No Brasil as liberdades individuais sofrem ameaças, diz Pimentel

Pimentel critica os mandados de busca e apreensão

Vinicius Lisboa
Agência Brasil

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, criticou hoje (30) o uso de instrumentos como a prisão temporária e os mandados de busca e apreensão por parte da Justiça e afirmou que o Brasil vive uma situação de clara ameaça às liberdades individuais.

“Vejo com muita preocupação o acirramento, esse clima de acirramento. A utilização abusiva de instrumentos que, segundo a lei, são instrumentos de exceção”, disse. Para ele, as prisões temporárias são instrumentos para serem usados “em último caso”, bem como os mandados de busca e apreensão.

Pimentel fez a crítica ao responder como estava acompanhando a Operação Acrônimo, da Polícia Federal, que cumpriu mandados de busca e apreensão em Minas Gerais e efetuou prisões. “Estou me referindo de maneira geral à situação que existe no Brasil de clara ameaça ao capítulo da garantia das liberdades individuais [previstas] na Constituição brasileira”.

O governador disse estar tranquilo e absolutamente convicto de que tudo será esclarecido. “Confio na Justiça brasileira”.

Em maio, a Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão na antiga residência da mulher do governador, Carolina Oliveira. Na ocasião, de acordo com o advogado Pierpaolo Bottini, que representa Fernando Pimentel, Carolina “viu com surpresa a operação de busca e apreensão”.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
No embalo de Lula, agora é um festival de lamúrias dos petistas. Todos repetem as mesmas queixas de supostas arbitrariedades contra empreiteiros, políticos, doleitos, autoridades e operadores envolvidos em corrupção. No caso de Pimentel, a situação é grave. Na investigação, a Polícia Federal o apontou como chefe da “orgcrim”, que significa organização criminosa. (C.N.)

9 thoughts on “No Brasil as liberdades individuais sofrem ameaças, diz Pimentel

  1. Caro Jornalista,

    Não vou dizer que seja o caso do governador, mas, no Brasil, a polícia foi feita para dar batida em BARRACO e cumprir mandado de busca e apreensão em BARRACO da periferia. Enquanto a sua ação se restringir à favela, tudo bem: A democracia estará garantida!
    Mas quando ela vai pedir ao rico a mesma postura e comportamento que EXIGE do pobre, aí começam a gritar que a DEMOCRACIA e a LIBERDADE INDIVIDUAL estão correndo perigo!

    Sempre foi assim.
    Quanto mais TOSCA for a polícia e mais IGNORANTE for o policial, melhor para o LADRÃO RICO. Para estes, sempre será melhor investir na POLÍCIA REPRESSIVA do que investir na POLÍCIA INVESTIGATIVA.

    Agora, alguém achar que nesta zona, onde a libertinagem e o banditismo correm soltos em cada via pública, em cada gabinete, e a justiça só acode aqueles que têm dinheiro, a liberdade está ameaçada pela polícia…

    Só se for a liberdade dos bandidos, que nunca antes neste país sofrera qualquer ameaça.

  2. O CALA A BOCA DE BH – Acho que foi em março ou abril, quando as passeatas estavam detonando o PT, aqui em BH nos dois acontecimentos que houve na cidade a CEMIG resolveu fazer uma “manutenção na rede elétrica”, foram dois domingos seguidos de 9:00Hrs. até as 17:00Hrs., deixando o bairro Floresta e adjacências sem energia elétrica. Achei estranho e fui ver essa tal manutenção de perto e lá me disseram que estavam trocando os cabos antigos … Tudo bem até aí, mas depois desses dois domingos de passeatas, essa manutenção terminou assim, do nada, da mesma forma que começou !
    EM BH, AS LIBERDADES INDIVIDUAIS TAMBÉM SOFREM AMEAÇAS …

  3. a PRESIDANTA declarou:

    ue abomino o delator(a maioria da imprensa) nao publicou o complemento `que me delata`
    E O PIMENTEL ESTA SE SENTINDO INCOMODADO

    NAO FIZERAM O DIABO PARA GANHAR AS ELEICOES? POIS AGORA ELE ESTA COMECANDO A COBRAR A CONTA.
    E BEM VALE O TROCADILHO `PIMENTEL NOS OLHOS DOS OUTROS EH REFRESCO`

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *