    Nós a maioria do povo honesto e trabalhador já não temos esta dúvida fazem muitos anos. Desde fhc já sabíamos disto.

  4. Meu caro Isac,

    Eu tinha dado boa tarde, pois ia ver filmes.
    Mas, posso fazê-lo mais tarde, à noite, em face de que os temas abordados pela TI são importantes, e não consigo deixar de postar a minha opinião, a minha interpretação, o que penso a respeito.

    Pois assim como escreveste, tenho registrado que esta democracia brasileira é falsa, solerte, interessa somente a uns e outros porque o sistema é mantido, a cleptocracia!

    E adicionei o seguinte:
    Que o STF faz parte desse plano elaborado de dominar o país e povo, a começar pelo nível dos escolhidos por Lula e Dilma, altamente comprometidos politicamente com o PT!

    O julgamento sobre o HC que livraria Lula da prisão amanhã, trata-se de um primor à desfaçatez, uma ofensa ao Direito, uma agressão às leis.

    Moro deve prender Lula no dia seguinte que a 4ª Região decidir sobre os Embargos de Declaração, pois ainda está em vigor – e que os doutores Béja, Belem Werneck e Newton me ajudassem – a decisão do plenário em 2016, concedendo à Segunda Instância que pode determinar a prisão do réu!

    Ora, se não foi julgado essa decisão, se continua ou será interrompida, e como não se julgou o mérito do pedido do ladrão e genocida, ele pode ser preso, na minha ótica!

    Até porque não existe uma Liminar em cima de outra Liminar, ou seja, uma excrescência a decisão de Lula não ser preso até 4 de abril porque um ministro teve de viajar!?

    Mas esta democracia farsante tem mais causas que podemos afirmar que se trata de uma pantomima, principalmente quanto à impunidade e diferenças salarias, somadas às discriminações contra o povo em termos judiciais.

    Enfim, trata-se do que venho repetindo à exaustão:
    O povo brasileiro hoje é somente para obedecer e outorgar poderes, além de pagar a conta dos esbanjamentos, orgias e bacanais com o dinheiro nosso, público, em forma de tributos!

    Um abraço.
    Saúde e … LUTA!

  5. Vamos ver se estes sujeitos (não falo palavrões aqui), do STF, são mesmos corajosos.

    A coisa tá feia e ficará incontrolável.

    O Brasil é muito grande e tem maluco pra tudo.

    E como diz o nosso colega, Virgílio: “A História se Repete”.

  6. Enfim, chegamos ao fundo do poço. Quando a justiça acaba, então acaba o país. Nem no velho oeste americano a lei foi tão vilipendiada como, agora, no Brasil. O retrocesso imposto pelo STF nos remete à idade da pedra e vamos precisar de mais mil anos para nos recuperar. Hoje, tenho vergonha de ser um brasileiro da República do STF pois a República do Brasil acabou.

    • Rapaz, a solução mais fácil era botar o Michel [Temer]… É um acordo, botar o Michel, num grande acordo nacional, sugere Machado.

      – Com o Supremo, com tudo, afirma Jucá.

      – Com tudo, aí parava tudo, anuncia Machado.

      – É delimitava onde está, pronto, afirma o senador peemedebista.

  7. Paulo2,

    Sem dúvida, um país sem ordenamento jurídico não se mantém em pé.

    Mas, o problema brasileiro é mais grave!

    Existe, sim, o Judiciário, porém atuando contra o povo!

    Os crimes cometidos pela população são julgados, condenados e presos, muitos apenas em Primeira Instância, quanto mais no Supremo.

    O descaramento da alta corte se manifesta com a impunidade que estabelece para os membros do executivo e legislativo!

    A forma abjeta e deletéria que está sendo planejada pelo STF para acabar com a operação Lava Jato, em face do comprometimento político da maioria de seus ministros!

    Ora, essa conduta é não só condenável como deve ser proibida, impedida, razão pela qual o desequilíbrio que ocasiona ao país quanto à instabilidade das decisões do Supremo, permanentemente em favor de criminosos, ladrões e corruptos!

    Pois esta atuação causa revolta, indignação, submetendo o cidadão ou para acatar essas ofensas ou reagir contra meia dúzia de indivíduos que se acham donos do Brasil!

    Enfim, se confirmarem que Lula não vai ser preso dia 4 de abril, abrindo as portas para que milhares de bandidos sejam soltos, o STF se candidata para um impeachment geral!

    Os ministros retesarão a corda até rebentá-la?

    E se este é o plano, pensam em quê?!

    Um abraço.
    Saúde e … LUTA!

  8. Muito agradeço, prezado Francisco Vieira, as referências a mim feitas. Seu artigo é real, verdadeiro e retrata uma triste e decepcionante etapa da história do nosso Brasil.

    Mas Francisco, tem mais para somar. Não foram apenas aqueles que o artigo indica que “erraram”. Foram 15 magistrados que erraram. E o acerto ficou apenas com 6 ministros do STF.

    Sim, 15 magistrados: o juiz Moro + 3 desembargadores do TRF-4 + o presidente em exercício do STJ que negou liminar ao HC de Lula + 5 ministros da Turma que também negaram e +
    5 ministros do STF que não concordaram com o adiamento, sinal de que iriam (e vão) indeferir o HC.

    Forte abraço.

  9. Já postei hoje aqui, que um dos caminhos viáveis, para ressuscitar o Brasil, seria a magistratura, se rebelando com os desmandos do STF.

    O STF, rasga a constituição, Leis e jurisprudências, e eles ficarão inertes, calados, acovardados, escondidos embaixo de suas togas, vendo uma gravíssima afronta a todos os brasileiros de bem, tão somente para salvar um vagabundo desclassificado e seus cúmplices?

    E os bandidos facínoras, estupradores e toda a espécie de marginais, que serão soltos, nessa esteira de descalabro, expondo a sociedade, os Juízes com honra e dignidade ficarão quietos?

    E a OAB, de passado tão tão glorioso, que há muito esqueceu suas obrigações com a nação brasileira?

    Que Vergonha!

  10. Na mesma linha de pensamento eu me pergunto por que a justiça mantém o julgamento em primeira instância, se alguns juizes do STF acham direito sagrado do criminoso só poder ser preso após apelar á Corte Suprema.
    Um entendimento que parece dominar as redes é que o STF é cúmplice com os criminosos. Nesse caso só uma revolta popular ou a intervenção militar as duas podem fazer os traidores do povo recuarem. Não dá, tem que botar pra quebrar!

    • Em parafuso está o Supremo Tribunal Federal deste país que tudo faz para defender o criminoso poderoso, e já condenado até na segunda instância.

      Um Supremo capaz de atropelar leis, regimentos, e o que vier pela frente. E que assim apunhala ainda mais a tão ineficiente justiça brasileira.

  11. O Francisco Vieira está revoltado. Mas não tem razão; Analisa tudo como um torcedor do Corintias ou do Flamengo. Esquece que tem árbritos no jogo. O indivíduo estuda 30 anos passa por diversos cargos e vem o Fracisco Vieira dizer disparates. Eu também acho muita coisa errada. Mas o que fazer? Pegar uma borduna e sair matando juizes. Ou seguir a “Lei de Linch”. Sabes Francisco qual é a lei de Linch? Procura saber.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *