O mundo não é romântico (preto e branco), mas realista (cinza) e todos morrem no final

Santo Lopez

Admirem a Ditadura democrática da China e a Democracia ditatorial dos EUA, são os dois lados da realidade humana. Os dois lados de uma mesma moeda. O primeiro (China) é o masculino (o mundo da Espada), faz, assume o que faz e explica por que fez; o outro (EUA) é o feminino (o mundo do Veneno), faz, esconde o que faz e tenta confundir para que ninguém saiba quem fez.
Não se iludam, os dois matam e os dois salvam.

Como somos a única colônia em que um dia a Corte veio morar de mala e cuia, penso sermos o único país que tem a moeda inteira (Masculino e Feminino); hora somos masculinos (Imperiais, Ditatoriais), hora somos uma incrível democracia feminina (totalmente “desarmada”, sem aparatos nucleares), “pacífica” mas capaz de dar exemplo para o mundo.

Nossos militares combateram algo que nem os próprios anarquistas sabiam que era ruim, o Comunismo. Como vi todos (e todos mesmos) países ditos comunistas quebrarem e virarem consumistas (falta só Cuba), não consigo ver onde os militares erraram em impedir que essa panacéia emplacasse no Brasil.

Nossos comunistas ajudaram os militares a se manterem ativos por um bom período; e por linhas tortas, ajudaram também nossos militares a não passar dos limites e a não querer o poder perpétuo.

Agora vejo os antigos comunistas implantando a desorganização civil (matam-se hoje mais inocentes verdadeiros nas grandes cidades, que “inocentes” na época dos militares), e para resolver essa situação os ex-comunistas estão aplicando o mesmo remédio, que tanto repudiaram, do militarismo, só que com outro nome: pacificação.

###
UMA ANARQUIA

Breve a sociedade organizada e trabalhadora terá que se juntar aos militares para resolver mais uma anarquia neo-comunista, quando os “amantes” (e beneficiários ocultos) das drogas desejarem implantar uma Narco-democracia em nosso País. E mais uma vez veremos esses narco-neo-comunistas reclamarem que o sistema está sendo cruel com eles por usar a força para reprimi-los; afinal liberdade é para todos, como eles dizem.

Uma curiosidade que tenho: será que os pais, que foram comunistas no passado, irão agir de que modo se um filho seu quiser hoje empunhar a bandeira da Narco-democracia? Vai tentar demovê-lo dessa idéia no beijo ou na porrada? Ou vai se conformar, pela liberdade de expressão? Provavelmente, se o filho for morto por policias, irão cantar a mesma ladainha que usavam para acusar os militares; mas se for morto por um traficante, irão ficar calados por medo, ou chamar algum militar para resolver a questão, ou…irão virar militares e resolverem a questão.

Como tudo que é demais sobra e nosso País é mestre em fazer mudanças (com ou sem guerra, seja interna ou externa), então mudaremos. Quando a “ditadura” chegou no limite, viramos uma “democracia”; quando essa “democracia” chegar no limite, resolveremos de algum modo.

Guerra demais cansa, Paz demais cansa. “A Revolução sempre estará no poder!”. Afinal, cada geração tem sua bandeira de anarquia, que no futuro vai ficar enrolada em um canto empoeirado escondendo a vergonha e a burrice de ter defendido o indefensável: a hipocrisia e a ganância. Nada como um dia após o outro.

Nunca se esqueçam: “O derradeiro artigo de qualquer Constituição sempre será a Espada!” e “A derradeira luta de qualquer ser humano sempre será pelo Dinheiro!” Quanto a qual regime político, ditadura ou democracia, ser o mais corrupto; é fácil de responder: se tem governo, tem corrupção, seja por ação ou por omissão.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *