Nova legenda de Marina Silva não será denominada Partido. Será o quê?

A legenda que servirá de apoio a candidatura de Marina Silva em 2014 ainda não tem um nome definido, mas os futuros correligionários já decidiram que a agremiação vai abolir a palavra “partido”, substituindo-a pelo termo “rede” ou “frente”.

O nome final, que pode ganhar um complemento, será definido até o próximo sábado, quando um evento em Brasília marcará a fundação da sigla.

“Está se consolidando alguma variação em torno da ideia de rede”, disse o ex-presidente do Ibama Bazileu Alves, que coordena a redação do estatuto e do programa do novo partido.

O site que convoca os “marineiros” para o ato chama-se “RedePróPartido”. De acordo com Alves, cerca de 600 já se inscrevem para participar do evento. A sigla deverá contar inicialmente com cinco parlamentares.

(Transcrito do jornal O Tempo)

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – É a mania de ser diferente, original. Chamar um Partido de Rede ou Frente, não sei não… Marina ficou embrigada pelos quase 20 milhões de votos obtidos em 2010 e julga que sua projeção política está numa curva ascendente, quando na realidade é descendente. A ex-senadora insiste em disputar a Presidência em 2014 por uma nova legenda que lhe dará um tempo mínimo de exposição no horário eleitoral. Desse jeito, não tem a menor chance de vencer. Alguém deveria despertá-la desse pesadelo. (C. N.)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *