Não se sabe em que nível estão a cultura cívica e a maturidade institucional

Charge do Laerte (laerte.com)

Janio de Freitas
Folha

A garantia dada pelo ministro da Defesa, general Silva e Luna, de que os militares respeitarão o resultado eleitoral, e o governo dele resultante, recompõe o clima abalado pelas referências do comandante do Exército a possíveis questionamentos à eleição. A verdade é que não há quem possa dar tal garantia.

Em qualquer lugar ou tempo, a garantia provém, ou não, da cultura cívica e da maturidade institucional alcançadas pela comunidade militar. São valores sujeitos a variações e de aferição nem sempre fácil. Em que nível estão aqui, não se sabe.

INTERPRETAÇÃO – As palavras do comandante Eduardo Villas Bôas foram logo interpretadas como referência a riscos de ação militar em razão do resultado eleitoral. A dedução não foi estapafúrdia. Nem segura. A falta de clareza do que foi dito e por que foi dito, deficiência agravada por se tratar de tema tóxico, permitia mais interpretações. E mesmo a simples impossibilidade de entender alguma coisa ali.

Ainda mais, tendo como fundo um país repleto de conturbações e, no entanto, sem manifestações militares mais significativas do que as insignificantes meias frases de um general Mourão, passaportes para a sua reforma.

Daí não se conclui a inexistência de risco golpista. O apoio a Bolsonaro nas classes de mais alta remuneração, como constatado pelo Datafolha, indica que a um movimento golpista não faltaria nem sequer a adesão civil tradicional. Mas não se sabe como está a caserna. O perceptível é que, não havendo garantia contra o golpismo, também não há (ainda?) o ambiente de golpe, o cheiro de enxofre e desgraça que empesteia o ar. A menos que se chegue muito perto de Bolsonaro e seu pelotão de acólitos.

INSULTANTE – O procurador Carlos Fernando dos Santos Lima deixa agora a infantaria curitibana da Lava Jato, transferido para São Paulo, “porque se aposentará em janeiro”.

Porta-voz do grupo, produtor de inúmeras manchetes desmoralizantes, Santos Lima foi submetido a questionamentos no Ministério Público por insultos ao Supremo Tribunal Federal e a Gilmar Mendes. Está destinado a usufruir, com apenas 54 anos, a desobrigação de trabalhar e a remuneração integral de procurador, em torno de R$ 30 mil.

UM É O OUTRO

Líder nas pesquisas para o governo de Minas, o senador Antonio Anastasia não quer proximidade nem nominal com Aécio Neves. A excelente reportagem de Thais Bilenky sobre Aécio e sua candidatura, não mais que a deputado, explica que o esquisito slogan “Anastasia é Anastasia” pretende ser resposta à associação de “Anastasia a Aécio como goiabada a queijo”, da campanha petista.

Aécio inventou-o e o criou. Até a candidatura foi imposta por Aécio a Anastasia, que não queria deixar o Senado.

Como governador, está previsto para Antonio Anastasia um papel relevante nos processos de Aécio e sua irmã Andréa Neves, sobre extorsões a Joesley Batista.

16 thoughts on “Não se sabe em que nível estão a cultura cívica e a maturidade institucional

  1. O Brasil inteiro sabe o nível da cultura cívica e a maturidade institucional de Janio de Freitas.

    Vai pentear macaco, esquerdopata incorrigível.

  2. O militante midiático disse o seguinte:

    1. Que há risco de golpe porque “as classes mais altas de remuneração” apoiam.

    2. O Procurador Carlos Fernando “é produtor de várias manchetes desmoralizantes” porque insulta o STF e o ínclito Gilmar Mendes. Diz também que o Procurador vai gozar de aposentadoria imerecida.

    3. Que Antonio Anastasia, mesmo sem poder para isso, vai livrar a cara de Aécio Neves se for eleito Governador.

    E ainda ficam ofendidos quando o povo diz que a imprensa é lixo!

  3. Cá pra nós: um sujeito sofrer a “punição” de ter que se aposentar aos 54 anos, em plena saúde, e com salário de 30 mil reais é um tapa na cara de milhões de brasileiros que trabalham até os 70 anos e se aposentam com menos de 4 mil reais. Muitos ainda têm que fazer bicos para ajudar a família. A simples aceitação de uma aberração dessas assusta. Deve ser viado.

  4. Os fatos estão se precipitando Dr. Béja. Leia o comentário que fiz no sábado à noite, quando o senhor escreveu a coluna sobre a investigação do atentado.

    “Dr. Béja, boa noite. Vão segurar o resultado do inquérito até sábado véspera da eleição, quando, às 20 horas, no Jornal Nacional, o âncora global vai dizer que a Polícia Federal concluiu o inquérito e constatou que o Adélio Bispo agiu a mando do PT e do Lula. Igualzinho ao episódio do sequestro do Abílio Diniz em 89, na véspera do 2º turno daquele pleito. A história e a armação se repetem.

    Abraço, Alverga. ”

    https://marceloauler.com.br/suspeitas-movimentacoes-em-torno-de-adelio-bispo-o-esfaqueador/

  5. Mais um vagabundinho da nossa vagabundinha imprensa.

    Paulo Francis de tudo de podre ser mostrado em público sobre a quadrilha que nos desgovernou nestes 13 anos, já o chamava de soldadinho do PT..

    Fazer o que, estamos no Brasil.

  6. Até quando a Nação vai ser obrigada a engolir sandices dessa esquerda idiota brasileira? Maturidade Institucional só tem quem elege e nomeia, bandidos, ladrões, corruptos, narcoterroristas urbanos e rurais ,terroristas internacionais, narcotraficantes, criminosos de lesa-pátria, lavadores de dinheiro, juízes corruptos soltadores e protetores de ladrões da pátria para mandarem e desmandarem no Brasil e o povo ficar roubado, na miséria total e ajoelhado aceitando ??? Eita conversa doida danada, ontem lá em Pernambuco, o “Novo Dono do Diário de Pernambuco”, Alexandre Rands ,afirma em um de seus Editoriais que estamos sofrendo de “Dissonância Cognitiva” por motivo de ninguém tá seguindo as ordens do “PT” e que seremos uma Nova Alemanha Nazista se não votarmos nos petistas e votarmos em Bolsonaro, sabendo ser ele irmão do ex-líder de Lula no Congresso Mauricio Rands (também Diretor Proprietário do DP) , íntimo das hostes petistas e “niveaus riches” pernambucanos da “era do milagre petista” ! Depois de anos de Estudos, Trabalhos Íntegros para o bem de nossas Famílias e do Brasil, somos obrigados a nos tacharmos de “porras loucas a serviço do nazismo” se não votarmos nos “Bandidos Lulopetralhas” que arrombaram o país e nos colocaram rumo a Venezuelização ??? Quer dizer que roubar e se locupletar da Nação e escravizar seu povo com o empobrecimento e a miserabilidade mudou de nome ???

  7. A “nossa cultura cívica”, desmontada, tem tudo a ver com a administração esquerdista dos Ministérios da Educação e da Cultura nesses tempos “progressistas”. O jornalista não enxerga o que se passa na Universidade reconstrutora da História e na Escola onde crianças já estão aprendendo a masturbação recíproca!
    Argh!

  8. -Está FALTANDO ASSUNTO no Brasil?
    -Parece que está, pois na falta de notícias, os colunistas da Globo, da Folha e do Estadão passaram publicar artigos de horóscopo e de clarividência sobre o nosso futuro e como ele poderá ser, se for…

  9. Dentro do atual cenário econômico mundial
    (globalização ) , não há a menor chance de uma intervenção militar no Brasil , não seria interessante para o sistema . O exército não conta com o apoio de seus superiores , o Tio Sam , para tal intervenção. Caso isto venha ocorrer , como em 64 , ai sim .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *