O futuro que nos aguarda

Sylo Costa

O ano mal comeou e j estamos avanando em fevereiro. Bobagem, o tempo est a, imvel, como sempre foi e ser. O que nos d a impresso de que o tempo mvel e passa rpido a preocupao com os imprevistos. O futuro um tnel escuro que temos de atravessar, da nossa insegurana.

O povo, a multido ou a manada precisa sempre de um guia que oriente o rumo. O povo reclama um lder. A manada necessita de um madrinheiro, que conta sempre com a ajuda da prpria natureza e sabe que o sentido reto faz a distncia mais curta no rumo certo. Mas acima desse comando, seja do povo, das multides e at de cada um de ns, o lder ser sempre o destino: em um acidente de carro ou avio, uns morrem, uns escapam ilesos e outros saem com ferimentos, leves ou graves. Por qu? Pelo destino de cada um. E se todos saem inclumes porque todos tinham o mesmo destino.

A nao precisa de lderes, mas estes no tm o auxlio da natureza. Ns, brasileiros, somos uma nao jovem, parte de um continente tambm jovem. No mundo, todos foram assim tambm, os lderes que fizeram a diferena. O Brasil o quinto pas do mundo em termos de populao e extenso. Em algum tempo, seremos o primeiro em tudo. Quando? Bem, a que a porca torce o rabo… Certamente, para alcanar esse lugar precisamos de lderes cultos e inteligentes, mas com inteligncia para o bem, no para o mal.

PREOCUPAO

Este ano, nosso destino causa preocupao. Alm de estarmos sob o jugo poltico-administrativo de um partido que age como seita de fanticos, nossos lderes padecem do vcio da mentira, que prolifera como qualquer gramnea em terreno frtil. Agora mesmo, para fazer a tal Copa das Copas, estamos gastando e deixando que roubem o que no temos. O Brasil, com 0,800 de IDH ndice de Desenvolvimento Humano , ocupa o 70 lugar no mundo. A Sucia tem IDH de 0,956 e ocupa o 6 lugar.

Pois bem, enquanto a presidente Dona Dilma, em Davos, na Sua, mentia sobre a situao econmica do nosso pas, inclusive escondendo nosso verdadeiro ndice de inflao e contando garganta pela realizao dessa malfadada Copa do Mundo, em que so gastos bilhes de reais ou dlares, a Sucia acabava de vez com a possibilidade de Estocolmo, sua capital, ser a sede dos Jogos Olmpicos de Inverno de 2022 porque os partidos polticos e o prefeito da cidade optaram por no se candidatar a sediar o evento, apresentando como justificativa (prestem ateno) que o pas tem outras prioridades e que um eventual prejuzo teria de ser coberto com dinheiro pblico.

Que bela lio de responsabilidade e bom senso a Sucia nos d. Um pas bonito de gente tambm, culta e honesta, cujo primeiro ministro jamais pagaria em Lisboa, ou em qualquer outra cidade, dirias no hotel Ritz de R$ 26 mil e alugaria mais 25 sutes no hotel Tivoli para seus come-dorme. Aqui, dinheiro pblico serve at para acender fogo de lenha nos churrascos de Braslia. Uma lazeira… (transcrito de O Tempo)

One thought on “O futuro que nos aguarda

  1. Maravilha de artigo. O problema que temos no Brasil uns idiotas que babam ovos de polticos no apenas despreparados mas, principalmente, mal intencionados. Adoram demagogos uma vez que sua inteligncia ainda menor do que seus despreparados dirigentes. Estou me referindo aos que estudaram, e no queles que no tiveram a oportunidade. Tolos que no sabem de seus direitos e apenas repetem surrados slogans que no servem para nada alm de manter o status quo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.