O Brasil, o “Petrolo” e o Tringulo das Bermudas

Mauro Santayana
Revista do Brasil

Nas ultimas semanas, o Brasil tem vivido sob o impacto das notcias da “Operao lava-Jato”, que, em busca de associar ao Mensalo, muitos chamam de Petrolo, esquecendo-se de que, enquanto se eleva esse novo escndalo ao posto de “o maior da histria”, outros parecem ter se escafedido em um imenso Tringulo das Bermudas, como se tivessem sido reduzidos a pedacinhos pelas lminas de Freddy Krueger, ou abduzidos por aliengenas.

Esse o caso, por exemplo, do “Mensalo do PSDB” – perpetrado, de forma pioneira, com a ajuda do mesmo Marcos Valrio, durante o governo do Sr. Eduardo Azeredo, em Minas Gerais.

Esse o caso do “Escndalo do Banestado”, de desvio de mais de 100 bilhes de reais para o exterior, no qual foram indiciados vrios personagens ligados ao governo FHC, includo o Sr. Ricardo Srgio de Oliveira, “arrecadador” de recursos de campanhas do PSDB, perpetrado, entre 1996 e 2002, tambm no Paran, com a ajuda do mesmssimo “doleiro” Alberto Youssef, do atual escndalo da Petrobras.

Esse parece ser tambm o caso, do Trensalo do PSDB de So Paulo, que, apesar de ter tido mais de 600 milhes de reais das empresas envolvidas bloqueados pela justia no dia 13 de dezembro, parece ter sido coberto por um Manto da Invisibilidade digno de Harry Potter, do ponto de vista de sua repercusso.

BONZINHOS E MALVADOS

Seria timo se – hipocrisias parte – o problema do Brasil se resumisse apenas a uma briga entre “bonzinhos” e “malvados”.

Est claro que temos aqui, como ocorre em muitssimos pases, bandidos recebendo propinas no desvio de verbas pblicas, atuando como “operadores” e facilitadores no trabalho de trfico de influncia, no superfaturamento e na “lavagem” de dinheiro e no envio de recursos para o exterior.

E tambm empresrios que se acostumaram, com o tempo, a pagar ou a ser extorquidos, a cada obra, a cada licitao, a cada aditivo de contrato, pelos “intermedirios” e oportunistas de sempre, e que j sofrem sucessivas paralisaes, atrasos e adiamentos nas grandes obras que executam, que ocorrem devido a razes que muitas vezes escondem interesses polticos que nem sempre correspondem aos do prprio pas e da populao.

E padecemos, finalmente, ainda, da falta de coordenao e entendimento, entre os Trs Poderes da Repblica, em torno dos grandes problemas nacionais.

SEM PLANEJAMENTO

Leis, projetos e obras que so essenciais para o futuro do Pas, no so discutidas previamente entre Executivo, Legislativo e Judicirio, antes de serem encaminhadas para aprovao e execuo, o que acaba levando, nos dois primeiros casos, a relaes de presso e contrapresso que acabam descambando no fisiologismo e na chantagem e que afetam, historicamente, a prpria governabilidade.

Na contramo do que imagina a maioria das pessoas, com algumas excees, ao contrrio dos corruptos e dos “atravessadores”, os homens pblicos – incluindo aqueles que trabalham abnegadamente pelo bem comum – esto muito mais preocupados com o poder, para executar suas teses, ideias e projetos, ou apenas exerc-lo, simplesmente , do que com o dinheiro.

No embate poltico, ter recursos – que s vezes chegam de origem nem sempre claramente identificada, pelas mos de “atravessadores” que se oferecem para “ajudar” – essencial, para conquistar o poder, na disputa eleitoral, e nele manter-se, depois, ao longo do tempo.

REFORMA POLTICA

Esse o elemento mais importante da equao. Mas ele s comear a ser resolvido se houver uma reforma poltica que proba, definitivamente, a doao de dinheiro privado a agremiaes polticas e candidatos a cargos eletivos, promova a cassao automtica de quem usar Caixa 2 e aumente a fiscalizao do uso dos recursos partidrios ainda durante o perodo de campanha.

Por mais que sejam importantes, e impactantes, as prises dos corruptos envolvidos no escndalo da Petrobras e a recuperao dos recursos desviados, se no for feita uma reforma poltica, de fato, elas no impediro que mais escndalos ocorram, no financiamento de novas campanhas, j nas prximas eleies.

18 thoughts on “O Brasil, o “Petrolo” e o Tringulo das Bermudas

  1. Para que o PT possa fazer campanha com os 3% da Petrobras e os outros s com o fundo partidrio? isso que os stalifascistas querem desde 2007.

  2. Temos de estar atentos a um trecho do discurso de ontem da czarina, pois nele est embutido o sonho stalifascista do PT. Ela afirmou que : ” Vamos mudar a Constituio para que o Governo Federal possa atuar na rea de segurana ” ? Mais uma vez o fascimo do popululismo vai quere implantar as ‘diretrizes’ da 3. Conferncia de 2007. Esto qurerendo aproveitar esse assunto de grande apelo popular para enfiar goela abaixo da populao uma ” Constituio” que o sonho de qualquer ditadorzinho de fundo de quintal. As resolues da 3. Conferncia de 2007, permite no somente o perdo aos mensaleiros, mas perpetu-los no poder atravs do voto em lista partidria. Fora isso diminui ainda mais o pode dos Tribunais de Contas, MPs, Justia e do prprio Congresso. Eles esto querendo essa reforma de qualquer maneira, tanto que esto recolhendo assinaturas junto aos movimentos sociais dos deserdados. 99 % das pessoas que assinaram esse requerimento no tem a mnima noo do que seja voto em lista e/ou distrital. Um golpe desses fascistas travestidos de esquerda!

  3. QUE ESTORINHA ESSA DE TERGIVERSAR E TIRAR A RESPONSABILIDADE DOS PETRALHAS? A JUSTIFICATIVA TOSCA:
    -NS ROUBAMOS PORQUE OS TUCANOS TAMBM ROUBARAM NS TEMOS DIREITO DE ROUBAR TAMBM PARA MANTER O PODER. AT QUANDO CORJA DE PETRALHAS IRO ABUSAR DE NOSSA PACIENCIA? A JUSTIA HAVER DE SER FEITA, NO SEI DE QUE FORMA, MAS SER FEITA! FORA DILMA E CORJA DE MARGINAIS PETRALHAS, VOCES NO TEM A MINIMA CONDIO MORAL DE CONTINUAR GOVERNANDO NOSSOS DESTINOS! BANDO DE VAGABUNDOS E MALFEITORES!

    • que petista acha que roubar direito adquirido. Se assim fosse, como Caim matou Abel e no foi para a Papuda, os homicdio estaria liberado desde os tempos bblicos. O autor deve achar que no Brasil vivemos sob o direito consuetudinrio, onde os costumes fazem as leis.

  4. Mais um pouco de “ tudo culpa do FHC”, “se os outros roubam, ns tambm podemos” e “eles roubaram mais”, s para ficar mais prximo do que foi roubado no Petrolo, para encerrar com a “reforma” poltica que s favorece ao corruPTo.

  5. UM MARAVILHOSO 2015 PARA TODOS, INDISTINTAMENTE!
    Sade, paz e realizaes.
    Pois me deparo com este artigo de Santayana e vejo, triste, que a ladainha petista no muda, isto , compensar seus gravssimos erros de desonestidade e corrupo com base em crimes praticados no passado.
    A questo no governar de forma sria e responsvel, mas da mesma forma que as administraes anteriores, roubando em valores muito maiores e mtodos bem elaborados com sofisticao e cuidados para esconderem a rapinagem contra o povo e Brasil.
    Percebo que para os simpatizantes e sectrios petistas nada muda.
    O discurso ser sempre o mesmo, e aceite quem quiser as explicaes para tanta desfaatez e descalabro por um governo sem autoridade moral, que se reelegeu s custas de cooptao de votos fraudelenta e que tomou posse ontem para dirigir mais uma vez esta Nao, exaurida de tantos escndalos e que ter mais quatro anos de sacrifcios e exploraes de seu povo pela frente.

    • Parece matria encomendada, pois a Venina entregou o elo de ligao do Gabrielli, Rosemberg Pinto… E em fevereiro vem o Eletrolo, comeando por Belo Monte e o consrcio Siemens / Alstom / Jos Carlos Bumlai. Vo ter de explicar porque a empresa Dangfang foi preterida, atravs de um decreto do Lulla. Ela apresento uma proposta 40% menor e no precisava de grana do BNDEs. O Bumlai um pecuarista que tinha entrada livre a qualquer hora e por qualquer motivo no Palcio do Planalto, conforme um cartaz que ficava afixado na portaria principal, coisa que nem ministro tinha.

    • Feliz Ano Novo, Bendl, se for possvel, j que, alm da nossa faina diria que independe de qualquer governo, temos que remar contra quem quer a nossa derrota e tem o poder nas mos.

      Mas vamos conseguir. Tudo de bom.

  6. O novo chefe da CGU foi Secretrio de Fazenda do Agnelo Queiroz e Chefe do Gabinte ‘digital’ da Dilma, bela troca, pois o Hage incomodava…

  7. A questo da Petrobrs, apenas a ponta do iceberg .Segundo um procurador
    de Goias, o BNDES ser um foco de rombo ainda maior do que o da Petrobrs.
    Se fizer uma investigao sria em todas a estatais e rgos pblico, ser estarrecedor ( como costuma dizer Presidente Dilma).
    Mais uma vez, desejo a todos um feliz 2015 e aos mais novos principalmente, no
    pecam as esperanas, no h mal que perdure.

  8. Engraado isso. As pessoas so contrrios ao roubo, desde q seja de tal partido. Ou outro, roubou descaradamente tb, mas no conseguem ver.
    Petralhas e tucanalhas fora, cadeia pra todos.
    SEM DISTINO PARTIDRIA, HIPCRITAS!!!!!

  9. E DA?
    Milton Nascimento e Ruy Guerra

    Tenho nos olhos quimeras
    Com brilho de trinta velas
    Do sexo pulam sementes
    Explodindo locomotivas
    Tenho os intestinos roucos
    Num rosrio de lombrigas
    Os meus msculos so poucos
    Pra essa rede de intrigas
    Meus gritos afro-latinos
    Implodem, rasgam, esganam
    E nos meus dedos dormidos
    A lua das unhas ganem
    E da?

    Meu sangue de mangue sujo
    Sobe a custo, a contragosto
    E tudo aquilo que fujo
    Tirou prmio, aval e posto
    Entre hinos e chicanas
    Entre dentes, entre dedos
    No meio destas bananas
    Os meus dios e os meus medos
    E da?

    Iguarias na baixela
    Vinhos finos nesse odre
    E nessa dor que me pela
    S meu dio no podre
    Tenho sculos de espera
    Nas contas da minha costela
    Tenho nos olhos quimeras
    Com brilho de trinta velas
    E da?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.