“Num cantar de real beleza, os poemas nascem e se alimentam”, na visão criativa de Malú Mourão.  

MUSA INSPIRADORA 2 - urbanarts

Ilustração reproduzida de urbanarts

Paulo Peres
Site Poemas & Canções

A professora e poeta cearense Maria Luíza Mourão, conhecida como Malú Mourão, fala sobre o relacionamento entre a “Musa Inspiradora” e quem compõe a poesia. 

MUSA INSPIRADORA
Malú Mourão 

E a Musa se deleita no amor,
Como rosa a perfumar a vida…
Habita na imaginação do autor,
Que abriga a poesia em sua guarida.   

Ela é a vida, a poesia a criação!
Faz do Poeta sua eterna  moradia.
Compartilhando dele a emoção,
No tabernáculo de sua alegria.   

E neste alimento de sutil fantasia,
Vai o poeta,  em seu fascínio a escrever.
E sua Musa em soberba galhardia,
Em seu coração amante vem viver.   

E num romance de perfeita gentileza,
O Poeta e a Musa a se completam,
E num cantar de real beleza,
Os poemas nascem e se alimentam.  

One thought on ““Num cantar de real beleza, os poemas nascem e se alimentam”, na visão criativa de Malú Mourão.  

  1. Manhã na Roça
    ———————-

    A brisa úmida soprava fria e fraca,
    A neblina espessa quase tudo cobria;
    No chão, pássaros saltitantes petiscavam,
    E o sol, no horizonte, lentamente subia…

    No pasto, o gado avançava lento
    De toiça em toiça, em harmonia;
    No galinheiro, o galo vermelho,
    Nervoso, atrás das galinhas corria.

    Manhã perfeita para a indolência
    E um bom cafezinho quente.
    Pena que o nevoeiro foi-se embora,
    E o sol nos trouxe um dia ardente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.