Na corrida ao Planalto, a rejeição a Haddad vira novo obstáculo para o PT

Resultado de imagem para hADDAD charges

Charge do Sinovaldo (Jornal VS)

Bernardo Mello Franco
O Globo

O favoritismo de Jair Bolsonaro não é mais o único problema do PT. A pesquisa divulgada ontem pelo Ibope mostra que Fernando Haddad passou a enfrentar um novo obstáculo. Pela primeira vez na campanha, seu índice de rejeição ultrapassou o do adversário.

De acordo com o levantamento, 47% dos eleitores descartam votar no petista. Isso significa que a rejeição a Haddad disparou nos últimos dias. Na véspera do primeiro turno, o índice era de 36%.

No caso de Bolsonaro, deu-se o inverso. Pelos números do Ibope, 35% dos eleitores não admitem votar nele “de jeito nenhum”. Na pesquisa anterior, o capitão era rejeitado por 43%.

FAKE NEWS??? – Os petistas associam a maré contra Haddad ao bombardeio de fake news nas redes. O petista tem sido alvo de uma onda de ataques abaixo da cintura. Já foi acusado até de defender o incesto, em postagem do bolsonarista Olavo de Carvalho.

A artilharia produziu efeito, e o petista teve que ir para a defensiva. Ontem ele levou a mulher e os filhos para a TV, num esforço para rebater a ideia de que seria um inimigo da família tradicional.

OFENSIVA VIRTUAL – Com o TSE de braços cruzados, Bolsonaro colhe os frutos da ofensiva virtual. Segundo o Ibope, ele abriu uma vantagem de 42 pontos entre os evangélicos. No contingente, sua vitória sobre Haddad seria um massacre: 66% a 24%.

A esta altura, reconquistar estes eleitores parece uma missão quase impossível para Haddad. Ainda mais com as máquinas das maiores igrejas neopentecostais, como a Universal de Edir Macedo, atuando abertamente para o capitão.

TEMER NÃO SE EMENDA – A menos de 80 dias de passar a faixa ao sucessor, Michel Temer não muda. Nem os hábitos, nem as companhias.

Logo mais, às 18h, o presidente abrirá o Palácio do Planalto para receber a visita de Valdemar Costa Neto. Ele mesmo, o ex-deputado condenado e preso no mensalão.

9 thoughts on “Na corrida ao Planalto, a rejeição a Haddad vira novo obstáculo para o PT

  1. Para o jornalante (misto de jornalista e militante), os culpados pela derrota do poste do líder da ORCRIM são:

    1. Fake news (dos outros, não do PT que é a própria fake news).
    2. Olavo de Carvalho.
    3. TSE de braços cruzados.
    4. Evangélicos.

    Sempre a culpa é dos outros, afinal o deus Lula e sua seita têm o dom da infalibilidade concedido pelos luminares da embromologia acadêmica.

    Não percebe , ou não quer perceber que o povo se cansou da arrogância, roubalheira, chatice e mentiras do PT e seus assemelhados. O Cid Gomes esfregou isso na cara dos petistas, mas não vai adiantar porque eles são psicóticos que perderam a noção da realidade.

    No fim do artigo, para não perder o costume e dar vazão à necessidade de agredir, chuta o “cachorro morto” Michel Temer dizendo que ele recebeu Valdemar Costa Neto no Palácio. Como bom fanático da seita vermelha, esquece que o citado meliante também foi muitas vezes recebido pelo outro meliante que se encontra agora naquele xilindró e Curitiba.

    • Todo “jornalista” que se refere ao deputado como “capitão” ou “militar reformado” usando de ironia (figura de retórica usada por pessoas inteligentes) deveria declarar, com provas, onde prestou o serviço militar obrigatório. Afinal, isso é dever de todo brasileiro patriota.

  2. Entenda por quê militares venezuelanos apoiam Maduro

    Por que, na pior crise da Venezuela em décadas, os militares apoiam o presidente Nicolás Maduro?

    Um militar ativo e dez na reserva ocupam 11 dos 32 ministérios, incluindo Defesa, Agricultura e Alimentação.

    As Forças Armadas têm 1.000 generais, quando precisa de apenas 200.

    Várias instituições geridas pelos militares são acusadas de corrupção por líderes da oposição.

    Maduro foi inteligente ao envolver as Forças Armadas em questões tão difíceis de resolver como a escassez, porque assim passam a fazer parte do problema.

    https://goo.gl/GqbvHY

    Qual candidato tem apoio dos militares? Quem deseja estabelecer um ministério civil militar? A esquerda no Brasil, o PT em particular, nunca teve apoio dos militares. Quem sempre teve apoio dos militares aqui no Brasil é a direita. Se existe alguma chance do Brasil virar um governo civil militar não será com Haddad.

    • Alex Cardoso, os militares apoiam Maduro porque eles se venderam a Chávez.
      Talvez seja esse o erro do mais corrupto dos partidos.
      Se Lula tivesse feito um esquema para corromper os militares, em vez de criar o Mensalão e o Petrolão para controlar políticos e empreiteiras, talvez o Brasil já seria uma Venezuela.
      É preciso método mesmo na canalhice.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *