Não percam FHC nas telas dos cinemas, defendendo a descriminalização das drogas.

Carlos Newton 

Estreia hoje o documentário “Quebrando o Tabu”, que relata a atuação do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na defesa da descriminalização do consumo de entorpecentes, tese do agrado também de muitas outras personalidades.

FHC (que certa vez declarou sobre a maconha: “Fumei, mas não traguei”) tem experiência específica com a questão, porque já teve problemas de drogas na própria família. E acabou chegando a uma conclusão.

“Eu sou a favor da descriminalização de todas as drogas”, diz FHC. “Quando eu digo descriminalizar, defendo que o consumo não seja mais considerado um crime, que o usuário não passe mais pela polícia, pelo Judiciário e pela cadeia. Mas a sociedade pode manter penas que induzam a pessoa a sair das drogas”, completa.

Ele conta que mostrou o documentário às netas de 25 anos –que estavam ansiosas para saber, segundo ele, como defenderiam o trabalho “do avô maluco”.

***
EUA: NADA DE DESCRIMINALIZAR

o secretário de Estado assistente dos Estados Unidos para Assuntos Político-Militares, Andrew Shapiro, que está no Brasil, afirmou que o governo americano avalia que sua política de combate ao narcotráfico está funcionando e se opõe frontalmente à descriminalização do uso de drogas.

Shapiro iniciou na quarta-feira sua primeira viagem ao Brasil, depois de uma escala na Colômbia, país sul-americano que mantém a relação mais próxima com as Forças Armadas americanas. No Rio, ele falou a integrantes da Escola Superior de Guerra e visitou o centro de treinamento para militares enviados às forças de paz da ONU. Em Brasília, participa do diálogo político-militar entre dois países, reforçado pelo acordo de cooperação em defesa assinado no ano passado.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *