Novo escândalo na Câmara de Vereadores do Rio, com apoio do prefeito

Helio Fernandes

Existem vereadores presos há mais de 30 dias. Cada um desses vereadores tem direito de nomear 20 funcionários extra quadros. Agora, a vereadora Teresa Bergher apresentou emenda, logo aprovada no plenário, altamente moralizadora, que o prefeito Eduardo Paes não quer que se transforme em realidade.

Pela emenda aprovada, os vereadores presos há mais de 30 dias serão declarados licenciados, SEM VENCIMENTOS. E os funcionários extra quadros serão sumariamente demitidos.  

O suplente da vereadora Cristiane Brasil (filha de Roberto Jefferson) se chama Fausto Alves, está preso há mais de  30 dias, acusado de homicídio. Aliás, a situação está complicada, nem sei se Cristiane Brasil está em exercício na Câmara ou como secretária do prefeito.

Foi demitida não se sabe a razão, reassumiu  na Camara, demitiu os 20 extra quadros. 48 horas depois, foi readmitida pelo prefeito, não se sabe a razão, o suplente acusado de homicídio voltou a assumir, recolocou os 20 extraquadros.

***

PS- A emenda Teresa Bergher, aprovada e aplaudida, menos pelo prefeito, que está trabalhando para EXERCER O DIREITO DE VETO E ESSE VETO SER MANTIDO.

PS2 –  Não está conseguindo nem vai conseguir.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

2 thoughts on “Novo escândalo na Câmara de Vereadores do Rio, com apoio do prefeito

  1. Pingback: Novo escândalo na Câmara de Vereadores do Rio, com apoio do … : Revista Veja Brasil

  2. Pingback: Novo escândalo na Câmara de Vereadores do Rio, com apoio do … | Veja, Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *