Na Agrishow, Bolsonaro é recebido com faixas, aplausos e gritos de “mito”

Charge do Sandro Schmidt

Deu em O Tempo
(Estadão Conteúdo)

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ), pré-candidato a presidente da República, centralizou as atenções na abertura da 25ª Agrishow, em Ribeirão Preto (SP). Na entrada da principal feira do agronegócio da América Latina, faixas de apoio ao parlamentar foram estendidas às margens da rodovia de acesso.

Antes da cerimônia de abertura, Bolsonaro foi o único político recebido com aplausos e gritos de “mito”. A cerimônia de abertura da 25ª Agrishow teve a presença do ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, além de políticos e lideranças do setor.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGDigam o que quiserem, pensem o que bem entenderem. A verdade é que Bolsonaro é hoje um dos maiores líderes do país. Pode até ficar em segundo lugar e não ser eleito, mas daqui para a frente vai influenciar muito o transcorrer da política nacional. (C.N.) 

17 thoughts on “Na Agrishow, Bolsonaro é recebido com faixas, aplausos e gritos de “mito”

  1. Bolsonaro, um capitão que deixou a farda para continuar na mediocridade de sua natureza é adorado pelos mesmos que votaram em color. Uns cooptados que não sabem nem o significado da palavra mito. Uma lenda a ser desmascarada pela história.

    • Com a devida vênia, não é justo generalizar os eleitores de Bolsonaro.
      Eles vêm de vários lugares e camadas sociais.

      São os mais diversos motivos que fazem alguém acreditar nele, mas o carro-chefe é, comprovadamente, NÃO SER CORRUPTO.
      Isto deveria ser a regra, mas é a exceção.

      O outro é a luta pela manutenção dos valores que fundamentam e sustentam a família.
      Não votei no Collor e nunca tive simpatia por ele.
      Mas vou votar no Bolsonaro, sem dúvida.
      Na paz.

  2. Lula X Bolsonaro e vice-versa, tentáculos e dependentes outra vez, ninguém merece, pelo amor de Deus. Tudo armado. Tudo farinha do mesmo saco partidário eleitoral e golpista ditatorial. É a mesma turma que fazia as me$ma$ coisa com o Collor, “o caçador de marajás”, p. ex., amigo íntimo do famigerado PC Farias, muito dos quais morreram acabaram infartados e falidos com o confisco da poupança. Coitado do Brasil, e do povo brasileiro, sincero, que é condenado a essas coisa$ e coiso$ do partidarismo eleitoral, do golpismo ditatorial e dos seus tentáculos, velhaco$, que nos enrolam há 128 anos. Tem que por o fato novo de verdade na parada para bater de frente contra ambos (direitalha, centralha e esquerdalha, malandra$) senão essa merda de república 171 não vai mudar nunca. Pelo amor de Deus, Basta, Chega dos me$mo$, Fora todos, Democracia Direta Já, como propõe a RPL-PNBC-DD-ME, porque evoluir é preciso.

  3. E o tipo do candidato que agrada o povão: alegre, com frases feitas de efeito. fala aquilo que os menos informados querem ouvir. Conforme disse o caro Mauro Jansen: adorado pelos mesmos que votaram no Collor. Pode até ganhar as eleições.
    Collor, FHC, Lula, Dilma foram os candidatos do povão. Agora é a vez do Bolsonaro. O Brasil, não merece.

  4. Bolsonaro é a versão-2018 do Collor de Melo, com uma grande diferença. Apesar dos pesares, comparado ao Bolsonaro, reconheço o Collor de Melo, como inteligente, erudito, e dotado de excelente oratória, mas é um fanfarrão repleto de bravatas; a mesclagem desses predicados, impressionou os eleitores. O Bolsonaro, coitado; é limitado as fanfarras e bravatas e impressiona apenas uma parcela de eleitores desinformados. Se for eleito, tem tudo pra ser outro desastre nacional.

  5. Queiram ou não o Bolsonaro será o próximo Presidente do Brasil.
    Vai limpar o lixo que a esquerda entulhou por anos e que prejudica o orçamento da União.
    São inúmeros funcionários públicos que nada produzem, só vão lá para dependurarem seus paletós e lerem jornais.
    Acho que existem gente melhor do que o Bolsonaro mas a esquerda bateu tanto nele que virou ídolo dos eleitores que detestam lularápio e seu quadrilhão de saqueadores do erário.

    • Concordo com os seus argumentos e acrescento: os que malham Bolsonaro e outros políticos que, certamente, não são parceiros dele, não citaram um só nome que identifique suas posições políticas.

      É só falar mal e denegrir a imagem de Bolsonaro, aproximando-o de políticos da pior espécie, mas estas mesmas pessoas não se posicionam politicamente.
      Gostaria de saber: QUE BANDEIRA DEFENDEM? Quem são seus candidatos?

  6. Bolsonaro 2018, no primeiro turno, sem mais comentários.
    Para escorraçar esta esquerda corrupta e nefasta.
    Brasil, acima de tudo.
    Na internet:
    40 razões para votar em Bolsonaro.
    Eu acrescento:
    se uma delas não for verdade, então não vote.

  7. Enquanto disponibilizamos todos os recursos do nosso discernimento tacanho, para as futricas politiqueiras, um mal insidioso e bem mais devastador vai adoecendo a geração vigente e, ao mesmo tempo, programando-a
    para deixar como legado uma posteridade anômala: já que muitos desses agentes são mutagênicos, ou seja, capazes de causar alterações genéticas.
    Refiro-me aos aditivos dos produtos alimentícios – in natura, pré-elaborado, processado e/ou conservado – quer seja sólido, líquido e até gasoso.
    Recentemente, a TV Globo divulgou uma pesquisa, assinalando que em quinhentos municípios brasileiros, dos 5.570, câncer já figura como a primeira causa mortis; superando infarto do miocárdio e AVC. Dessas unidades municipais, 80% estão na Região Sul. Coincidentemente, a porção do país, onde a agricultura, avicultura, pecuária etc., são mais “envenenadas”, por conta de hormônios, esteróides, anabolizantes, pesticidas, fertilizantes dentre outros “milagres da alquimia contemporânea”. Numa nação de extensa fronteira seca, impedir o tráfico de armas e drogas, não é possível. Imaginem controlar o contrabando desses produtos químicos, os quais vêm pra cá com o inocente propósito de “baratear e incrementar” a nossa produção de alimentos. Assim são importados despercebidamente: benzopireno, formol, pentaclorofenol (pó da China) – os três são altamente cancerígenos. O formol, por ser mais vulgar, tem sido empregado em múltiplas aplicações, tais como: alisante capilar, acelerador de amadurecimento de frutas; conservante de leite, pescados….. Embora se saiba que o formol além de provocar câncer, ele também é coagulativo – deixando quem o absorve mais vulnerável à trombose, infarto, derrame e distúrbios renais. O açúcar industrializado se apresenta, de igual modo, na condição de insumo pernicioso, eleito pela Organização Mundial da Saúde como vilão da humanidade.
    Nunca, noutros tempos idos, a população foi tão acometida de patologias relacionadas aos ossos: coluna, mal de Paget, osteoporose, artrose etc. Assim como obesidade e diabetes. Enfim, haveria um nexo de causalidade entre estas enfermidades e uma alimentação insalubre? Claro que além da dieta alimentar, fatores ambientais e psicológicos também podem concorrer para a desarmonia que ora se constata: poluição nas suas mais diversas formas e vida agitada; são os principais ingredientes de descompensação desta segunda hipótese.
    Para aqueles que já leram as profecias de Baba Vanga, pertinentes ao tema aqui abordado; isto pode tratar-se apenas de uma previsão que se está consumando. Todavia, para quem crer na força do instinto de sobrevivência, como instrumento bastante para barrar quaisquer ameaças à nossa espécie; a esse cabe mobilizar-se e cobrar de alguém de direito e dever um modelo de geração de nutrientes que não vise tão-somente à ganância da cadeia, que vai da fonte de produção até o distribuidor final.

    • Paulo III! Se tiver um tempinho investigue, no Google, os tópicos que poderão estar ligados ao seu comentário. Clique em: Despopulação Mundial, Codex Alimentarius, Caixões da Fema, Nova Arca de Noé e conexos…

    • A Tribuna da Internet perdeu a dignidade ou alguns comentaristas jamais a tiveram ou ambos?

      A discriminação e preconceito contra o RS ofende a qualquer cidadão que se julgue mesmo brasileiro.

      O comentário acima sobre a alimentação do gaúcho, que se estendeu para todo o Brasil, pois as churrascarias são os restaurantes que mais se proliferaram nesta nação levando este hábito alimentar para todo o país, trata-se de uma ofensa à sensatez, e ode ao ridículo, à imbecilidade.

      E percebe-se nitidamente a inveja que sentem pelos sulistas, então as agressões, os rótulos, as apelações.

      Evidente que só se salientam através de codinomes, caso contrário não teriam coragem suficiente para postar textos tão idiotas e abjetos quanto tenho lido sobre o valoroso Estado brasileiro, o Rio Grande do Sul.

      No entanto, esta é a diferença de quem se alimenta bem e de quem apenas se preocupa com o físico:
      Enquanto o gaúcho come muito bem, pensa, é inteligente, e tem seu lugar na história do Brasil, os que somente cultuam seus corpos escrevem asneiras, mostram um cérebro esfaimado, raquítico, e dele jamais brotam ideias ou pensamentos que sejam úteis, além de se lamberem de vontade de comer um lauto churrasco – que devoram quando sozinhos -, criticando um hábito dos mais saudáveis e necessários à vida:
      A ingestão de carne, de proteínas.

      Dessa forma, evidencia-se o verdadeiro comentarista daquele que nada tem a dizer:
      Os primeiros registram seus textos com conhecimentos de causa, cultura, educação e respeito;
      Os segundos, apenas postam a mediocridade de suas mentes, as limitações pela falta de estudos, as críticas contra aqueles que jamais serão iguais, logo, a carência de dignidade no que escrevem!

      Quanto mais os idiotas e imbecis falarem mal do meu RS, mais se evidencia o quanto precisam crescer como pessoa e ser humano.

      Churrasco é bom para essas deficiências!

  8. Bolsonaro pode ser qualquer coisa, menos líder. Um líder de verdade tem seguidores conscientes do que pensa seu líder, no caso do Bolsonaro é impossível saber o que ele pensa de bom para esse pais, pq frequentemente só fala besteiras

  9. Porque teria inveja de pocilga, se nasci na capital do Império e da República da pocilga ? Damos um banho de cultura até em paulista hein amigo,kkk

  10. Bolsonaro é um ser mitológico: corpo de homem e cabeça de burro?
    Bem, voto Bolsonaro com alegria e esperança. Considero que a charge foi grosseira (jamais fariam isso com um candidato de esquerda em ascensão), mas é direito do desenhista militante fazê-la.
    Não somos petistas. Somos democráticos e pacíficos, mas combativos.
    Estaremos pacíficos até mesmo se fraudarem novamente as eleições. (Espero francamente que implantem um sistema melhor de urna, como o argentino, ou façam no papel e caneta).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *