O CONAR esquece os “cervejeiros-guerreiros”

Essa é uma das mais aviltantes promoções. Personalidades contratadas (incluindo o Dunga, na sua Era de todo poderoso) juntam VÍCIO com sentimento CÍVICO. Inacreditável.

Aparece a cerveja e todos colocam a mão sobre o coração, como se estivessem exaltando a pátria.

A bebida é um vício e, acima de tudo, perigoso e que representa risco para a população. A cerveja não é a única bebida perigosa, mas é a de mais fácil acesso. De tal maneira que o Poder público faz campanha nacional chamada de LEI-SECA.

***

PS – Essa campanha tem como slogan chave, a frase: “Se beber, não dirija”. Pois essa publicidade é duplamente infratora.

PS2 – Se enquadra como ENGANOSA, é visivelmente HIPÓCRITA. Depois de excitar e exaltar o uso da bebida, coloca a frase, “SE BEBER, NÃO DIRIJA”. Isso não pode continuar.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *