O desejo de mudança no país e a mudança do voto

Pedro do Coutto

Em artigo publicado na Folha de São Paulo, edição de 19, o senador Aécio Neves pediu atenção dos leitores (especialmente dos eleitores e eleitoras, como é natural) para um aspecto contido na recente pesquisa do Datafolha a respeito da sucessão presidencial de outubro: o desejo de mudança na forma de o governo administrar o país. Tecnicamente está certa a colocação. Tanto assim que 69% das classes pobres, que compõem a grande maioria dos votantes apoiam a mudança. Em seguida, 76% da classe média desejam um novo rumo. Finalmente 81% dos grupos sociais de renda mais alta. No Brasil, infelizmente, os que ganham por mês dez salários mínimos são considerados vértice da pirâmide. Falso incluí-los na alta renda. Mas vamos aceitar para efeito de análise.

Podemos considerar, em média, que o índice de insatisfação passa da casa dos 70%. Encontra-se refletido até na elevada taxa dos que, hoje, pretendem anular o voto ou votar em branco amanhã. Atitude de protesto que, de acordo com a legislação eleitora, só acrescenta para o candidato que alcançar maior intenção de votos nas urnas. Em todo o país, de fato, é impossível votar em branco ou anular o sufrágio. Isso só estará acrescentando e facilitando a vitória de alguém. Mas esta é outra questão.

Os insatisfeitos situam-se numa escala muito mais alta. Mas tal atmosfera não se reflete, pelo menos até agora, em intenção de voto. Tanto assim que a presidente Dilma Rousseff, pelo mesmo Datafolha, lidera com 37 pontos, seguida de Aécio Neves (20)  Eduardo campos com apenas 11%. O caráter de insatisfação social não transferiu adesões nem para Aécio muito menos para Eduardo Campos. A soma de ambos, 31 pontos, encontra-se abaixo da posição da atual presidente da república e muitíssimo abaixo do grau de insatisfação e desesperança identificado na pesquisa.

E NO PT?

Por coincidência, na mesma edição de 19 da FDolha de São Paulo, o jornalista Valdo Cruz escreveu artigo acentuando a tendência de uma ala do PT debandar da campanha sucessória. Razões não faltam, inclusive em função de declarações sem sentido que o ex-presidente Lula vem fazendo ultimamente.

Mas é difícil. Essa corrente do PT estaria disposta a votar em quem? Em Aécio? A pesquisa registraria então muito mais de 20% em seu favor. Votaria em Eduardo Campos? Para quê? Para ter certeza antecipada da derrota? São perguntas essenciais relativas ao jogo do poder. Pois quando o eleitor sente que um candidato está previamente derrotado, a tendência é afastar-se dele. Não é o caso de Aécio neves. Que certamente subirá ao longo da campanha além do vigésimo andar a que atinge atualmente. Porém a dúvida é se ele ficará ou não contido no teto da oposição, que oscila basicamente entre 35 e 40%, ou se poderá enfrentar Dilma Rousseff no segundo turno.

Até agora não ficou demonstrado isso. Não apenas em função dos números do Datafolha. Mas pela constatação, que não só Dilma, mas igualmente Aécio e Euardo Campos perdem para o grau de insatisfação predominante. Enquanto isso não acontecer, a força da inércia transforma-se em fator de apoio a Dilma. Para que Aécio possa derrotá-la, tem que avançar na medida em que possa reduzir o nível dos insatisfeitos. Não acontecendo tal fato, Dilma Rousseff, com a insatisfação ou sem ela, terminará reeleita. As urnas é que vão dizer a verdade.

21 thoughts on “O desejo de mudança no país e a mudança do voto

  1. São 142 milhões de eleitores.

    37% deles, seguramente, votarão em Dilma. Estão aí os cativos do Bolsa Família.

    Mas, de 20% muito tema crescer o Senador Aécio Neves. A medida que se desenvolver a campanha e tornar-se mais conhecido, a tendência é a de que os que rejeitam Dilma (42%) e Eduardo Campos (35,1%) migrem para o senador. Veja só o grande jornalista Pedro do Coutto:

    – Se somarmos a rejeição dos dois concorrentes de Aécio teremos: 75,1%

    – A rejeição à Aécio Neves é de: 31,1%

    Então, hipoteticamente o espaço para Aécio é de uma aceitação em torno de 70%. Maior do que o da Dilma.

    Se levarmos em consideração os cativos da Dilma (37%) e de Eduardo Campos (11%), então teremos um espaço ocupado de (48%), sobrando para Aécio 52% junto ao eleitorado. Que é a maioria absoluta.

    Há muito campo para o Aécio crescer, tendo em vista o viés de baixa da Dilma e o de alta demonstrado por Aécio.

    Conforme a pesquisa, a tendência é Dilma levar vantagem no Norte e no Nordeste, e Aécio no Sul, Sudeste e Centro-Oeste, justamente onde se concentra a maioria dos eleitores.

    A briga será boa!

  2. Os números destas pesquisas estão muito parecidos e interessantes.

    Um fato que o senador Aécio Neves deve refletir é o de que 70% do eleitorado quer mesmo é mudança nos paradigmas da economia e do país.

    Há uma aproximação numérica entre este percentual de eleitores inconformados com os rumos atuais do Brasil e a soma dos índices de rejeição de seus concorrentes principais (Dilma e Campos), que é de 75,1%.

    A campanha do senador mineiro deve ser direcionada para a questão da mudança nos rumos do Brasil, mostrando que ele é o único personagem capaz de promover isso. Enquanto que Dilma e Campos representam a continuação rejeitada por 70% do eleitorado.

  3. É, Sr. Pedro de Coutto:
    Desde o dia 18 deste mês, correm boatos de que a gerentona deixou de cair ( que horror!) e até ganhou uns potinhos devido a programação do PT de quinta- feira passada, suficiente para ganhar, ainda, no primeiro turno, segundo se diz.
    Infelizmente o eleitor brasileiro é alienado mesmo.
    Vamos esperar pela divulgação da pesquisa do Ibope, que , segundo dizem também, tem contrato com o Planalto para fazer pesquisas para o PT no valor de mais de 5 milhões, o que a torna não confiável.
    Vamos esperar para ver.

  4. ketchup em casa., sem intermediários dos mercados….

    INGREDIENTES

    12 porções
    12 tomates tipo italiano muito maduros
    6 pimentas dedo-de-moça
    suco de 3 limões
    1 colher de sopa de açúcar cristal integral
    1 colher de chá de sal
    2 colheres de sopa de vinagre
    Folhas de manjericão fresco para temperar na hora de servir

    MODO DE PREPARO

    Corte as pontas dos tomates, corte-os grosseiramente. Abra as pimentas ao meio, retire o miolo e as sementes. Bata no liquidificador os tomates com as pimentas e o suco de limão. Transfira para uma panela, e no fogo baixo ferva até os tomates ficarem vermelho escuro, junte o vinagre, o sal e o açúcar. Cozinhe até o molho engrossar. Prove, se quiser acrescente um pouco mais de sal.

    Para fazer uma conserva – encha quase até a borda com o molho em um ou mais vidros de conserva, desses com a tampa que lacram com um anel de borracha. Transfira os vidros para uma panela bem grande com um pano de prato no fundo para que fiquem estáveis. Encha a panela com água até a altura do bocal dos vidros. Aqueça a panela no fogo baixo por aproximadamente uma hora. A água vai ferver e o calor faz vácuo dentro dos vidros com o ketchup, deixando-os bem lacrados. Guarde-os na geladeira.

    Sirva o ketchup com folhas frescas de manjericão

  5. Fazer contas assim, ate o ministerio economico de fhc faria melhor, e mesmo assim afundou o pais.
    Da para entender por que o pessoal nada entende de lucros e valores de acoes da Petrobras.
    So faltou “aprimorar” o calculo, 75,1 de rejeicao para Dilma e Campos, Emael 30% Pastor 29%. Dai ja da para concluir que Aecio poderá chegar a 135,1%., ta com a vitoria garantida, como ele possivelmente tera 135,1% dos votos, seu mandato devera durar o dobro, ate 2022. Qualquer duvida consultar o Joaquim Barbosa, que num momento unico de justiça podera ainda, se o Lula reclamar, levar a administracao ” etica tucana” para 2026. E fim de papo.

    • Chapa-branca deverias fazer as contas direitinho e este não é um problema do FCH nem do Pedro Alvarez Cabral. A medida que a rejeiçãoaumenta os votos migram. O Serra que o diga. O Barbosa apenas mandou prender um bando de bandidos que tu ficas defendendo na internet. Mas lugar de bandido é na cadeia.

  6. O grande Jornalista Sr. PEDRO DO COUTTO chama atenção para o alerta do Candidato PSDB, Sr. AÉCIO NEVES, de que os +- 70% do Eleitorado que quer mudança na Política do Governo, não Votem NULO/BRANCO, pois que isso só ajudaria a Candidata, atual Presidenta DILMA, que lidera a intenção de Votos. Até ai, tudo bem, mas como fazer o grosso desses +- 70% que querem mudança, Votar nele, Sr. AÉCIO?
    O experiente Jornalista Sr. PEDRO DO COUTTO sempre nos ensinou que: para vencer na Política é necessário “vender” ESPERANÇA. E a meu ver, para o Sr. AÉCIO NEVES “vender ESPERANÇA”, nada melhor que escolher um BOM VICE, garantir um Salário Mínimo de R$ 1.000 a partir 01/Jan/2015, que é 50% do Salário Médio de R$ 2.000, garantir aumento de LUCRATIVIDADE para as Empresas, (SEM SURPLUS NÃO HÁ SOLUÇÃO), reduzindo em 10% o IMPOSTO DE RENDA, reduzir também a Tabela de Imposto de Renda PESSOA FÍSICA em 10%, reduzir o CUSTEIO do Governo em 10% em 4 anos, e de uma maneira geral prometer desenvolver um Programa NACIONALISTA/DESENVOLVIMENTISTA com Centro de Gravidade no Centro-Oeste – Norte. Mostrar que o BRASIL é um Império a Desenvolver, ainda com quase tudo por fazer, que é uma Aeronave que com a Presidenta DILMA de Pilota, ainda está na cabeceira da pista, mas que com ele, DECOLARÁ, e subirá à estratosfera. Inspirar-se um pouco em JK, ainda mais ele que é Mineiro.
    Se ficar só “em cima do muro”, sem ousar se comprometer em nada, ainda mais “grudado em FHC”, cujo Governo relembra a mais legítima DESESPERANÇA, a meu ver, não terá chance.

  7. Senhores (as) leitores (as) perguntem ao senador/candidato Sr.: AECIO NEVES do “PSDB” a presidente da republica,que na epoca do ocorrido era governador de Minas Gerais ,qual a participacao dele no assassinato dos “cincos-5” funcionarios (fiscais e motorista) do Ministerio do Trabalho,alem de acobertar os mandantes e os executantes destes crimes,que por sinal e prefeito de “UNAI “e pertence ao “PSDB”.

    OBS.: Quem se lembra destes crimes , praticados no Governo de AECIO NEVES?

    • Jose Carlis mas o politico assassino continua, apesar desses crimes ter 10 anos, portanto mais velho que o mentirao do gilnar e do barbosa, quase a idade do mensalao tucano, so é mais novo que/a roubalheira do Metro do Covas/Alckmin e Serra, e continua solto. O negocio é prender o Dirceu, que nunca teve dinheiro em sua conta, nem do Metro paulista nem do marcos Valerio.

    • Se 70% da população quer mudanças de verdade, sérias, estruturais e profundas, que nada têm a ver com as condidaturas e partidos que aí estão, então vem supresa por aí, em outubro, com certeza. Quiçá a surpresa esperada há 125 anos.

      • Que mal eu pergunte, afinal de contas, Democracia é vontade da maioria do povo, ou é só interesse partidário-elleitoral ou gollpista-ditatorial imediatos ?

Deixe um comentário para Armando Martin Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *