Neste mundo tão desencantado, ter amigos é renascer todo dia, para poder seguir em frente

O grande amigo Said Dib, com os filhos Miguel e Manuela

Vicente Limongi Netto

“Ter amigos é renascer todo dia”. A síntese perfeita do belo artigo de Ana Dubeux (Correio Braziliense-  26/12) floresce a alma e ilumina o coração. É o amigo que fortalece nosso espírito. “A amizade real não acaba por bobagem, nem por distância nem por morte”, salienta a jornalista. Nos momentos difíceis os amigos surgem como bálsamo.

Estão sempre do teu lado. Desinteressados, generosos e desprendidos. Amigo vale mais do que ouro. Parabéns, Ana Dubeux, pela ternura das palavras. Vamos separar, de uma vez por todas, os verdadeiros amigos e os falsos. Cretinos, bajuladores e oportunistas. Estou farto deles.

NATAL TRISTE – Senti o conforto dos amigos neste Natal, um dos mais amargos que já passei. Desolação completa. Tristeza absoluta. Deus levou para perto de si, na véspera de nossa reunião familiar, um valoroso ser humano que nós amaremos para sempre, Said Dib, meu querido genro.

Said foi um bravo a vida inteira. Trabalhador, leal, competente e corajoso. Tive orgulho e prazer de ser amigo e sogro dele. Compartilhando emoções, lições e solidariedades que jorravam da sua alma abençoada.

Said Dib deixa um buraco em nossos corações, mas estará para sempre nas melhores lembranças de todos aqueles que o conheceram e amaram. 

REPETIÇÃO E MONOTONIA – É triste também constatar que Roberto Carlos já sente o peso da idade. Seu programa natalino na Globo decepcionou. Monótono. Convidados patéticos. Repetitivo. Como toda a Globo, de maneira geral. Sandy ainda levou o marido. Faltou o maninho Júnior no pacote de chatices. Ou Chitãozinho e Xororó. Francamente. Dose cavalar.  Todo ano a mesma chatice.

Roberto Carlos nunca teve grandeza de convidar Agnaldo Timóteo, que sempre teve carinho e respeito por ele. Muito menos Agnaldo Rayol. Artistas completos e inesquecíveis. 

“Reencontro do tédio e da chatice”, seria a melhor chamada do medonho programa. Roberto fala com dificuldade, não se expressa bem. Pior, não canta mais com a mesma emoção. Desse jeito, vai acabar fazendo shows na barca Rio-Niterói.

5 thoughts on “Neste mundo tão desencantado, ter amigos é renascer todo dia, para poder seguir em frente

  1. Todos nós devemos ter a grandeza e a humildade de reconhecer que envelhecemos. Sinto uma falta enorme dos dias em que exercia gloriosamente minha profissão. Mas não gosto de falar sobre minha própria pessoa. Roberto teve uma vida feliz e ganhou muito dinheiro. Já devia ter-se aposentado. Pouco ouço falar dos ídolos que eu amava: Silvinha Teles, Gal Costa, Jobim, Vinícius e tantos outros. A hora da aposentadoria sempre chega. Devemos aceitá-la com humildade.

  2. Realmente, o Said era uma excelente figura. Que Deus, em sua Eterna Glória, receba sua alma.
    Meus sinceros sentimentos ao Limongi e família pela perda de seu querido amigo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *