O pas quer respostas

Carlos Chagas

Diro lulistas, petistas e governistas ter sido por conta do desenvolvimento poltico, social e administrativo dos ltimos oito anos, no pas. J os que se alinham na oposio respondero pelo lado oposto: foi apesar do Lula, do PT e do sistema formado pelo governo.

Ironicamente, a concluso a mesma: concordam todos em que o Brasil avanou, a populao mostra-se mais consciente e agora que a sucesso presidencial precipitou-se, queremos respostas concretas. Passou o tempo em que os candidatos se apresentavam por conta da simpatia, das caractersticas pessoais ou demaggicas, das idiossincrasias e at dos defeitos.

Hoje, no basta que se mostrem ao eleitorado procurando sensibiliza-lo pela emoo, como fazem os clubes de futebol ou as escolas de samba. preciso que tenham time ou enredo.

Assim, esto os pretendentes ao palcio do Planalto devendo respostas populao. Dilma Rousseff, por exemplo, precisa avanar bem mais do que nas promessas de dar continuidade s realizaes do presidente Lula. Jos Serra necessita quebrar a casca e demonstrar dispor de um programa situado acima e alm do neoliberalismo de Fernando Henrique Cardoso. Marina Silva obriga-se a ser mais do que uma guarda florestal. Ciro Gomes, no apenas um concorrente de perfil novo. Dos nomes colocados na disputa, apenas Roberto Requio comeou a detalhar aspectos concretos do que pretende desenvolver, mas, mesmo assim, deve pormenorizar mais os seus planos.

Vale colocar diante deles certas questes objetivas, pinadas em meio a um cipoal de dvidas que apenas depois de respondidas levaro o cidado comum a definir-se na hora de digitar sua preferncia.

Com relao reforma agrria, o que pretendem? Apenas conviver, estimulando ou restringindo invases? Como estender as propriedades rurais a um nmero infinitamente maior de camponeses sem-terra entregues por enquanto a protestos sem maiores resultados? Incentivar a atividade familiar ou ampliar o agro-negcio?

Frente crise energtica que assusta o planeta, fazer o qu? Definir metas para a implantao de quantas e quais hidreltricas? Levar a Petrobrs a dividir as esperanas futuras do pr-sal com um planejamento efetivo da multiplicao do etanol? Como conciliar os interesses dos usineiros com a importncia de preos estveis para a cana?

O que pensam da sempre anunciada e jamais concretizada reforma tributria? Apenas condenar a carga fiscal avolumada a cada dcada ou propor mudanas fundamentais, diminuindo o volume dos impostos diretos e indiretos? Levar a Receita Federal a reduzir os encargos sobre a classe mdia e aumenta-los para as elites?

Como realizar a ansiada reforma poltica, mantendo ou suprimindo a reeleio, ampliando os mandatos executivos, estabelecendo em que limites o financiamento pblico das campanhas, impedindo ou no condenados pela justia de se candidatarem a postos eletivos? Extirpar de vez a farra das medidas provisrias, limitando os poderes do estado legislador e exigir do Congresso o cumprimento de seus mnimos deveres legiferantes? Que tal enfrentar a proliferao de partidos de aluguel?

Pretendem reduzir as privatizaes,devolvendo ao poder pblico a gesto de atividades ligadas soberania nacional, como a explorao do subsolo e das telecomunicaes?

Permitiro o aumento dos monoplios nos meios de comunicao ou optaro por restries propriedade por um mesmo grupo de veculos da mdia impressa e eletrnica? Buscaro, afinal, regulamentar o artigo 220 da Constituio, criando mecanismos para a defesa do cidado e da famlia dos excessos da programao do rdio e da televiso? Se jamais atravs da censura, seria ento atravs de penas capazes de passar da simples advertncia suspenso e at a cassao de concesses?

Reduzir o nmero de ministrios, hoje 39, enxugando a mquina pblica e diminuindo o nmero de cargos em comisso na administrao federal, atualmente fonte de corrupo e incompetncia? Descentralizar a ao oficial, cedendo s prefeituras parte dos encargos acumulados em Braslia?

So centenas as respostas pelas quais o eleitor est ansiando, passando pelos gargalos da educao, da sade, do saneamento, da infra-estrutura e outros. Pouco adianta ficar nas generalidades, preciso que os candidatos apresentem propostas concretas, at geogrficas, em vez de rtulos balofos e ineficazes. O que, quando, onde e como.

Passou o tempo em que o cidado votaria em Dilma por ser mulher e ter sido indicada pelo presidente Lula. Ou que daria preferncia a Serra porque governa So Paulo e correligionrio de Fernando Henrique. E assim com relao aos demais candidatos. Vale repetir, o pas quer respostas.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.