O mundo assiste ao retrocesso do Brasil no meio ambiente, na impunidade e inclusão

Resultado de imagem para segunda instancia charges"

Charge do Tacho (Jornal NH)

Eliane Cantanhêde
Estadão

Tudo embolado: o julgamento da restrição aos dados da Receita e do Coaf, a reviravolta na prisão em segunda instância, o pacote anticrime empacado. E é por isso que o presidente do Sindifisco, advogado e engenheiro mecatrônico Kleber Cabral, adverte, dentro e fora do País, para os graves efeitos dessa investida não mais apenas contra a Lava Jato, mas contra todos os avanços no combate à corrupção e à lavagem de dinheiro.

“Essa é a percepção generalizada e qualquer decisão que restrinja o trabalho da Receita e o compartilhamento de dados de órgãos de controle tem impacto inclusive no desenvolvimento. Se o Brasil for carimbado como ‘não cooperativo’ no combate a ilícitos, isso será um forte obstáculo aos investimentos internacionais”, diz ele.

REPRESENTAÇÕES – O Sindifisco, Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais, já entrou com representações em quatro órgãos internacionais para denunciar e tentar brecar os avanços contra os órgãos de controle, Receita, Polícia Federal e UIF (Unidade de Inteligência Financeira, ex-Coaf). E esses ataques não se limitam a apenas um Poder.

Além dos julgamentos do Judiciário sobre segunda instância e compartilhamento de dados, há também decisões do Executivo e do Legislativo atravancando todo um processo que havia jogado luzes positivas sobre o Brasil, criando uma expectativa do fim da impunidade e uma onda de confiança nos brasileiros. Com tudo isso em risco, a decisão do Congresso sobre segunda instância também se torna crucial. A ver.

RETROCESSOS – Não apenas os recuos no combate à corrupção, porém, preocupam, incomodam, irritam. Um professor universitário xingado de “macaco” e esfaqueado na rua por ser negro em plena semana da Consciência Negra? Um deputado federal vandalizando uma exposição contra o racismo? Um outro falando em “negrinhos bandidinhos”?

Depois da ditadura, destampou-se no Brasil a panela de pressão política e o vapor da democracia trouxe ao ambiente os grupos, interesses e confrontos tão reprimidos em duas décadas. A unidade de esquerda, centro e parte da direita para recuperar a normalidade perdida foi aos poucos cedendo terreno às divergências e nuances próprias das democracias.

A PIOR DIREITA – Agora, o fim da era PT, com a sucessão de mensalão e petróleo, destampou uma nova panela de pressão: o que há de pior na pior direita, o discurso assassino das armas, a falsa religiosidade que rouba dos pobres e infelizes, a crueldade contra negros e a comunidade LGBT, a posição retrógrada sobre gênero disfarçada como defesa da família.

Os recuos no combate à corrupção e essa barafunda vieram acompanhados de retrocessos em Meio Ambiente, Cultura, Direitos Humanos, pesquisa, educação, política externa. E não se fala aqui do governo, ou não apenas do governo, mas de toda uma classe média que saiu do armário para se assumir armamentista, racista, homofóbica… cruel.

RACIONALIDADE – Em meio à balbúrdia, sobressai-se o Ministério da Economia de Paulo Guedes. Ele e Rodrigo Maia trazem racionalidade a um ambiente de preocupante irracionalidade, mas eles podem muito, não podem tudo. A economia tem enorme peso na política e os índices inegavelmente favoráveis escamoteiam os demais problemas, mas a economia também depende da política, da percepção, dos ventos e da sociedade, tanto quanto a sociedade depende da economia.

O Brasil é um país imenso, amistoso, cheio de potencialidades, que tem tudo para se desenvolver e incluir os milhões de miseráveis que sobrevivem por aí não se sabe como. Mas, para isso, é preciso andar para frente, não para trás. Avançar na economia, no combate à corrupção, na igualdade de oportunidades, no respeito às diferenças, na dignidade de todos, não importa o sexo, a cor, a religião, o saldo bancário. Aliás, princípios básicos de humanidade.

21 thoughts on “O mundo assiste ao retrocesso do Brasil no meio ambiente, na impunidade e inclusão

  1. Um exemplo de nossa mídia atuante de agora e que a Globo tão bem representa. Pega-se temas atuais e efervescentes, mtos deles isolados e/ou paralelos, costura-se todos e os conecta como se efetivamente fossem partes de uma mesma coisa e com pesos iguais, dá-se um tom de ameaça aterrorizante e está formada/provada a sua própria retórica e agenda com ares de uma lógica inquestionável. Pra quem conhece a Cantanhede e a Globo sabe-se que essas são suas pautas e ela tenta juntar tudo num único artigo maniqueísta e simplista. E ela ainda tem a cara de pau de elogiar o Rodrigo Maia

  2. Esqueceu de narrar quem destruiu o país em cacos foram os governantes anteriores que lá estiveram nos últimos +20 anos.
    Agora, estão emendando os cacos deixados pelo socialismo anárquico da escola de Cuba.
    Cinismo total.

    • A esquerdista Cantanhede consegue em suas vãs palavras narrar o inenarrável, o seja, ou seja, ninguém sabe onde a cominista quer chegar, ou ir além da sua vontade aparente da volta da orcrim PT ao poder.
      Catanhede, como a Globo, às vezes tentam conter-se mas a história mostra sempre suas caras.
      Pobre povo brasileiro que atura comunistas que dizem que são democratas como luiz Inácio e sua gangue.
      Esse tipo de.comentário da jornalista deveria ser excluído do noticiário, pelo menos daqueles que acham que são sérios.
      Deplorável!

    • Quando se fala em governo, está incluso os três poderes, executivo, judiciário e legislativo, do qual Bolsonaro fez parte durante 28 anos, eu disse, 28 anos, na comilança, “rachadinhas” e o escambau, comilança essa na qual inseriu todos os seus filhos, portanto não tem moral para atacar de inocente.

  3. Nossa imprensa vendeu a alma ao diabo. Ela não se sustenta sem o dinheirp público. Quando fomos governardos durante 16 anos por uma quadrilha, esta cambada de alienados ficaram mudos.

  4. Tem que mudar estas leis..Não podem 11 cabeças resolverem o que 206 milhões tem que fazer…se pelo menos fossem inteligentes, mas este STF ai, pelo amor de Deus….

  5. Quanto ao racismo, acho um tanto hipócrita e preconceituoso se tecer generalizações. Ele existe tanto de um lado, quanto de outro. Menos no Brasil e muitíssimo mais em outros países. No Brasil de hoje se procurou elaborar leis que protegem certos segmentos sociais e não mais leis gerais, feitas para se padronizar normas a toda sociedade que compõe uma nação. Não dá para se desvincular uma intenção política e populista barata sobre isso. Não demora teremos normas de comportamento cotidiano sendo transcritas em lei e tratando do que pode-se ou não falar, pode-se ou não pensar, para cada segmento da população do país. Pode-se xingar, desde que não haja pejorativo associado a algum tipo de racismo, e não se responde a pesada e podadora lei de racismo. Lembrando, o racismo existe também no Brasil e em todos segmentos. Jamais, somente do branco contra o negro. Felizmente não em uma percentagem tão grande quanto em certos países. Do discurso à prática, voltando ao país, cometemos graves erros que teimamos em não tentar sanar. A acomodação é uma das marcas registradas do brasileiro. Muito valente na hora de defender o que considera seu direito, mas sem qualquer ânimo quanto o assunto é o bem comum.

  6. Repórter da foice e globolixo criticando?Que seja considerado elogio, tudo, que “eles” são contra, é favorável e benéfico a maioria da população, excetuando-se o episódio do professor esfaqueado, hediondo!O politicamente correto e a militância gay são autofágicos, ninguém aguenta mais a imposição de sua agenda.

  7. Principios basicos do Bozocraudio: MAD MAX pra baixo até chegar no gueto da turma do Chapolim, com nuances de Vila Sésamo.
    Isso dá num biruta favorito de muita gente que só estudou ‘até isso daí’….
    Mais os neopentecostais, que se estudaram alguma farinha foram propositalmente desconstruídos, temos o porque de estarmos vivendo sob um governo infaltil, medíocre e, se deixarmos o menino brincar com o revolvinho de espoleta, o contexto da realidade pode virar para o macabro….

  8. Na Veja:

    ‘AI-5 é incompatível com democracia’, diz Toffoli em resposta a Guedes.

    Mas, compatível com a democracia é escutarmos um idiota e sua tropa de seguidores ameaçarem incendiar e que brar o Brasi.

  9. -Conversa fiada!

    O mundo está assinado é a nova corrida nuclear entre a Rússia, China e Estados Unidos, o desenvolvimento de novas bombas atômicas portáteis e o aperfeiçoamento dos mísseis hipersônicos para entregá-las. Na Ásia, a China já tomou as águas territoriais alheias enquanto desenvolve com enorme rapidez navios, submarinos e portaavioes para mantê-las. O próximo passo será colocar armas no espaço, sobre a cabeça dos inimigos, para atingilos com maior rapidez e antes de qualquer reação.

    -Quem tem um pouco de conhecimento sobre geoestrategia e política internacional sabe que se alguém cometer qualquer erro, por menor que seja, sairemos do tal”aquecimento” para um inverno nuclear.

    Somente os telespectadores do Jornal Nacional acham que o que um país como o Brasil faz tem repercussão mundial. Justamente o que os donos do mundo quer que você acredite.
    Afinal, eles pagam regiamente as ONGs para isso!

    https://br.sputniknews.com/europa/2019112214806322-chanceler-alemao-apela-desarmamento-mas-rejeita-remover-bombas-nucleares-americanas/

    • E os telespectadores acham que são os Estados Unidos que lideram essa corrida armamentista….
      Inclusive os telespectadores acreditam que o dólar ainda valha alguma coisa…
      O dia que a China escolher, se quiser, acaba com isso numa só tacada….

      O jogo virou, os americanos tem em mãos a sucata de 30 anos atrás. Nem jatos que prestem para vencer combates eles tem….

      Enquanto o JN continuar na lorota, e idiotas como o Lula, Dilma e Bozocráudio continuarem existindo, estaremos vivendo sob as ordens de um “bicho” que há muito deixou de ser protagonista e hoje vive com o rabo enfiado no meio das pernas…
      Dos EUA só sobrou a farsa, e a disney para brasileiro manter…
      Plastic Fashion

  10. A esquerdista Cantanhede consegue em suas vãs palavras narrar o inenarrável, o seja, ou seja, ninguém sabe onde a cominista quer chegar, ou ir além da sua vontade aparente da volta da orcrim PT ao poder.
    Catanhede, como a Globo, às vezes tentam conter-se mas a história mostra sempre suas caras.
    Pobre povo brasileiro que atura comunistas que dizem que são democratas como luiz Inácio e sua gangue.
    Esse tipo de.comentário da jornalista deveria ser excluído do noticiário, pelo menos daqueles que acham que são sérios.
    Deplorável!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *