No dia da morte de Vinicius de Moraes, nascia um poema em sua homenagem

Resultado de imagem para paulo peres poeta

Peres e a presença de Vinicius

Carlos Newton

A poesia é necessária, dizia Rubem Braga, com quem trabalhamos na Manchete e na Revista Nacional. O grande poetinha Vinícius de Moraes faleceu no dia 9 de julho de 1980 e, ao ouvir a notícia de seu falecimento, através da extinta Rádio Jornal do Brasil 940 AM, o também poeta Paulo Peres (site Poemas e Canções) misturou o presente (primeiras estrofes) e o futuro (última estrofe) para escrever um poema em homenagem a Vinicius.

Resultado de imagem para paulo peres poema e cançõesSUA BÊNÇÃO
Paulo Peres

Acima da hipocrisia
A poesia
Acima da guerra e da fome
A canção
Acima do desencontro
O perdão
Unidade ativa: homem-mulher

Místico e erótico
Intelecto e “vagabundo”
Um copo, um cigarro,
A poesia chega ao céu
Chega carregando espaços
Da Lapa, de Ipanema, de Ihéus
Mas chega levando festa,
Levando uma saudade
“Moraesmente” carioca

Sentimos teus versos
Em cada “chopinho”,
Tua presença
Em cada noite vadia,
Pois estás acima da morte;
Posto que acima do acima
Estás Eterno
Não mais acima,
Mas ao lado de Deus
Sua Bênção,
Vinícius de Moraes!

4 thoughts on “No dia da morte de Vinicius de Moraes, nascia um poema em sua homenagem

  1. Paulo Peres, que linda homenagem ao nosso “poetinha” gigante da poesia, Vinicius de Moraes.
    Lá, onde ele vive, com certeza está cantando:
    “A bênção, Paulo Peres”

  2. DIALÉTICA – Vinicius de Moraes
    É claro que a vida é boa
    E a alegria, a única indizível emoção.
    É claro que te acho linda.
    Em ti bendigo o amor das coisas simples.
    É claro que te amo
    E tenho tudo para ser feliz.
    Mas acontece que eu sou triste…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *