Na eleição da Colômbia, a pesquisa foi massacrada

Nas vésperas da eleição, os “institutos”, com toda a convicção, divulgavam: empate técnico entre os dois candidatos. Nenhuma vantagem para o nome apoiado pelo presidente Uribe, e o adversário.

Ontem mesmo, realizada e apurada a eleição, o ex-ministro da Defesa, Juan Manuel Santos (situacionista) teve 46 por cento dos votos, o ex-prefeito de Bogotá, Antanas Mocklus (oposiconista), apenas 21%. Isso é comum com esses “institutos” arrogantes, fiquem atentos com as previsões feitas aqui no Brasil.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *