Nunca antes, na História deste país, houve uma sucessão tão esculhambada…

Resultado de imagem para tempo de tv charges

Charge do Newton Silva (Arquivo Google)

Carlos Newton

O criador deste bem bolado bordão promocional é o primeiro a esculhambar a eleição, ao insistir na farsa de que está sendo vítima de perseguição política e teve sua defesa cerceada nas instâncias iniciais da Justiça. Se esta alegação fosse verdadeira, Lula da Silva faz tempo estaria solto, porque seus recursos já circularam repetidas vezes pelos tribunais superiores e já passaram até pela famosa Segunda Turma do Supremo, que, em matéria de soltar criminoso, tem hímen complacente e furor uterino, digamos assim.

Embora esteja na cadeia há vários meses, Lula se autoproclama candidato e mergulha o PT na mais grave crise desde a sua criação, em 1980.  E sua insistência em disputar a eleição pode fazer o Tribunal Superior Eleitoral simplesmente cassar o tempo do PT no horário gratuito.

ACOMPANHANDO – Os advogados eleitorais do PT, chefiados pelo ex-ministro Eugênio Aragão, que tem experiência no TSE, estão acompanhando a situação, por saberem que o PT já está preparando os filmetes da candidatura de Lula, para serem exibidos no horário eleitoral e nas inserções durante a programação das emissoras.

Caso o TSE reaja e tire do ar a campanha do PT, os advogados já estão com a defesa esboçada, separam citação de diversos casos de candidato sub judice que tiveram permissão para fazer campanha.

Acontece que os ministros do TSE já ressalvaram que essas jurisprudências não se enquadram à situação processual de Lula, cuja inelegibilidade na Lei da Ficha Limpa é muito clara e só poderá ser anulada por decisão do Superior Tribunal de Justiça ou do Supremo.

UMA ANTIDEMOCRACIA – É absurda e totalmente antidemocrática a disparidade entre os tempos da campanha de Alckmin e de outros candidatos, como Jair Bolsonaro, Marina Silva, Alvaro Dias, Ciro Gomes e outros,  O tucano terá cerca de cinco minuto e meio em cada bloco diário de 12 minutos, além de 12 inserções durante a programação.

O PT de Lula tem direito  a um minuto e 57 segundos, e o MDB de Meirelles, um pouco menos, um minuto e 52 segundo. Bolsonaro só tem sete segundos e Marina ficou com 12 segundos e meio, devido à aliança com o PV. Ciro e Álvaro têm 35 segundos, cada. E todos eles terão poucas inserções na programação normal das TVs.  Outros candidatos terão cinco segundos de cada intervalo de dois dias ou de três dias.

Fica claro que a lei eleitoral foi feita para beneficiar os grandes partidos. Isso não é democracia nem aqui nem lá na China, como se dizia antigamente.

8 thoughts on “Nunca antes, na História deste país, houve uma sucessão tão esculhambada…

  1. NÃO HÁ ESCULHAMBAÇÃO NENHUMA, MR NEWTON — VOTE NO MELHOR, VOTE EM ALCKMIN E ANA AMÉLIA derrotismo é uma das pragas nacionais, o negativismo, vamos arregaçar as mangas e trabalhar, e enfrentar! FAZER FEITO TRUMP! Choramingar e criticar tudo não levam a nada! E, no mais, viva a sua Tribuna, aqui se debatem ideias!

    • OLHE AÍ O NEGATIVISMO, O DERROTISMO, JOCA não adianta==: alguém vai ser eleito, a não ser que não haja eleições Temer vai continuar? Entra o Exército?

  2. A discussão estéril.
    Passamos dias, semanas e meses divagando sobre o melhor candidato para sucessão presidencial.
    O estado brasileiro, gigante por natureza, eficiente mecanismo confiscador da riqueza alheia mediante coerção, exímio centralizador de recursos e, portanto exposto a lobbies e interesses excusos, ineficiente gestor de recursos de terceiros por incapacidade gerencial, reduto de políticos e de suas facções criminosas denominadas partidos, abrigo de milhares de funcionários públicos, todos com estabilidade, muitos com salários impensados no setor privado e vários com incapacidade funcional.
    Um povo pouco empreendedor, inerte, passivo, dependente, esperançoso, idólatra, por vezes malandro, citado por Roberto Campos, como herança das culturas portuguesas (privilégio), indígena (indolência) e africana (magia).
    Um povo que, atualmente, parece estar despertando de um quadro crônico de letargia em face a tantos escândalos das mais variadas esferas.
    Este é o retrato de um país cambaleante, que sonha com Lula, Ciro Gomes, Geraldo Alckmin, Bolsonaro e Marina Silva como expediente para os problemas.
    Um povo que não enxerga que estas pessoas estão muito longe de serem a solução, pois elas são parte do problema. Estes indivíduos nada produzem. Eles fazem parte deste mecanismo expoliador do dinheiro público. Vivem tão somente que foi roubado, via impostos, de cidadãos produtivos. Este sim, que acordam todos os dias, cedo da manhã, enfrentam uma dura jornada, expostos aos mais variados riscos, para ganhar uma miséria e que sonham, um dia, com uma aposentadoria pública digna.
    Diante do exposto, eu me pergunto: quem está certo?
    Nós, de acreditarmos, de que a solução para os nossos problemas, o desfecho de nossas vidas, o futuro de nosso país, passa por decisões tomadas por terceiros, a distância, que prometem mundos sem fundos.
    Ou os políticos, funcionários públicos, partidos políticos, sindicatos, grandes empresários e etc, que usufruem do sistema ora constituído, gozando de dinheiro à revelia, estabilidade num mundo cada vez mais competitivo, impunidade.
    A impressão que tenho é de que muitos não sabem o que querem, portanto tanto faz o caminho a ser tomado. Ou até pior, somos vítimas de um desejo infantil, de delegarmos a condução de nossas vidas a outrem, na esperança que estes retribuam a labuta diária com segurança, educação, saúde pública e previdência.
    Concluindo: uma grande parcela da população brasileira parece odiar os políticos, porém morre de amores pelo estado protetor. Entretanto, cometem um erro crucial, de esquecer que o estado é habitado e manipulado por políticos incapazes e capazes de tudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *