O Lula sem meio campo

Resultado de imagem para lula candidato CHARGES

Charge do Simanca, reproduzida de A Tarde

Carlos Chagas

Assumindo o papel de adversário da reforma previdenciária, o senador Renan Calheiros candidata-se a coveiro do governo Michel Temer, na medida em que o atual presidente da República, mesmo mantendo o mandato, nenhuma herança deixará para o sucessor. Se o próximo presidente vier a ser o Lula, hipótese ainda em suspenso, quem garante a virada na página do retrocesso econômico nacional? A pergunta será quem sucederá a Henrique Meirelles na Fazenda. Não se esperem surpresas maiores no setor. O ex-presidente não rasga dinheiro, provavelmente escreverá outra carta aos brasileiros, tentando  substituir por gente nova o  time dos petistas históricos, desgastados e até presos.

Essa a dúvida fundamental para o novo período, se vier liderado pelo Primeiro Companheiro: até hoje não despontaram novos contingentes no PT. Quais seriam os substitutos da turma hoje dormindo na cadeia? Não há sinal de que o Lula esteja procurando no Congresso. Nem nas universidades ou no que restou da aliança com a Igreja. Sequer nos sindicatos.

NÃO HÁ NINGUÉM – A falta de equipe não será suprida pelas “meninas” do Senado, muito menos pelos “salvados do incêndio”. Quando eleito pela primeira vez, o torneiro-mecânico encontrou uma espécie de âncora empresarial no candidato a vice presidente, logo empenhado na crítica permanente aos juros altos. Hoje, se existe, esse companheiro não apareceu. Há quem aposte em Ciro Gomes, mas ele é inconfiável.

Em suma, apesar de nítido apoio popular, o Lula carece de um time capaz de respaldá-lo. Não tem meio campo. Jamais poderá confiar em Renan Calheiros.

 

4 thoughts on “O Lula sem meio campo

  1. É SIMPLESMENTE ABSURDO SE COGITAR A HIPÓTESE DA VOLTA DESSE MARGINAL AO PODER! SERÁ O FIM DO BRASIL E DAS INSTITUIÇÕES!

  2. Vamos esquecer o Lula, seu autor? Já está ficando chato, entediante, maçante. Se é falta de assunto, faça um poema e ofereça a Iracema.

  3. Sei não…

    Luiz Ignácio é um mitômano juramentado, além da sua esperteza peculiar de transformar papo em palanque…

    Essa semana. contrariando todos os seus comentários anteriores, teceu loas ao juiz Sérgio Moro, com quem vai se encontrar no dia 5 de maio.

    Confirma o ditado: gato escaldado, tem medo de água fria…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *