Na canoa da bossa nova, a homenagem de João Donato e Lysias Enio à Amazônia

Resultado de imagem para João Donato e Lysias Enio

Lysias, Donato e a cineasta Tetê Moraes

Paulo Peres

Site Poemas & Canções
 
O economista, escritor, poeta e letrista carioca Lysias Enio de Oliveira, irmão e parceiro do músico acreano João Donato, explica que a saudade o obriga regressar ao “Amazonas”. A bossa nova “Amazonas” faz parte do LP Piano of João Donato – The New Sound of Brazil, gravado, em 1965, na RCA (USA).
 


AMAZONAS
João Donato e Lysias Enio

Vou embora
Tá na hora de voltar pro Amazonas
Na cidade, na saudade choro tanto
Que meu pranto feito rio
Se fez mar…
Vou embora
Com a viola companheira do meu canto
Vou sozinho meu caminho caminhando
Vou cantando pra tristeza espantar
Vou armar a minha rede
Com a morena me embalar (sonhar)
Sonho livre
Como a garça voa livre pelo espaço
Vou descer meu rio abaixo de canoa
Vida boa de ter tempo pra sonhar
Vou fazer uma palhoça
Com a morena vou morar (e amar)
Vou ser livre
Como livre vai correndo o Amazonas
Na canoa deslizando em suas ondas
Vou seguir o seu caminho para o mar

6 thoughts on “Na canoa da bossa nova, a homenagem de João Donato e Lysias Enio à Amazônia

  1. Amazônia, a Pasárgada do Brasil. A floresta amazônica, a principal cobertura verde do Planeta Terra; o rio Amazonas é o nosso Soberano. A pororoca, o encontro das águas com o Atlântico, é brasileira. “Tudo isto é teu, oh meu BRasil, ele por certo é brasileiro, brasileiro como eu” Parabéns, João Donato e Lysias Enio que trouxe e exaltou os valores da Amazônia; parabéns, Paulo Peres e Carlos Newton por nos trazer poeticamente, o Amazonas

  2. https://youtu.be/1bcXfW6WO9k
    Uirapuru – Nilo Amaro e seus cantores de ebano

    Uirapuru é ave simbolo do Amazonas .
    Canto inesquecivel com os cantores de ébano

    Uirapuru, uirapuru,
    Seresteiro, cantador do meu sertão,
    Uirapuru, ô, uirapuru,
    Tens no canto as mágoas do meu coração.

    A mata inteira, fica muda ao teu cantar,
    Tudo se cala, para ouvir tua canção,
    Que vai ao céu, numa sentida melodia,
    Vai a deus, em forma triste de oração.

    Refrão

    Se deus ouvisse o que te sai do coração,
    Entenderia, que é de dor tua canção,
    E dos seus olhos tanto pranto rolaria,
    Que daria pra salvar o meu sertão.

    Uirapuru, uirapuru,
    Seresteiro, cantador do meu sertão,
    Uirapuru, ô, uirapuru,
    Tens no canto as mágoas do meu coração

  3. Paulo Peres, sua postagem de hoje me levou à bela Uirapuru, dos cantores de Ebano e Nilo Amaro, quase que caio na ladeira de tanta sodade. Eles, Nilo Amaro e seus cantores de Ebano têm lugar na música brasileira, merecidamente. Uirapuru e Leva eu minha saudade são dois grandes clássicos do conjunto.
    Eita que saudade matadeira!

    • Carmen, fui amigo do grande cantor Noriel Vilela, que era o vocalista dos Cantores de Ébano, com sua voz grave e aveludada. Noriel morreu muito novo, de tanto beber. Aliás, nunca vi ele comer nem mesmo um ovo cozido no boteco que frequentávamos, em Laranjeiras: o Café e Bar Poço do Canto.

      Abs.

      CN

      • Obrigada, Carlos Newton. Transmissão de pensamento, pois eu ia pedir para você confirmar se era Nilo Amaro o dono da voz grave. Não sabia que era Noriel Vilela. Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *