Nova Piada: governo manipula contas “para evitar desemprego”

A Comissão Mista de Orçamento realiza audiência pública com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, sobre a proposta orçamentária de 2015 (LOA - PLN 13/14) (Wilson Dias/Agência Brasil)

Miriam Belchior apresenta outra “ideia genial”

Carlos Newton

Às vésperas de deixar o ministério do Planejamento e prestes a se consagrar como uma ausência que preenche uma lacuna, a ainda ministra Miriam Belchior aproveitou a abertura do 5º Fórum Interconselhos, no Palácio do Planalto, para dar sua derradeira “aula de democracia”, antes de mergulhar num merecido ostracismo.

“Quem tem medo da participação da sociedade não é democrático”, sentenciou, ao defender a retomada da discussão sobre a participação social nas decisões dos governos federal, estaduais e municipais, embora tal proposta tenha sido derrubada em outubro pela Câmara dos Deputados, que arquivou o decreto presidencial estabelecendo obrigatoriedade de consulta a conselhos populares antes de decisões do Congresso sobre implantação de políticas públicas.

“É preciso consolidar, na nossa legislação, a questão da participação social como meio legítimo e democrático de participação da sociedade nas políticas públicas. Para que não haja retrocesso e para que a gente rejeite de forma bastante firme insinuações, inclusive preconceituosas, de bolivarianismo nas ações do governo federal”, insistiu a ainda ministra ao discursar no Fórum, que reunia representantes de conselhos, entidades e movimentos sociais, ou seja, a chama prata da casa, com se dizia antigamente.

MAQUIAGEM EMPREGATÍCIA…

O pior veio a seguir, em entrevista após o evento, quando Miriam Belchior defendeu a estratégia de o governo maquiar a meta de superávit deste ano para conseguir fechar as contas, através de proposta enviada e aprovada pela base aliada no Congresso. Pois a ainda ministra simplesmente afirmou que a revisão da meta de superávit foi feita porque o governo “não quer desemprego” e precisa continuar a política de investimentos. “É importante que isso ocorra e o Congresso entendeu essa necessidade”, afirmou, ao deixar o Fórum Interconselhos.

Caramba, a que ponto chegamos! É por isso que um comentarista aqui da Tribuna da Internet já sugeriu que a gente suspenda o concurso “Piada do Ano”, porque todo dia as autoridades governamentais apresentam uma nova ideia sensacional. Certamente, essa multiplicidade de propostas geniais deve ser reflexo da tal “contabilidade criativa”, criada pela equipe econômica do primeiro mandato de Dilma Rousseff para concorrer ao Oscar de Efeitos Especiais.

15 thoughts on “Nova Piada: governo manipula contas “para evitar desemprego”

  1. Mais uma CANALHICE da QUADRILHA PETRALHA, aliás, são especialistas em CANALHICES. Vamos suspender o concurso “Piada do Ano” e lançar o concurso “QUADRILHA DO SÉCULO” onde o PT não concorre pois já levou o troféu “HORS CONCOURS” da categoria.

  2. Quando se fala para incultos, carentes de cultura e conhecimento, qualquer bobagem dita, desde que com expressões desconhecidas para as camadas sociais que precisa-se atingir, soam como sonhos que estão sendo construídos.
    A “manipulação” feita por especialistas, e os petistas se formaram com pós-graduação no tema, é sempre dirigida para os necessitados de tudo.
    Jamais, em qualquer período de nosso país, foram ditas e feitas tantas aberrações e tudo graças a metade da sociedade que não entende e a outra metade que se omite.
    resultado: um país dividido, marchando para o buraco!

  3. A meu ver, o erro maior foi antes, ( 2003 – 2010) quando a Conjuntura Internacional estava muito boa e o Governo Federal não se fez a devida POUPANÇA. Agora que a Conjuntura Internacional ficou ruim, especialmente 2014, O Governo Federal fez bem em queimar o Superavit Primário para ajudar na debilitada Demanda e evitar mais Recessão Econômica e DESEMPREGO. Quando a Economia vai bem, o Governo deve fazer Poupança, quando vai mal, o Governo deve desenvolver Ações Anti-Cíclicas, ou seja fazer o contrário.

  4. A solução encontrada por este desgoverno foi aumentar os impostos da maquiagem para reduzir a maquiagem dos números apresentados pelos órgãos do governo ao povo Hiena.

  5. Esse pessoal está “deitando o cabelo” para destruir o Congresso Nacional e substituí-lo pelos conselhos populares sobre os quais manterá pleno domínio político.

    Não há novidade no fronte, são simplesmente a reprodução das comunas que este pessoal do Foro de São Paulo (esses burros, retardados retrógrados comunistas) quer por derradeiro na sua tomada de poder e estabelecimento da hegemonia política.

    Mas, incrível, tem gente que não enxerga assim. Fazer o quê, não é mesmo?!

    Fica assim, então.

    • Prezado Wagner
      Desde o nascimento o PT defende e trabalha no sentido da substituição dos legislativos pelos conselhos populares. O discurso, a escola de líderes, a organização dos movimentos sociais (com e sem registro), tudo foi feito para atingir o poder através da massa que “não sabe pensar”.
      As eleições de diretores e os conselhos escolares nas escolas públicas (acompanho desde o início) é o braço da “democracia demagógica e irresponsável” plantado para fabricar as futuras gerações de “cérebros lavados”.
      E vão avançando, até que a outra parcela da sociedade se acorde (conseguirá?) e diga um basta, um chega para colocá-los no lugar que fazem jus: no lixo da história.
      E os débeis mentais achando que conselhos populares tem vontade própria, conhecimento e capacidade para definir estratégias.Mal conseguem preencher listas de assinaturas.
      Um abraço.

    • Ou podemos fazer apenas Piada do Dia, embora eles façam mais de uma piada. De toda forma, concordo com você, por também dou o cartão (no bom sentido), mas não forneço a senha.

      Abs.

      CN

  6. Alô alô CN, não vai sair nada do escândalo do Metrô de SP (Auston Siemens & Cia) nesse blog……pô, tá certo mostrar
    o escândalo da Petrobras etc mas tb é saudável mostra o restante CN ! Você que é rápido no gatilho veja o q saiu nesta semana na insuspeita Época …..

    “Documento apreendido na Camargo Corrêa traz nova planilha com nomes de políticos tucanos e Michel Temer
    A PF apreendeu na sede da empreiteira uma tabela dos anos 1990 que relaciona políticos, obras e valores em dólar – entre eles, o então senador tucano por São Paulo, Mario Covas, o vice-presidente da República e o tucano José Aníbal, suplente do senador José Serra, também do PSDB”

    Esse senhor, José Anibal, tava na semana passada fazendo o maior discurso moralista no Senado…… pena que a imprensa (sem falar na ausência completa da PF e do Min Público à epoca desses escândalos) não dava nenhum destaque . Mario Covas, por exemplo, tido como um político honestíssimo, no mínimo deixou um de seus filhinhos ultra bem-de-vida com as primeiras concessões (vergonhosas) das rodovias de SP ! Tudo farinha do mesmo saco !

  7. Nem o Eremildo entrou nessa da criação dos “conselhinhos” bolivarianos pela Dilma e a patota do PT.

    Aliás, qual era a relação de parentesco de Miriam Belchior com o Celso Daniel ?

    E ela ainda aceitou ser “ministra do PT” ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *