O Chile preocupa. Por que os casos de covid estão aumentando tanto, mesmo com a vacinação?

chile vacinação covid

Chile lidera vacinação na América Latin, com 40% de imunizados

Fernando Reinach
Estadão

Para entender o fim da pandemia, cientistas estão observando como o Sars-CoV-2 se comporta nos países que estão adiantados no processo de vacinação. Dados iniciais indicam que casos, internações e mortes estão sendo reduzidos rapidamente. Mas no Chile o resultado é outro. É importante entender o que está acontecendo por lá para evitar que o mesmo aconteça no Brasil.

O problema é o Chile. Por lá, onde mais de 40% da população foi vacinada com duas doses ainda são registrados 400 casos por dia por milhão de habitantes.

CONTÁGIO EM ALTA – Esse número vem crescendo e é muito maior que o registrado no Brasil, que, com apenas 10% da população vacinada, tem pouco menos de 300 novos casos por dia por milhão de habitantes. Por outro lado, o número de mortos por milhão de habitantes no Chile é de 6 por dia por milhão de habitantes (comparado com 9 no Brasil e zero na Inglaterra e Israel). A questão que preocupa muitos cientistas é por que o número de casos e mortes continua crescendo no Chile.

Possíveis explicações incluem diferenças climáticas, novas cepas e o relaxamento prematuro do distanciamento social. Entretanto, uma importante diferença entre o Chile e os países em que o número de casos e mortes está caindo é o tipo de vacina utilizada.

Nos EUA estão sendo usadas exclusivamente vacinas de mRNA (Pfizer e Moderna). Na Inglaterra vacinas da Pfizer e da AstraZeneca foram utilizadas em proporções semelhantes. Na Alemanha 80% das doses são Pfizer e Moderna e 20% são AstraZeneca. Em Israel 100% das doses são Pfizer. Essas vacinas têm alta eficácia e efetividade. Por outro lado, no Chile, 85% das doses ministradas são de Coronavac e 15% de Pfizer.

MENOR EFICIÊNCIA – Uma possível explicação para as diferenças encontradas no Chile é a menor eficiência da Coronavac. Talvez a Coronavac seja capaz de reduzir internações e mortes, mas não consiga impedir completamente a propagação do vírus. Quando os resultados da fase 3 da Coronavac e do estudo em Manaus forem publicados, e os de Serrana forem terminados e avaliados, é possível que essa hipótese seja comprovada ou descartada. O tempo dirá.

Embora o Chile esteja realizando um dos processos de imunização mais bem-sucedidos do mundo, com o qual conseguiu reduzir o número de internações de idosos, o governo ainda não foi capaz de conter a propagação do vírus

No Brasil iniciamos a vacinação com a Coronavac e logo em seguida começamos a usar a vacina da AstraZeneca. Hoje estamos usando 50% de cada uma delas. Com a compra de 200 milhões de doses da Pfizer, é possível que quando chegarmos a 40% da população vacinada com duas doses, mais de 50% do total de doses ministradas seja da Pfizer e o restante seja dividido entre Coronavac e AstraZeneca.

UM BOA NOTÍCIA – Portanto, é pouco provável que tenhamos 85% das doses vindas da Sinovac/Butantan como ocorre no Chile. Nosso futuro talvez esteja mais próximo do que ocorre hoje na Inglaterra do que ocorre no Chile. Isso é uma boa notícia. O triste é que já poderíamos estar com 40% da população vacinada.

Israel é o país que vacinou a maior fração de sua população (60%). Em seguida existem três países onde aproximadamente 40% da população já foi vacinada: Chile, Estados Unidos e Inglaterra. Entre os três, foi o Chile que vacinou mais rapidamente. Mais abaixo, como comparação, estão a Alemanha com 20% e o Brasil, onde pouco mais de 10% da população foi vacinada com duas doses. Quando quadruplicarmos o número de vacinados, chegaremos ao nível de Chile, EUA e Inglaterra.

ISRAEL À FRENTE – O número de casos por milhão de habitantes é quase nulo em Israel (que vacinou 60% da população). Na Inglaterra e USA, onde 40% da população foram vacinados com duas doses, o número de novos casos é de 50 por dia por milhão de habitantes. E mesmo a Alemanha, com 20% da população vacinada, também está com 50 casos por dia por milhão de habitantes.

O Brasil, com 10% de vacinados na segunda dose, ainda está longe de Alemanha, Inglaterra, EUA: estamos com 300 casos por dia por milhão de habitantes, seis vezes mais que esses países. Mas isso já era esperado, pois estamos no início do processo de vacinação e temos dificuldade em implementar medidas de distanciamento social.

15 thoughts on “O Chile preocupa. Por que os casos de covid estão aumentando tanto, mesmo com a vacinação?

  1. Há dados interessantes a respeito, não abordados no artigo.

    En relación con la población total, de las 5.471.728 personas no vacunadas, los casos que se hospitalizan ascienden a más de 18.034, los casos que se infectan ascienden a 185.633, los casos que ingresan a UCI ascienden a 6.359 casos y los que fallecen son 2.786 casos.
    El Ministro Paris además, presentó un nuevo dato del estudio elaborado entre el 2 de febrero y el 1 de mayo donde se compara estas cifras con el esquema completo de vacunación (2 dosis de CoronaVac y 14 días o más desde la segunda dosis).

    En ese sentido, afirmó que en este caso “se infectan 12 mil de 4.173.574 personas, se hospitalizan 1.462 de ese total, ingresan a la UCI 360 personas y fallecen 409. Estas personas generalmente tienen comorbilidades, problemas agregados al coronavirus que los traen desde antes de infectarse”.

    Con respecto a los hospitalizados en Unidades de Cuidados Intensivos, el 86% no ha completado su esquema de vacunación, es decir, no tenían las dos dosis más 14 días y el 63% de los hospitalizados en UCI no ha sido vacunado.

    https://www.gob.cl/noticias/salud-refuerza-llamado-la-vacunacion-contra-el-covid-19-posibilidad-de-ingreso-uci-y-fallecimiento-disminuye-considerablemente-en-personas-que-hayan-completado-su-esquema-de-inoculacion/

    • Gostei da nova técnica; usar outro idioma, para dificultar o contraditório.
      Aí, no seu testemunho, diz que quem está morrendo, já tinha comorbilidade.
      a – Não é isto que se diz desde o primeiro dia ? E a vacina iria resolver isso?
      b – Não era isso que o Bolsonaro dizia; que por ele não ter comorbidade, para ele seria só uma gripezinha?

      • Acho que não entendeste: quem está vacinado está mais protegido, mesmo com comorbidades.
        Outra coisa, uma pessoa que não tem comorbidades, sem vacinação, pode ficar es estado grave ou até morrer.

        Mesmo um bolsonarista convicto deveria perceber isso. Opa, esqueci,, as mentes convictas não admitem argumentos que vão de encontro às suas convicções.

  2. E agora?!

    Quer dizer que o Dr. Anthony Fauci admite que o tal vírus foi criado nos States?! E que a Globo deu espaço para um agente norte-americano dizer cinicamente inventando que a próxima pandemia virá do Brasil porque os States disse que o Brasil está matando a Amazônia só para o Titio Sam invadir o país?!

    Duvidam?!

    ATENÇÃO AOS 2:39:34 DO VÍDEO ABAIXO ONDE ISSO TUDO FOI REVELADO:

    https://www.youtube.com/watch?v=f3M25g8Iulg

    • Ue?!
      Quando a teoria da conspiração aponta que foi a China que criou o tal vírus está valendo, quando s teoria conspiatorua diz que foram os States quem criou o vírus não vale?!,

    • Quando as conversas vasadas eram contra o Moro, você aceitava integralmente. agora que os e-mails vasados são do fauci com o bil, ai você não aceita. e ainda vê conspiração.

      • Não aceito? Claro que quero saber das coisas, mas o que os emails mostram?

        Afinal de contas, Fauci não negou que os EUA doaram alguns milhares de dólares para a investigação de morcegos em Wuhan.

Deixe um comentário para Eliel Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *