O equívoco (oficial) da palavra PRESIDENTA

Helio Fernandes

É a primeira vez que se usa no Brasil, só homens ocuparam esse cargo maior. Desde o início foi chamada de presidente, muito bom, o charme, a liderança, a competência não vinha da modificação.

Agora, oficialmente, estão preparando um protocolo, para que nos documentos seja tratada como presidentA, em vez do mais natural e que vinha sendo testado favoravelmente, presidentE.

Com o A final, presidentA, não está errado. Mas é inadequado. Uma violação da simplicidade, do que tem tudo para se tornar rotina afável, simples, sem que se queira inventar alguma coisa.

Aqui, como venho escrevendo sempre, Dona Dilma será presidentE, positiva ou negativamente. Espero que preencha seu tempo sem a preocupação de trocar o E pelo A. O único que fez isso foi o Barão de Itararé, que se chamava Aporely, e dizia: “Diariamente troco o A por L”.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *