O corrupto presidente do PV, José Luiz Penna, divulga vídeos na internet fazendo gozação com a luta de Marina Silva para levá-lo à renúncia. E a culpa de tudo é de Gabeira e Sirkis, que sempre apoiaram Penna.

Carlos Newton

O Partido Verde, que deveria entender de agricultura e paisagismo, está colhendo o que plantou. Fundado por um grupo de visionários, entusiasmados com a importância da preservação do meio ambiente, pouco a pouco o PV foi se transformando numa legenda podre, colhida fora do tempo, já madura demais em termos de corrupção.

Afinal, quem é José Luiz Penna, que desde 1999 preside o PV e vive às custas do partido, que pagava até as contas de água, luz e telefone da residência dele. Sua biografia revela que se trata de um músico e compositor, embora ninguém nunca o tenha visto fazer um show nem conheça qualquer composição dele.

Na direção do PV, Penna vem compondo uma impressionante obra de corrupção e cooptação de dirigentes. Formou uma sólida quadrilha, da qual faz parte o deputado maranhense Zequinha Sarney (que família, hein?), autor da recente proposta que manteve Penna na presidência por mais um ano.

Penna age confiante na impunidade. E tem boas razões. Os auditores do Tribunal Superior Eleitoral detectaram nas contas do PV as mais absurdas irregularidades, mas Penna contratou o escritório de advocacia de Nelson Jobim (hoje comandado pelo filho Alexandre) e conseguiu que o TSE aceitasse as contas, desde que o PV repusesse o dinheiro desviado, o que foi feito usando recursos públicos do Fundo Partidário.

Assim, o TSE inventou a figura jurídica do “ladrão arrependido”, aquele que roubou, foi apanhado, quando ia ser julgado disse estar arrependido, repôs o dinheiro e não foi condenado. Se a Justiça Criminal funcionasse assim, nenhum ladrão estaria preso, é claro.

Na certeza da impunidade, José Luiz Penna agora se diverte postando vídeos na internet, em que aparece junto a outros “dirigentes” do PV, e aproveita para fazer gozações com Marina Silva e outras figuras do partido.

Num dos vídeos, o presidente do diretório do PV em Osasco (SP), Carlos Marx Alves, diz a Penna que verdes recém-chegados pensam que vão levar a sigla “de bandeja”. “Entrou no ônibus e já quer ir para a janela, né?”, responde Penna, rindo.

Apesar das provocações, Penna diz desejar um “casamento profundo” com Marina, “com juras de amor eterno”.

Horas depois de a assessoria de Marina divulgar nota acusando “Penna e seus seguidores” de disputar “o poder pelo poder” no PV, o dirigente postou um vídeo se esquivando de comentar a ameaça da ex-senadora de deixar a legenda.

“Não tem briga. Pugilato, ainda não teve”, disse, acrescentando: “Eu não tenho essa notícia. Concretamente, não existe nada”, afirmou. “Nunca vi uma pessoa do tamanho da Marina vir com quizumba.”

Na transmissão, Penna, que é corintiano, ainda ironizou a torcida do São Paulo pela comemoração do centésimo gol de Rogério Ceni: “Temos que ter uma política de preservação dos bambis”, disse. “Eles estavam começando a ficar raquíticos, magrinhos. Eles têm que ficar fortes para a gente sentar o pau neles.”

Recordar é viver. Em 2007, quando surgiu o escândalo da corrupção no PV, com irrefutáveis provas de corrupção, Penna conseguiu o apoio de Fernando Gabeira, Alfredo Sirkis e Zequinha Sarney para expulsar (sem direito de defesa) os dissidentes, que exigiam o afastamento da quadrilha que domina o PV.

Portanto, Gabeira, Sirkis e Zequinha foram cúmplices de Penna. Agora, só ficou Zequinha na quadrilha. Gabeira e Sirkis trocaram de lado e estão apoiando Marina Silva. Mas parece que se arrependeram tarde demais. E Zequinha Sarney, que tem a quem puxar, distribui nota à imprensa em que protesta contra supostas tentativas de “intrigá-lo” com Marina Silva. “Sempre fui seu admirador”, disse o deputado maranhense, babando de hipocrisia.

No desespero, a ex-senadora dedica-se a dar entrevistas aos principais veículos do país, marcadas por sua iniciativa, tentando buscar apoio da opinião pública para forçar o presidente do PV a renunciar. Mas se ele vive às custas do PV, como e por que renunciaria?

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

3 thoughts on “O corrupto presidente do PV, José Luiz Penna, divulga vídeos na internet fazendo gozação com a luta de Marina Silva para levá-lo à renúncia. E a culpa de tudo é de Gabeira e Sirkis, que sempre apoiaram Penna.

  1. vc e um merda por causa de vc que o brasil nao cresce ta falando do penna que e o politico mais limpo que existe seu bosta vai fala na cara dele seu merda cuzao

  2. FORAAAAAAAAAA PENNA….
    não entendo uma coisa bem simples: como um deputado do partido verde acha que os animais devem ser massacrados e o pior, apoia os rodeios! ele ainda mencionou que devemos nos inspirar nos países arabes! serio? onde as mulheres não tem nem identidade, onde se casam com homens sem nem ao menos ter seus nomes mencionados nas certidões, onde crianças são entregues a homens para fazerem o que bem entenderem?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *