Novos rumores sobre demissão do ministro Guido Mantega agitam Brasília

Carlos Newton

Desde que surgiu o caso da corrupção na Casa da Moeda, se intensificaram em Brasília os rumores sobre a queda iminente do ministro da Fazenda, Guido Mantega. Este sábado, o porta-voz da Presidência da República, Thomas Traumann, teve de vir a público negar que Mantega tivesse pedido demissão à Dilma Rousseff.

Na verdade, o ministro realmente colocou o cargo à disposição durante reunião com a presidente Dilma Rousseff em que foram discutidas questões relacionadas aos cortes do orçamento de 2012. Na ocasião, Mantega relatou cansaço e descontentamento com a dimensão tomada pela demissão de Luiz Felipe Denucci da presidência da Casa da Moeda, sob suspeita de corrupção.

Como se sabe, Mantega tentou desconhecer o assunto Casa da Moeda e se esquivou da imprensa durante vários dias, até que a presidente Dilma determinou expressamente que ele desse explicações sobre os motivos da dispensa de Denucci, o que chateou o ministro.

Neste sábado, o porta-voz do Palácio do Planalto afirmou que foi discutido apenas o ajuste fiscal durante a reunião. O gabinete do ministro também negou o pedido de saída de Mantega do governo. Mas os rumores se intensificam, especialmente porque é conhecida a admiração que a presidente Dilma tem pelo secretário-geral do ministério, Nelson Barbosa, e sabe-se também que Mantega só foi preservado no ministério a pedido de Lula. Se dependesse só de Dilma, Barbosa já seria ministro.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *