Nuzman: o mausoléu do exibicionista

Veio dos EUA, no avião assombrou a todos, não por méritos, claro. Falava alto, mantinha conversas imaginárias, perguntava para quem não conhecia e também não o reconhecia: “Sabem quem sou? O presidente do COB, vocês verão a Olimpíada do Rio, por causa do meu prestígio”.

Gargalhadas gerais, ele nem se incomodava nem percebia. Ou percebia mas não se incomodava?

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *