O discurso da Rainha e a máquina publicitária

Percival Puggina

O Partido dos Trabalhadores mantém uma relação muito própria com a realidade. A exemplo dos partidos totalitários, os fatos, para o PT, são meras referências a partir das quais são concebidas e propagadas as versões mais convenientes. Três fatores se têm revelado utilíssimos para que cada versão, malgrado sua desconexão com os acontecimentos, produza o efeito político pretendido.

O primeiro desses fatores é a velocidade com que a máquina publicitária petista produz e distribui a versão mais proveitosa. É imperioso que chegue a todos os cantos do país simultaneamente com a notícia a partir da qual a versão foi construída. O partido dispõe, então, de numerosa e bem organizada rede de reprodução e repetição das versões que constrói. Em instantes, no canto mais remoto do país, onde houver um vereador do PT ou um dirigente partidário local, ele sabe muito bem o que deve propagar e repetir incessantemente sobre cada assunto de interesse da sigla. Bastaria essa coesão para fazer da mentira verdade e da verdade mentira. Nada que não tivesse sido utilizado antes por todos os partidos de viés totalitário, ao longo do século 20. Inclusive o anseio por reescrever a história, transformando bandidos em heróis e vice-versa, sempre com base nas versões construídas. A Comissão da Verdade é o recente exemplo local de algo que foi prática corrente no mundo comunista.

O segundo fator tem a ver com a fragilidade intelectual do grande público. Quem faz política com astúcia conta com ela e dela se aproveita. Valem-se dessa fragilidade, aliás, todos os vigaristas bem sucedidos. Confiam nela os mentirosos, nas muitas esferas da vida social. Não bastasse isso, é fato: quase sempre, a mentira bem contada é mais atrativa do que a verdade.

O terceiro fator é uma peculiar idiossincrasia de parte da imprensa brasileira que exige de si conduta estéril, uma azoospermia que parece não ter cura, uma equidistância em relação a toda divergência. Graças a isso, mentira e verdade se defrontam com igualdade de condições. Ponto e contraponto. Ainda que um ou outro seja descarado embuste, são raras, entre nós, matérias editoriais desmascarando tramoias. Mesmo se produzidas em série, como as que rechearam o discurso de Dilma.

MENOSPREZO AOS FATOS

Os textos que Dilma leu durante a posse, preparados por ghost writer, formam duas coletâneas de exemplos do que examinei acima. Versão, versão, versão, ufanismo, falsidade e mistificação. Graças a esse menosprezo aos fatos, a presidente pode afirmar, sob aplausos, que esta é a “primeira geração de brasileiros que não vivenciou a tragédia da fome”. Graças a ele, a presidente mencionou os escândalos que espocam na Petrobras feito milho de pipoca como se fossem causados por seres alienígenas vindos de algum planeta capitalista. Graças ao mesmo menosprezo pela verdade e pelos fatos, ela referiu um compromisso com a “Pátria Educadora” (meu Deus, que diabo será isso?) depois de haver entregue o Ministério da Educação a um ex-governador que absolutamente não é do ramo. Graças a ele, prometeu extirpar a corrupção no mesmo dia em que chamava para integrar seu ministério pelo menos uma dúzia de políticos envolvidos em denúncias de corrupção. E por aí foi Dilma, comprometida com muito mais do mesmo.

8 thoughts on “O discurso da Rainha e a máquina publicitária

  1. Tudo orquestrado pelo ex globete e ‘consultor’ da multinacional Ongoing/Oi/Espírito Santo. Já compraram o IG, fizeram a fusão com o Terra e domesticaram o Uol. A grana para tanto vem de todos os lugares, desde a Oí do amigão do Lula Sergio Andrade, para que o Lula mandou o Vicente Cândido na Aneel, tentar ‘quebrar’ com o Bechara uma ‘multinha’ de R$ 10 BILHÕES aos puxa sacos de carreira hospedados na EBC ! Essa tropa de choque de ‘jornalistas’ além de desprezível e ‘nervosinha’ chegando até a ameaçar. Eu mesmo recebi o honorífico título de Troll dado pelo competentíssimo jornalista Luis Nassif, quue foi contratado sem licitação pela EBC. O engraçado é que o ‘notório saber’ após longas biscas, auxiliado por MAVs, conseguiu chegar a essa ‘brilhante conclusão’ a de que sou um Troll, o que muito me orgulha !

  2. Enquanto isso a horda dos ladrões heróis chafurda !
    O deficit é altíssimo na maioria dos Fundos e a conta, pelo rombo existente, está sendo paga pelos participantes ativos e aposentados, por meio de contribuição extra, como no caso do Postalis dos Correios, para o qual já pagamos uma extra e iremos pagar outra em 2015, pois o deficit de Outubro/2014 atingiu a cifra estratosférica de R$ 2.863.594.717,69, pois muitos investimentos estão resultando em grandes prejuízos, havendo suspeitas de desvio para fins eleitorais e/ou corrupção dos Dirigentes, que já passaram por lá”.

  3. Mas não é só nos rincões, onde se observa uma maior desinformação da realidade, que se encontra apoio a esta quadrilha do poder. Na grande imprensa, Globo e Folha, a maioria dos colunistas são chapas-branca na proporção de 5 deles para um independente.
    E a quadrilha vermelha ainda quer mais: censurar os independentes, que ela chama de direita.

  4. Agora mesmo os ratos da industria da difamacao petista estao em acao ! Com o TRE/MG pegando no pe da campanha do Pimentel e o.Eduardo Cunha como candidato independente , caiu do ceu aquele policial federal. So que o Eduardo Cunha ja chutou a rataiada pedindo uma CPI para apurar o caso. A debandada foi geral , voltaram de imediato.ao subsolo de onde nunca deveriam ter saido !

  5. DEU NA COLUNA ILIMAR FRANCO:

    Mais cérebros
    Depois dos médicos de Cuba, o Brasil se prepara para trazer mão de obra qualificada do exterior. A Secretaria de Assuntos Estratégicos, a SAE, está concluindo estudo para importar cérebros, e já há demanda de Itália, Portugal e Espanha. O objetivo é reforçar áreas com carência interna e replicar o conhecimento, como no setor de petróleo. Hoje, apenas 0,3% da população brasileira é formada por estrangeiros. Antes de propor a criação de um programa com esse fim, a SAE reuniu dados que demonstram que 74% dos brasileiros aprovam a vinda de estrangeiros qualificados. Os ministérios da Justiça e do Trabalho estão agora avaliando mudanças legais necessárias para abrir as portas.

    PS
    AQUI NO BRASIL INVESTIR EM EDUCAÇÃO JAMAIS, AFINAL POVO ESCOLARIZADO SABE
    VOTAR ENQUANTO ESTRANGEIROS NÃO TEM DIREITO A VOTO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *