Nelson Jobim fardado

Helio Fernandes

Estou impressionado: quase todos responderam: “Ele pode andar fardado”. Ora, como eu disse, ele é ministro da Defesa, cargo privativo de civil desde que isso foi transformado em lei. Confidencialmente, sem poder usar o nome deles, dois procuradores federais me informaram: “Ele está praticando um porção de irregularidades, incluindo falsidade ideológica”.

Para que ninguém se surpreenda, essa falsidade “ideológica” nada tem a ver com “ideologia”. É para punir cidadãos que mintam, falseiem, por aí.

 ***

PS – A propósito, o único que acertou bem no alvo, foi o quem escreveu, “Nelson Jobim devia ter sido preso quando confessou que falsificou a Constituição”

PS2 – Seu nome? Luiz de Moraes Rego Filho. Acertou em cheio. Um homem que confessa que falsificou a Constituição, não pode ir para o Supremo, órgão que tem como função e obrigação DEFENDER a própria Constituição.

PS3 – Além do mais, a Constituição EXIGE para os ministros do Supremo “notável saber jurídico e ilibada reputaçao”. O que isso tem a ver com Jobim? Parabéns, Moraes Rego.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *