Na poesia de Mário Quintana, a importância do “calor animal” apimentando o encontro com a amada

Com o tempo, não vamos ficando sozinhos apenas pelos que se foram, vamos ficando sozinhos uns dos outros.... Frase de Mario Quintana.Paulo Peres
Poemas & Canções

O tradutor, jornalista e poeta gaúcho Mário de Miranda Quintana (1906-1994), no poema “Bilhete com Endereço”, fala do querer, do amor e do desejo que ele quer daquela pessoa, ou seja, o calor animal dela.

BILHETE COM ENDEREÇO
Mário Quintana

Mas onde já se ouviu falar
Num amor à distância,
Num tele-amor?!
Num amor de longe…
Eu sonho é um amor pertinho
Um amor juntinho…
E, depois,
Esse calor humano é uma coisa
Que todos – até os executivos – têm.
É algo que acaba se perdendo no ar,
No vento
No frio que agora faz…
Escuta!
O que eu quero,
O que eu amo,
O que desejo em ti,
É o teu calor animal!

2 thoughts on “Na poesia de Mário Quintana, a importância do “calor animal” apimentando o encontro com a amada

  1. 1) Grande Quintana, não precisa de elogios.

    2) Licença… Estrofe de Ouro
    Antonio Carlos Rocha

    “Preconceituosos
    falam muito mal
    meu Nordeste lindo
    Medalha de Ouro
    sem igual, que legal”.

    3) Minha homenagem ao potiguar Ítalo Ferreira que, no Japão, ganhou a primeira Medalha de Ouro do Surfe, Olimpíadas 2021. Ele nasceu na cidade Baía Formosa, RN.

    4) Esclarecendo o primeiro verso da minha trova de hoje: muitos preconceituosos falam mal do Nordeste querido, quem age assim, não tem noção, não tem coração.

  2. 1) Licença … aqui é a coluna de Cultura da TI… desculpem comentar mais uma vez…

    2) Estou perplexo, o sistema Lattes do CNPq está fora do ar, há 4 dias, a primeira informação é que não existia backup, mas a nova informação é que existe sim…

    3) O esforço (muitas vezes de toda uma vida) de pesquisadores, estudiosos, cientistas, acadêmicos e afins, por enquanto foi para o espaço…

    4) Eu sei que tudo é impermanente, mas a notícia me deixou surpreso…

    5) https://www.brasil247.com/brasil/apos-4-dias-fora-do-ar-cnpq-diz-que-repara-problema-do-sistema-lattes-e-que-nao-ha-perda-de-dados

    6) Mesmo que recuperem, em parte, é um tapa na Ciência Brasileira.

    7) Infelizmente lembro de antiga canção do Juca Chaves, anos 1960: “O Brasil pro beleléu”…

    8) Meu registro no Currículo Lattes, certamente, está em órbita… tadinho.. tchau querido… ainda bem que sou das antigas e tenho tudo no papel…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *