Niemeyer, um ateu abençoado por Deus

Francisco Bendl

Acredito em Deus, mas prefiro um ateu participativo, operante, sociável, que contribua com a humanidade, do que um cristão omisso, que vive em igrejas, e que tu não podes contar com ele, nunca fez nada nem para si e nem para as demais pessoas e vive se batendo no peito!

Desta forma, Deus e sua inteligência, que sequer imaginamos como pode ser, deve ter reservado a Niemeyer um lugar especial, certamente, pelo que fez a nós, filhos de Deus, pelo que trouxe de trabalho a eles, de beleza, de criatividade, e porque adicionou à maravilha deste Planeta o talento de um ser humano na transformação do cimento, areia, cal, pedra, ferro, em magníficas construções!

Se pegarmos Torquemada, o inquisidor-geral, que registram os escritores tenha mandado à morte ou “autos-de-fé” cerca de 2.200 pessoas, confessor da rainha Isabel, não preciso dizer quem Deus tem a seu lado ajudando-o na remodelação do layout celestial!

Sim, Oscar merece todas as celebrações católicas, judias, muçulmanas, espíritas, budistas, politeístas, haja vista que foi um legítimo ser humano para os seres humanos,
independente de suas idéias que jamais prejudicaram quem quer que fosse, ao contrário!

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *