Nos Estados Unidos, o rigor das leis traz uma lio para o inerte sistema judicial brasileiro

Elizabeth Holmes Theranos case: Projects that have shed light on the  Silicon Valley deceit | Fox Business

Logo de incio, a megaempresria foi condenada a 20 anos

Deu em O Globo

Quando apareceu no noticirio no incio do sculo, a americana Elizabeth Holmes era saudada como nova promessa do Vale do Silcio. A exemplo de Bill Gates ou Mark Zuckerberg, abandonara uma faculdade de elite no Harvard, mas Stanford para perseguir seu sonho de empreendedora.

Na onda do genoma humano, apostava na medicina como nova fronteira da economia do conhecimento. Sua empresa, a Theranos, ofereceria testes indolores, rpidos e baratos para as mais variadas doenas e condies de sade, disponveis em qualquer farmcia.

ERA ACLAMADA – Uma gotcula de sangue por dia e voc saberia tudo sobre o prprio corpo. Em 2003, aos 19 anos, Elizabeth Holmes era aclamada pela imprensa de negcios como o novo Steve Jobs usava at as mesmas blusas cacharrel pretas.

Bastou um jornalista investigativo se debruar sobre a Theranos John Carreyrou, no Wall Street Journal para descobrir que a promessa ento avaliada em US$ 9 bilhes no passava de cascata.

Em 2015, 12 anos depois de fundada a empresa, ficou claro para todos que as mquinas milagrosas anunciadas por Elizabeth Holmes no passavam de um produto de sua imaginao. Os equipamentos que chegavam s farmcias eram imprecisos, incapazes de identificar de modo confivel se algum era portador do HIV, tinha cncer ou mesmo colesterol alto.

CONDENAO A empresria acaba de ser condenada por ter enganado os investidores que apostaram centenas de milhes de dlares na fantasia, incluindo expoentes do mundo dos negcios como Rupert Murdoch e Larry Ellison, os ex-secretrios de Estado Henry Kissinger e George Shultz, o ex-secretrio de Defesa James Mattis e a famlia da ex-secretria da Educao Betsy DeVos.

Com o aval de todos esses nomes, o caso vem sendo considerado um choque de realidade para o Vale do Silcio, onde qualquer um munido de credenciais acadmicas lustrosas, uma boa apresentao de PowerPoint e lbia sedutora consegue tirar dinheiro do bolso de investidores e celebridades.

Cada uma das quatro condenaes poder render a Elizabeth Holmes 20 anos de cadeia (provavelmente no cumulativos).

UMA EXTENSA LISTA – Ela passar a integrar a extensa lista de criminosos corporativos que foram parar atrs das grades nos Estados Unidos, como Martin Shkreli (que aumentou em 5.000% o preo de uma droga contra a toxoplasmose), Adam Neumann (que desviou US$ 700 milhes da WeWork), Andy Fastow e Ken Lay (condenados pela maquiagem contbil na Enron) e tantos outros.

Curiosamente, o jri a absolveu das acusaes de lograr os pacientes, incapaz de enxergar crimes nos testes oferecidos pela Theranos.

O julgamento de Holmes traz uma mensagem relevante para o Brasil, onde o desmonte da Operao Lava-Jato deflagrou uma discusso interminvel sobre abusos cometidos pela Justia: o fato de um sistema judicial respeitar o direito de defesa dos rus e o devido processo legal no significa que os criminosos ricos e poderosos devam ter acesso a todo tipo de recurso e manobra para ficar fora da cadeia.

8 thoughts on “Nos Estados Unidos, o rigor das leis traz uma lio para o inerte sistema judicial brasileiro

  1. Brilhante comparao. Duvido que l nos EUA um juiz faa dobradinha com o MPF. E ainda precisem de 5 anos para no encontrar uma prova. E como o objetivo condenar, inventem um triplex sem escritura, sem IPTU, sem nada!
    Um amigo meu foi multado por ter ingressado numa via principal sem a para obrigatria.
    Foi a delegacia para recorrer alegando no existir a famosa placa de STOP.
    O juiz marcou audincia para o dia seguinte qdo compareceram o policial e o motorista!
    O juiz relatou a falta da placa, ao que o policial alegou que naquele cruzamento as letras estavam na pista.
    Dando a palavra s meu amigo, ele falou que a pista estava coberta de neve!
    Deciso do juiz: Entregou a multa para o policial pagar!
    Ou seja o policial foi punido por abuso de autoridade mesmo sem a inteno! J aqui no Brasil juiz um Semi deus.

  2. Felipe Quintas (via Facebook)

    Assisti o filme “No Olhe para Cima” e gostei. O enredo atrativo e bem formulado, e equilibra muito bem o drama com o humor, no ficando nem pesado nem escrachado.

    Diferentemente da maioria dos comentadores, no acho que o filme seja uma metfora para o momento atual. A problemtica do meteoro muito diferente da de uma pandemia viral. H paralelos e semelhanas, sem dvida, principalmente no que diz respeito insanidade especulativa dos mega capitalistas e suas relaes com o poder e a mdia, mas o conjunto forma uma realidade literria prpria, irredutvel que vivemos.

    Acho at perda de tempo discutir o filme luz dos embates polticos ocorridos desde 2020. No sei se para alimentar a discusso ou inibi-la, os prprios produtores do filme fizeram questo de embaralhar alguns aspectos e posicionamentos similares as do mundo real, de modo que tanto os “negacionistas” e os “aceitacionistas” podem encontrar subsdios no filme, sem serem totalmente contemplados.

    Algumas questes em particular me suscitaram reflexes:

    1) Achei interessante e positivamente surpreendente o filme mostrar como o messianismo cientificista dos dois protagonistas derrotado pela vontade de viver, inclusive deles mesmos. No final das contas, todo mundo, inclusive eles, percebeu que de nada adiantaria passar o final de suas vidas em surto porque a “cincia” havia cravado o fim do mundo. O que a vida pedia, para fazer sentido, eram a comunho, a reconciliao e o agradecimento, seja como fosse e com quem fosse. Nesse sentido, a estrutura de poder sob a qual vivemos, ao buscar justamente aniquilar esses aspectos sob pretexto sanitarista, revela-se muito mais distpica que o filme.

    2) O filme demonstra claramente como os EUA esto sentindo sua hegemonia ser ameaada por China, Rssia e ndia, e, ao mesmo tempo, que os EUA, do alto de sua arrogncia, so capazes de conceber o “fim do mundo” – tema recorrente na sua indstria de entretenimento – mas no um mundo em que eles no sejam dominantes. A verdade que, diferente do que eles gostariam, o mundo no vai acabar junto com a hegemonia deles. Outras relaes internacionais de poder surgiro, e j esto surgindo. No sei se sero melhores ou piores, mas sero diferentes, e tero desafios e possibilidades diferentes, para os quais a criatividade humana sempre buscar encontrar respostas. A humanidade permanecer, assim como permaneceu depois de tantas mudanas nos ltimos milnios. Querendo ou no os EUA, o mundo sempre foi e sempre ser muito maior do que os olhos de Bette Davis e os msculos do Rambo, do que Manhattan e Beverly Hills, que no representam, em hiptese alguma, o fim da histria, mas apenas uma pitoresca fase histrica que ser superada assim como outras muito mais nobres foram superadas. Ainda bem.

    https://www.facebook.com/felipe.quintas.1/posts/1755041174693129

  3. Olhando para o nosso STF, podemos afirmar que o judicirio o principal aliado do crime organizado (o poltico e o do narcotrfico). Se o PT (Partido dos Traficantes), juntamente com os seus sinistros do TSE, conseguir fraudar a eleio, o pas ser transformado num narco-estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.