Não podemos esmorecer

Percival Puggina

Nos anos 60 a 64, houve uma acirrada batalha ideológica no Brasil. A política era debatida no campo das ideias e o comunismo ganhava crescente espaço entre os estudantes. Entidades estaduais e nacionais eram disputadas palmo a palmo e constituíam imagem visível da Guerra-Fria. Lembro-me que, em fins de outubro, na sede do R.U. (Restaurante Universitário da UFRGS) as paredes se cobriam de cartazes e faixas comemorativos do aniversário da Revolução Bolchevique. Era o outubro vermelho da moçada que se deixara seduzir pelas arengas de Leonel Brizola, pelo sucesso dos rebeldes de Sierra Maestra e pelo amplo movimento internacional de solidariedade a Cuba (mal sabiam eles o que estava tendo início naquela infelicitada nação).

Em 1961 surgiu a POLOP (Organização Revolucionária Marxista Política Operária), como dissidência do PCB. Em 1962 foi constituída a organização intersindical CGT (Comando Geral dos Trabalhadores) e, no mesmo ano, nasceu a Ação Popular, aglutinando a esquerda cristã formada na JUC e na Ação Católica. Essas e outras organizações, depois de 1964, iriam para a clandestinidade e dariam origem à uma centena de movimentos e conciliábulos guerrilheiros e terroristas.

MÁ FAMA

Algumas entidades que surgiram para produzir formação necessária à luta ideológica e cultural de resistência ao comunismo viveram poucos anos e deixaram má fama, acusadas de receber recursos financeiros de empresas norte-americanas e da CIA. Por outro lado, quando o governo Goulart caiu em 1964, acreditaram os defensores das liberdades democráticas que os perigos do comunismo estavam afastados e foram tratar da própria vida.

Enquanto isso, nos bastidores, ano após ano, teve sequência o trabalho de infiltração e ocupação de espaços, de formação de quadros, de organização da massa; continuou o lento e sutil aparelhamento das instituições de ensino, das cátedras, dos cursos de formação para o magistério; desenvolveu-se a ocupação das redações dos veículos de comunicação, do ambiente cultural e dos seminários de formação religiosa. Assim, quando o país se redemocratizou, estávamos a um passo de dedo para que, em apenas cinco anos, um partido de massas como o PT já disputasse, com força, a presidência da República.

12 ANOS DE PT

Desnecessário falar sobre os 12 anos de governo petista. Nós, que percebemos para onde ele vem conduzindo o Brasil, não devemos supor que uma possível derrota do governo nas urnas do dia 26 equivalha ao desmonte da máquina que está em operação no país, destruindo reputações, manipulando a sociedade, comprando votos e gerando violência. No governo, o PT desgoverna, na oposição, não deixa governar.

Portanto, precisamos unir forças e, sem esmorecimento, prosseguir trabalhando para informar e formar a consciência política da sociedade, dando vitalidade aos valores de uma sólida democracia constitucional. Sem democratas, tudo que se consegue é um arremedo de democracia. E as rãs de Esopo logo estarão pedindo um rei. Uma possível vitória oposicionista em 26 de outubro é apenas o começo de um trabalho que inicia com meio século de atraso.

29 thoughts on “Não podemos esmorecer

  1. Sem conhecimento e análise, a história fica sem sentido e jogada em um canto qualquer.

    As lembranças do Puggina, para aqueles que como ele viveram um longo período político (para as pessoas e não para o país), servem para uma rediscussão e retomada de rumos. Me incluo aqui.

    A provável e esperada vitória de Aécio, pelo menos para aqueles que desejam mudanças profundas e verdadeiras, é um pequeno mas necessário passo que a sociedade brasileira dará. E precisa dar, agora!

    Com ela deverão chegar, de forma sólida e representativa, a reforma política – a mãe das reformas. Só ela será capaz, se bem feita, de oportunizar ao conjunto de cidadãos de bem, a oportunidade de participar da política. E a participação deverá ter por base a busca do bem comum e não do profissional da política.

    Talvez seja algo que não assistirei, assim como os de minha geração. Mas será uma bela herança para nossos filhos e netos.

    A vitória de Aécio, mesmo não sendo ele uma “brastemp”, servirá para que recuperemos um pouco da esperança nos destinos de nosso País. aquela esperança que o PT ofereceu, vendeu e não entregou.

  2. A eleição de Aécio, se confirmada, será um desastre para o Brasil, pois junto com ele virá tudo o que de mais nocivo e atrasado ainda existe na sociedade brasileira. Para entender a minha afirmação basta levar em conta a história de Aécio Neves e do seu grupo político. Uma contradição dos direitistas brasileiros é imaginar que ditadura de direita é democracia. Chegaram até a chamar o golpe de 1964 de “revolução”. Como se aqueles golpistas fossem revolucionários. Pensam que Castelo Branco, Costa e Silva, Geisel, Médici etc eram revolucionários. O golpe foi mesmo traição financiada pela CIA e visava atender aos interesses dos EUA no Brasil. O autor menciona as entidades de lutas populares, mas esquece de citar as entidades de repressão, como DOPS, SNI e CCC, que durante a ditadura perseguiam, torturavam, matavam e cerceavam as liberdades individuais e coletivas.

    • Perfeito, Dr. Giuseppe. Pra essa corja emplumada, aposentado é vagabundo – exceto eles, claro -, o salário mínimo está alto e só eles representam a moralidade. Cambada de cínicos e entreguistas. fhc deveria ter sido julgado por crime de lesa-pátria. Não foi, agora voltará para consumar a doação do país aos seus capatazes. aécim é um zero à esquerda. Em MG, quem administrava o estado era sua irmã. Por que será q perdeu em Minas? Se ganhar, quero ver reforma política, quero ver fim da reeleição. Um candidato sem pudor em desviar recursos da saúde, conforme ação ajuizada pelo MP. Um candidato q nem “pode” informar quanto de verbas do Estado foram destinadas para suas empresas de comunicação. Um candidato q enche a boca pra falar de “Meritocracia” tendo desfrutado de nepotismo desde os 17 anos. Aos 25 nomeado diretor da CEF. O seu vice, Aloysio Nunes, tb ex-guerrilheiro e ninguém toca nesse assunto. Hipócritas

      • Mais um MAV com outro nome. Mas falando de conhecimento e argumento, o nobre poderia responder? Quem tem reajustado as aposentadorias nos últimos doze anos? O PSDB que não foi. Então usar a dissimulação para jogar a culpa no Pedro Alvares Cabral é muita cretinice de quem é governo a doze anos e o resultado é um país em recessão, desemprego acelerado, com zero de segurança pública, saúde catastrófica (mas o Fidel agradece) e com um imenso parque educacional formador de analfabetos funcionais. E, isto explica porque o povo vai eleger o Aécio, como elegeu o Lulla em 2002. Necessidade de mudança. Agora, se o MAV está apavorado com a perda da boquinha, isto não é um grande problema pois pode pedir uma bolsa-miséria.

        • Falou, falou e não disse nada. Na falta de argumentos usa ofensas, além de projetar seu caráter(?) sem me conhecer.
          Os entreguistas emplumados, roubaram-nos o emprego, concursado, de 20 anos (viu, idiota. Não preciso de boquinha, nunca precisei) para acharcar a cota patronal do fundo previdenciário, q me pertencia e a 40.000 outros trbalhadores, só da empresa em q trabalhava. Outras emprsas tb sofreram assalto semelhante. Fomos vítimas da reengenharia entreguista da margareth tatcher de cuecas, fhc, q visava exclusivamente zerar o deficit da empresa, tornando mais palatável sua privatização. Recorrendo à aposentadoria, esbarramos em outro acharque dessa mesma quadrilha. Agora, à Previdência Social pela promíscua necessidade de dar volume à excrescência chamada “superavit primário”.
          Não voto pt. Veto aécio e respectiva corja. Hoje e sempre.

      • Quem afirma que FHC do PSDB recebia finaciamento da CIA através da Fundação Ford é nada mais nada menos que Hélio Fernandes, fundador deste site e dono do Tribuna da Imprensa, que foi destruído e incendiado pelas forças da ditadura militar. Mal informado é você, alienado.

        • O governo FHC não foi durante a ditadura. Além disso, o mesmo estava em exílio durante a maior parte daquele período.

          Mas o desafio está lançado. Quantos foram financiados pela CIA (comprovadamente, constando nos arquivos) e quantos foram financiados pela STB e KGB?

          • O governo de FHC não foi durante a ditadura militar, mas segundo o glorioso Jornalista Hélio Fernandes, FHC foi financiado pela CIA durante a ditadura militar e ainda segundo o mesmo Jornalista, FHC falsamente proclamava que havia sido cassado e no entanto concorreu às eleições durante a ditadura.

          • E to até deixando barato, pois não vou mencionar os agentes do serviço secreto de Cuba – muito embora estes fossem indiretamente financiados pela URSS.

          • Não respondi porque a tua pergunta em si é muito idiota. Quer dizer que você é tão poderoso e tão bem informado que tem as listas de espiões da KGB, da CIA e serviço secreto cubano? Então a tua lista incompleta, pois faltou a relação do Mossad. Muito pretensioso, pois nem Edwad Snowden sabe tanto quanto você apregoa em termos de espionagem internacional. E mesmo qualquer lista realcionada à espionagem deve ser considerada com muita reserva, pois facilmente pode ser plantada para induzir erros do inimigo. Teu costume de mentir está te levando a cometer erros primários.

          • Falou, falou, falou e não disse nada. Só sabe xingar, minimizar e menosprezar os argumentos comprovados (com fontes que apresento) com acusações baseadas em distorções à verdade imaginária (ou fruto de desinformação – consultar Yuri Bezmenov), enquanto, à exceção da informação de FHC por H. Fernandes, foi você e não eu – como acusas – quem calcou suas afirmações na própria imaginação ou na própria opinião, tapando os ouvidos às contrárias e com evidências.

            Como bem informou o sr Efrom acima, as ligações entre Fundação Ford e socialismo são muito mais extensas do que imagina a cabeça anti-americana, anti-Israel e pró-Islamismo de muitos. Não só Ford como Rockefeller e Soros (este, dono do Partido Democrata, que também poderia ser chamado de ‘Partido Socialista Americano’, há mais de 10 anos [“The Shadow Party”, David Horowitz / Richard Poe]).

            Não tenho pretensão de ser espião nem investigador de coisa alguma. Minha ‘investigação’, além de se dar em cima de um material aberto ao público, é como a indignação de qualquer cidadão brasileiro que, além de não crer no teatro jornalístico, vive há 12 anos sob um governo mentiroso e marxista (o que é redundância, até) que além de tentar comprar o Congresso, usurpar a Petrobrás, promover animosidades fomentando a segregação da sociedade brasileira em classes (“negro”, “branco”, “LGBT”, “heterossexual”, etc) em detrimento do fato de que somos todos compatriotas, atrasou o Brasil deixando passar o momento mais favorável ao país no mercado financeiro em toda sua história por conta de caprichos e corrupção, temperados com incompetência.

            E sinceramente, embora não seja nenhum entusiasta do Mossad ou de Israel, mil vezes o mesmo a qualquer organização islâmica. Melancólico pensar que já tivemos um Oswaldo Aranha nas Relações Internacionais e hoje temos no governo uma terrorista aposentada e autoritária que defende – em nome do Brasil – o diálogo com grupos terroristas da natureza mais vil.

            Não tenho lista de coisa alguma, não sou detentor de nada. Todas as fontes que passei estão e são de domínio público, como por exemplo a que lhe apontei acima. Não vou nem comentar a questão da “lista pode ser plantada” pois isto já é desespero argumentativo de sua parte. Aliás, findo por aqui a discussão. Não conseguistes responder minha pergunta e nem conseguirás, pois só se baseia na desinformação plantada por aqueles que, muitas vezes involuntariamente, sendo usados como inocentes úteis, multiplicaram por décadas aqui. Se o seu, digamos, intuito neste blog era angariar votos para a Dilma, acho que o objetivo não foi alcançado.

  3. Schoss,
    O LulaMolusco e sua Gangue cometeram o maior crime contra a Pátria.
    A do cidadão brasileiro se defender,
    Em qualquer Páis do Mundo a arma é um direito á qualquer cidadão para proteger a sí e asua família….
    Desarmou a populãção de bem, e deixou correr solto, pensando que o “bandidinhos geraldinhos” iam entregar suas armas nas delegacias da vida……
    A besta fera é tão desinformado que é mais fácil comprar uma arma no “paralelo” “debaixo dos panos” do que um pãozinho na padaria……….
    E o “imbecil” aqui sabe muito bem os caminhos para adquiri-las…….
    eh!eh!eh
    Abraços Grátis……

  4. Falando do Brasil, das peculiaridades de seu povo, tido como pacífico, ordeiro, simpático e solidário, até há algum tempo atrás, a assertiva da legítima defesa pessoal foi tirada do cidadão.
    A lei do desarmamento não foi aprovada, pois o cidadão não abriu mão da sua legítima defesa, defender a sua família e o seu patrimônio.
    Como o povo deixou claro no plebiscito de que não queria ser desarmado, o governo inventou regulamentação aprovada pelo Congresso Nacional, que éburocrático como é o molde de tudo que o governo insiste apadrinhar, como se fossemos uma nação de abestados.
    Tudo o que ficou determinado como regras a serem seguidas pelo cidadão, passaram a merecer o braço pesado da lei… só que eles não combinaram o mesmo com os bandidos, os ladrões, traficantes, criminosos que usam e abusam de armas de todos os calibres imagináveis que sabemos não foram fabricadas no país.
    No fundo e no raso, fica a evidência que não dá para refutar: nossas fronteiras marítimas e secas estão abertas a todo tipo de contrabando e o de armas, é o mais nefando, pois ele acontece para subjugar a autoridade policial em poder de armamento, e ao cidadão que é vítima contumaz e indefesa de uma violência que só cresce…
    O cidadão espera que o assunto mereça a prioridade que a Segurança Pública exige para o Brasil não só nas promessas dos candidatos e sim pela ação, que já vem tarde…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *