O perigo da direita boçalizada e da esquerda imbecilizada

Antonio Delfim Netto
Folha

Depois de um extraordinário e justificado entusiasmo nacional por termos reencontrado o caminho da construção de uma sociedade “civilizada”: 1) com o “milagre” da Constituição de 1988; 2) com o movimento de reequilíbrio geral iniciado, mas nunca terminado, pelo Plano Real de 1994/95 e, afinal 3) com a aceleração da inclusão social a partir de 2003 apoiada por um fantástico e passageiro donativo externo, terminamos 2010 com brilhante superação da maior crise econômica e social que o mundo conheceu depois da Segunda Guerra Mundial.

Com essa história, Dilma Rousseff elegeu-se com relativa facilidade. Os estresses internos estavam escondidos pela velocidade do crescimento e a condição externa estava mudando, o que exigiu um forte ajuste em 2011. O seu primeiro mandato foi testemunha do primeiro grito de desconforto da sociedade brasileira nos últimos 30 anos, e a sua reeleição marcada por um embate político de rara agressividade.

Nossa situação econômica é certamente delicada, mas claramente superável. O fenômeno mais grave que estamos vivendo, entretanto, é a generalização da recusa à política que está se apropriando de boa parte da juventude brasileira.

RECUSA À POLÍTICA

Sem perceber, a juventude tem sido vítima da mais incompetente história “engajada” ensinada há décadas nas escolas de todo nível (da base às universidades), sob os auspícios do MEC e de sindicatos de funcionários públicos que se acreditam “professores”.

Com raras exceções, não aprenderam nada, nem da história pátria, nem da universal. Continuam comparando o socialismo “ideal” com o capitalismo “real”, esquecendo o socialismo “real”. Continuam ensinando que a “verdadeira” democracia é o sistema em que a “maioria” decide que a “minoria” não tem outro direito que não o de obedecer-lhes. É a matriz do pensamento autoritário que infecciona a sociedade e que sempre terminará numa “verdadeira” democracia de direita que dura 20 anos, ou numa “verdadeira” democracia de esquerda, em geral mais competente, que costuma durar pelo menos 70…

Quando a maioria da sociedade empodera pelo sufrágio universal um governo para atender a todas as suas vontades, o mais provável é que (inclusive a minoria que se negou a fazê-lo) vai entregar-lhe tudo, a começar por sua liberdade. Disso já sabiam os “founding fathers” da nação americana que construíram, na sua Constituição os mais altos obstáculos ao autoritarismo, sob o controle de um Supremo Tribunal, cuja função básica é garantir os inalienáveis direitos das minorias.

Os fatos dão razão à História: quem a ignora –que é o caso das nossas “direita” boçalizada e “esquerda” imbecilizada– está mesmo destinado a repeti-la.

9 thoughts on “O perigo da direita boçalizada e da esquerda imbecilizada

  1. Delfim precisou envelhecer para entender que nem a direita, por onde pontificou, nem a esquerda, com quem flertou, são soluções. Será que entendeu que o melhor é o caminho confuciano?

  2. Caro CN … Boa noite!

    Está lá: http://pmdb.org.br/artigos/o-perigo/

    Delfim Netto está alertando: “Continuam ensinando que a “verdadeira” democracia é o sistema em que a “maioria” decide que a “minoria” não tem outro direito que não o de obedecer-lhes. É a matriz do pensamento autoritário que infecciona a sociedade e que sempre terminará numa “verdadeira” democracia de direita que dura 20 anos, ou numa “verdadeira” democracia de esquerda, em geral mais competente, que costuma durar pelo menos 70…”

    PMDB – Constituição Federal CIDADÃ de 1988.
    PSDB – reequilíbrio geral iniciado, mas nunca terminado
    PT – aceleração da inclusão social

    Delfim Netto endossa a Executiva Nacional do PMDB – chega de autoritarismo presidencial inconstitucional!!! !!! !!!

  3. Esta onda de direita e esquerda não vale nada ou é situação ou oposição, tudo que a direita fez a esquerda está fazendo igualzinho, ficam este fanáticos dividindo o povo e o povo caindo nesse papo furado de direita e esquerda, no Brasil não temos uma forma de governo onde possamos ver tais diferenças, o povo vai pela mídia comprada como sempre.

  4. O competente e inteligentíssimo Prof. DELFIM NETTO, depois de fazer um resumo econômico-social dos últimos 20 anos, (Humanitária Constituição Federal de 1988, Plano real ESTABILIZANTE de 1994, reativação do crescimento
    ( Média de 4,5%aa) com boa inclusão social de 2003 – 2010, devido a excelente Conjuntura Internacional
    ( principalmente decolagem da China demandando muitas Commodities produzidas pelo Brasil). A partir de 2011 a Conjuntura Internacional começou a mudar para pior, e agora precisamos fazer “Ajustes”. Teme o antigo Ministro da Fazenda que nossa Juventude se desencante com nossa “Democracia muito MAL REGULADA”, e passe a pensar como solução, numa Ditadura de Direita das que duram +- 20 anos, ou pior ainda, numa Ditadura CIENTÍFICA de esquerda, das que tem a má ideia de expropriar nossas Propriedades, e que duram +- 70 anos.

  5. Estimado Sr. Flávio José Bortolotto … a perigo é decorrente da situação que é imposta ao PMDB … coisa muito bem explicada pelo peemedebista Delfim Netto: o PMDB é governo … porém, não é chamado para discutir Políticas Governamentais!!! !!! !!! é como uma minoria dentro do próprio Governo!!!

    Para a proteção democrática das minorias … Delfim lembra que nos EUA cabe à Suprema Corte … … … e do modo que escreve, dá a entender que nosso STF pode deixar a desejar num momento crucial!!! !!! !!!

    Acontece que a Constituição Federal CIDADÃ de 1988 coloca o Poder Legislativo como quem DISPÕE dos assuntos da União … coloca também o Presidente como quem EXERCE o Poder Executivo – com AUXÍLIO dos Ministros!!! e só aceita as Medidas Provisórias em casos muito restritos!!!

    Tem o PMDB abertamente alertado sobre possível pretensão hegemônica do PT ou parte dele … o que levou a Executiva Nacional a apoiar as candidaturas peemedebistas para Presidente do Senado e da Câmara!!! É decisão unânime!!!

  6. Estimado Sr. LIONÇO RAMOS FERREIRA, talvez que a dificuldade da presidenta DILMA de compor plenamente com o PMDB se deva a que o ele seja quase uma Federação de Partidos nos 27 Estados, ( 26 + DF). Tem o Governador do Rio Grande, Vice e 2 Senadores importantes em SC, Senadores no PR……………………até Roraima. Abrs.

  7. Minorias ideológicas que tendem aos extremos, estão conseguindo arrebanhar grande parte da juventude para seus braços pela decepção destes com a política tradicional, que se transformou em balcão de negócios, com ideologias à parte. Assim, se nada mudar a curto prazo, poderemos realmente chegar aos períodos de 20 ou 70 anos de autoritarismo, como disse o Prof. Delfim. PT, PP e PMDB, junto com os partidos nanicos, são governo, auxiliados ainda, por parlamentares rebeldes da oposição. Por isso, todos têm grande responsabilidade no destino da nação, pois sem apoio aos eleitos, o país não estaria passando pela situação atual.

  8. Esquerda aqui no Brasil é religião. Do século passado.
    Sua pregação não faz mais sentido no século XXI. São somente dogmas e crenças que parecem escaparam de alguma museu. Ainda falam em latifúndio, capitalismo, exploração e outros clichés dignos de uma briga de crianças. Coisas que sentimentalizam apenas.
    O que faz um país ser bom para seus cidadão é dinheiro e isso se consegue com produção, com tecnologia própria e também com comodities .

  9. Quais seriam os exemplos de esquerda imbecilizada ? O patrão dele, o Mino Carta e o Paulo Henrique Amorim ? E direita boçalizada ? O Reinaldo Azevedo e o Felipe Moura Brasil ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *