Na reta final, 81% querem Michel julgado pelo STF, demonstra o Ibope

Resultado de imagem para 81% contra temer charges

Charge do Oliveira (Humor Político)

Pedro do Coutto

Pesquisa do Ibope, divulgada na tarde desta segunda-feira pela Globonews, revela que 81% da população brasileira são favoráveis a que o presidente Michel Temer seja julgado pelo Supremo Tribunal Federal sob acusação de corrupção passiva, formulada pelo procurador-geral da República Rodrigo Janot. A pesquisa acrescenta mais uma explosão nas articulações políticas que o Palácio do Planalto vem empreendendo para bloquear que o processo passe à esfera da Corte Suprema.

O processo depende da autorização da Câmara dos Deputados e o tema começa a ser debatido naquela Casa do Congresso Nacional. Sem dúvida alguma, a pesquisa do Ibope representa um obstáculo às ações do governo para encerrar a discussão do tema e, se possível, votar ainda nesta quarta-feira o desfecho da matéria, na tentativa de reduzir o desgaste do governo.

FISIOLOGIA PURA – Esse desgaste cresceu muito nos últimos dias, sobretudo depois que a opinião pública brasileira tomou conhecimento das investidas governamentais à base da prática fisiológica de trocar votos na Câmara por verbas ou cargos no governo.

O Planalto tem agido assim, inclusive como ontem afirmou o ministro Eliseu Padilha à Folha de São Paulo, dizendo que aqueles que indicaram representantes na administração pública, se não votarem a favor de Michel Temer, terão seus indicados exonerados.

São os que ocupam cargos de confiança e direção, inclusive nas empresas estatais.Com isso, Padilha deixou  mais uma vez bastante claras as regras do jogo do Executivo em relação à Câmara dos deputados.

SEM QUORUM – A pesquisa do Ibope pode não ser suficiente para mudar os rumos do desfecho final, mas inegavelmente sua divulgação pode ter agradado à planície, mas desagradou profundamente o Planalto.

Acrescentou um fator a mais para o desempenho da oposição e dos favoráveis ao prosseguimento da denúncia no seu empenho de, pelo menos, adiar de forma indefinida a votação final da matéria.

IMPASSE – Nem o governo nem a oposição, possuem os 342 votos para assegurar o fim desta etapa do debate. O Palácio do Planalto conta, como anunciam seus líderes, com cerca de 250 votos. O que significa que, se a oposição obstruir os trabalhos, não terá força o governo para decidir a matéria.

Neste caso o impasse continua. Com agravante da pesquisa do Ibope, cujos números já traduzem em si a condenação moral do presidente da República, pelo seu ato de receber Joesley Batista no Palácio Jaburu.

O controlador da JBS gravou a conversa. A população também.

10 thoughts on “Na reta final, 81% querem Michel julgado pelo STF, demonstra o Ibope

  1. Não consigo entender… Se o presidente se diz inocente das acusações de um meliante, porque não mostra um argumento a mais, deixando a Suprema Corte julgar o processo?!!!
    Penso que o que está acontecendo é Reza Forte do pessoal do supremo, para o executivo não querer este julgamento.
    Pagaria uma entrada de alto valor para ver este julgamento; voto do Toffoli, do Gilmar do Moraes entre outros; se isto acontecer, será o acontecimento do ano e mostrará que estes artistas valem o que ganham, KKKK kkkaiiii…..

  2. O descaramento chegou ao auge ! O Gilmar Mendes foi falar com o Doria sobre ” assuntos gerais ” ? Quando ele ( Gilmar ) vai assumir a presidência do diretório nacional do PSDB ?

  3. O que incomoda tanto o ministro Gilmar Mendes, volta e meia bate na PGR e Rodrigo Janot, será porque não consegue salvar seus protegidos, será porque a mídia deixou de focar nele, prejudica a lava jato, está onde está, agradeça a FHC que o indicou, deveria haver melhor escolha para compor o stf, sem nepotismo ou corporativismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *