O ateli do vento, na viso do poeta Paulo Peres

Carlos Newton
O advogado, jornalista, analista judicirio aposentado do Tribunal de Justia (RJ), compositor e poeta carioca Paulo Roberto Peres, que mantm o site Poemas & Canes e colabora aqui na Tribuna da Imprensa, inspirou-se para escrever o poema Nuvens, Ateli do Vento.


NUVENS, ATELI DO VENTO

Paulo Peres

A caneta do vento escreveu
Poemas de Nuvens

O cinzel do vento esculpiu
Mulheres de Nuvens

O pincel do vento pintou
Jardins de Nuvens

A caneta, o cinzel e o pincel
So veios infindos do vento

Qual estro nos astros vagueiam
Raios de sonhos tangentes

Nuvens no cu,
Ateli do vento,
No colo da me natureza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.