O persistente bullying midiático para ofuscar conquistas do PT

Bresser-Pereira diz que a mídia quer destruir Dilma e o PT

Leonardo Boff
O Tempo

Há um fato inegável. Após a reeleição da presidente Dilma, irrompeu muita raiva e ódio contra o PT. Atesta-o um ex-ministro do partido da oposição, do PSDB, Bresser- Pereira, com estas contundentes palavras: “Surgiu um fenômeno que eu nunca tinha visto no Brasil. De repente, vi um ódio coletivo da classe alta, dos ricos, contra um partido e uma presidente. Não era preocupação ou medo. Era ódio. Esse ódio decorreu do fato de se ter um governo, pela primeira vez, que é de centro-esquerda e que se conservou de esquerda. Fez compromissos, mas não se entregou. Continua defendendo os pobres contra os ricos. O ódio decorre do fato de que o governo revelou uma preferência forte e clara pelos trabalhadores e pelos pobres”.

Esse ódio foi insuflado fortemente pela imprensa do Rio e de São Paulo, por um canal de TV e especialmente por uma revista que não costuma primar pela moral jornalística e, não raro, trabalha diretamente com a falsificação e a mentira. Esse ódio invadiu as mídias sociais e ganhou também as ruas. Tal atmosfera envenena perigosamente as relações sociais a ponto de já se ouvirem vozes que clamam pela volta dos militares.

PALAVRAS DE LULA

Tal fato deve ser lamentado por revelar a baixa intensidade do tipo de democracia que temos. Sobretudo deve ser interpretado. Nem chorar, nem rir, mas tentar entender. Talvez as palavras do ex-presidente Lula sejam esclarecedoras:

“Eles (as classes dirigentes conservadoras) não conseguem suportar o fato de que, em 12 anos, um presidente que tem apenas o primário colocou mais estudantes nas universidades do que eles em um século. Que esse presidente colocou três vezes e meia mais estudantes em escolas técnicas do que eles em cem anos. Que levou energia elétrica de graça para 15 milhões de pessoas. Que não deixou eles privatizarem o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal. Que nos últimos 12 anos nós bancarizamos 70 milhões de pessoas, gente que entrou numa agência bancária pela primeira vez sem ser para pagar uma conta. Acho que isso explica o ódio e a mentira dessas pessoas; pobre fazer faculdade começa a incomodar; tudo que é conquista social incomoda uma elite perversa”.

VOLTA AO PASSADO

Como escreveu o economista Ladislau Dowbor da PUC de São Paulo: “Eles querem a volta ao passado, a restrição das políticas sociais, a redução das políticas públicas, o travamento da subida da base da pirâmide que os assusta”. E acrescenta: “A máquina administrativa herdada foi feita para administrar privilégios, não para prestar serviços. E os privilegiados a querem de volta”.

Efetivamente, o que ocorreu não foi uma simples troca de poder, mas a constituição de outra base de poder, popular e republicana, que deu centralidade ao social, fazendo com que o Estado, bem ou mal, prestasse serviços públicos, incluindo cerca de 40 milhões de pessoas, fato de magnitude histórica.

Para entender o fenômeno do ódio social, socorrem-nos analistas da violência. Recorro ao pensador francês René Girarad (*1923). Segundo ele, quando na sociedade se acirram os conflitos, o opositor principal consegue convencer os demais de que o culpado é tal pessoa ou partido. Todos se voltam contra ele, fazem-no de bode expiatório sobre o qual colocam as culpas e corrupções.

Esse processo está sendo feito contra o PT, um verdadeiro bullying coletivo. Com isso procura-se invalidar as conquistas populares e reconduzir ao poder aqueles que sempre estigmatizaram o povo como jeca-tatu e ocuparam os aparelhos de Estado para deles se beneficiarem…

35 thoughts on “O persistente bullying midiático para ofuscar conquistas do PT

  1. Estaria tudo muito bem se estas conquistas de que o Boff fala não tivessem vindo junto com a destruição da economia do país, que agora impede que elas se mantenham e ameaça sua destruição e do resto do país também.
    Com certeza foi o ódio das elites que fez a aprovação do governo da presidente Dilma cair para menos de 8% em oito meses..

      • O Blog Lava Jato 247 mostra o papel abjeto da Globo !

        “Fora do golpe, Globo pediu moderação a tucanos

        O vice-presidente do Grupo Globo, João Roberto Marinho, procurou nas últimas semanas líderes das principais forças políticas do país e integrantes do governo para expressar preocupação com o agravamento da crise e pedir moderação para evitar que ela se aprofunde ainda mais; ele esteve com o presidente do PSDB, senador Aécio Neves e falou com o governador Geraldo Alckmin, e o senador José Serra; Marinho também se reuniu com os ministros Aloizio Mercadante, Edinho Silva e Henrique Alves, e com o vice-presidente Michel Temer (PMDB), além do presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB) e com a bancada do PT na Casa; em todos os encontros, ele demonstrou preocupação com a queda acentuada do faturamento dos grupos de mídia; desde então, houve uma mudança na forma como a TV e o jornal de propriedade de Marinho passaram a tratar o governo; neste sábado (15), na edição do Jornal Nacional, não foi feita qualquer menção aos protestos que ocorrerão neste domingo (16), atitude bem diferente das edições da véspera das manifestações do primeiro semestre

  2. Engraçado, o Brasil parece um laboratório de experiência de ministros da fazenda, este mesmo, o Bresser Pereira deixou um custo para correção de poupança e FGTS, estes mesmos depois vem dar pitaco em economia, pode ser excelente professor, mas todos saem do governo, deixam um prejuízo enorme para o país, é incrível, não vi nenhum que tenha feito bem a economia do país.

  3. So rindo.
    Quem desde antes das eleicoes ameacava a todos com o exercito do Stedile ?
    Quem fez fez uma campanha baseada na sordida desconstrucao dos outros atraves da difamacao ?
    Quem montou verdadeiras quadrilhas virtuais ?
    Quem tambem ameacou a todos senao o meliante Jose Rainha , condenado a 31 anos ?
    Qual o pelego que ameacou pegar em armas ?
    Quem colocou com o dinheiro publico uma rede de blogs de penas de aluguel ?
    Finalmente freizeco seja homem e nao use a palavra dos outros para envergonhadamente defender essa corja de quadrilheiros que o senhor defende !!!

  4. Não tenho mais certeza da integridade psíquica do Leonardo Boff, ele deve estar tendo alucinações ou anda fazendo uso de psicotrópicos fortes, no que concerne às tão alardeadas “conquistas” do PT, foram no âmbito da CORRUPÇÃO pura e simples, que podemos chamar de ROUBALHEIRA sem vergonha, vez ou outra encontro admiradores dessa lástima de política que corrompe esse coisa com aparência de país que se esmera em defender o indefensável. Mas o que esses escrotos do PT fizeram? Além de uma porção de obras hiper faturadas e enriquecimento ilícito dos políticos e colaboradores, urdiram uma classe C com os escombros de uma população que sempre foi posta de lado pela sociedade brasileira. Aqui era a Elite e o resto, resto esse que com as lorotas de Lula Dilma et caterva elegeram e puseram no comando disso uma horda de ratos famintos, doidos para dar sua mordida nas tetas da nação, então como prêmio esse resto social foi tendo alguns privilégios, que se num país seriam de direito, como poder ter um teto e outras comodidades exclusivas da elite. Apenas com um adendo, tudo isso foi em cima do debito sem consumar uma sociedade forte, a classe C que que elevou-se a o status de consumidor elegeu e manteve a patota faminta de poder do PT e coligados. Agora com a crise moral desses famintos sem ética o sonho que o Sr. Leonardo Boff e outros defendem foi ao chão, com o desemprego em massa, a inflação a todo vapor e o Dólar nas alturas, todos esse benefícios ruíram, o sonho de poder do PT, devido à sua estúpida fome foi efêmero. Agora a classe C está à beira da extinção, e essa coisa com aparência de país está caminhando célere para uma violenta recessão com um número de inadimplentes que segundo estimativas do SERASA já chegam a casa dos 55 milhões de pessoas.
    Se contar com a safadeza, a corrupção, a roubalheira e as mentiras da Dona Dilma e sua trupe, realmente pode-se dizer que o PT foi pródigo e fazer sujeira. Quebrar o Brasil também vale!

    • Sao 55 milhoes de ‘inclusoes sociais ‘ no maior clube do Brasil , o SERASA ! Tem aposentado pegando consiguinado para pagar a conta de luz. Comediantes.

  5. So um imbecil pode defender um partido que saqueou o FGTS , pedalou o PIS , faliu com todos os fundos de pensao , nao vai pagar o adiantamento do 13,o dos aposentados , criou centenas de milhares de desempregados por saquear o patrimonio publico , etc . falar em conquistas e daszelites. CINICOS !

    • REcontagem de votos, isso ai! Quem ganhou estas eleições foi o Tófolli para Dilma. Aécio, meia hora antes do encerramento estava disparado ganhando!

  6. “Capelao de presidio petista”. Tamberlini disse tudo.
    Até quando teremos que aturar essa defesa pífia e mentirosa que joga a culpa do fracasso de Dilma e do PT na zelites?

    Acham que um povo que vê suas economias irem para o ralo, juntamente com a economia de toda a nação, com as empresas quebrando, com o desemprego aumentando, tudo somado a uma violência desenfreada, nunca vista antes na história desse país, sem esquecer a existência de uma corrupção que campeia solta, deslavada, até mesmo depois de um monte de fases da operação Lava Jato, uma população que sente tudo isso na pele, vai acreditar nesse papo furado? Tenham dó!

    Se não são inteligentes, tal como os 9% que ainda creem no PT, não pensem – Boff e bofistas, lulistas e dilmistas, agora Bresser e bresseristas – que os outros sejam pascácios.

    Logo mais é povo na rua!!! Fora PT!!!

  7. Respeito muito Leonardo Boff, o que não que dizer que não discordo dele quando escreve sobre política, o seu Calcanhar de Aquiles.
    O texto acima é uma homenagem à falácia, à mentira, à torpeza de um partido que se esconde através do que divulga, mas que não se comprova na prática!
    Propositadamente Boff e Bresser, de más lembranças, omitem irresponsavelmente a corrupção, a desonestidade, o aparelhamento do Estado, e centenas de crimes que o PT vem praticando desde que assumiu o poder, para enaltecerem política sociais que se desmancharam com a crise econômica, política e social.
    Neste particular não preciso perder tempo em pesquisar, bastando citar o tratamento que os petistas dão para os aposentados e às demais classes brasileiras no que tange à absurda e criminosa carga tributária, que também a dupla dinâmica esqueceu de mencionar.
    Tenho frouxos de riso quando se jactam com relação às “conquistas sociais” e exemplificam com o Bolsa Família, medida que simplesmente condenou milhões à miséria pela inexistência de qualquer contrapartida do beneficiário, sem obrigá-lo a estudar, trabalhar ou, no mínimo, que se comprometesse com um rigoroso Planejamento Familiar para não colocar maios inocentes neste mundo e também previamente condenados à pobreza!
    Lula, o insano de sempre, alega que colocou mais estudantes nas universidades que qualquer antecessor em cem anos.
    Mitômano, megalômano, querendo vencer debates mediante dados absolutamente falsos, igualmente a dupla acima não menciona que aumentou o analfabetismo nas administrações petistas e, em consequência, o analfabetismo funcional, assim como o Lula, que não sabe interpretar qualquer documento que lhe chega às mãos!
    Por outro lado, nos governos petistas, de conquistas virtuais, pois o povo hoje se encontra endividado, faz-se mister destacar outra grave exclusão do artigo em tela que, na razão direta que Bresser conclui seu pensamento de forma tão estapafúrdia, tão artificial, devaneio absoluto com relação às afirmações de ódio que a classe alta devota ao PT, que foi justamente esta classe que mais foi beneficiada pelos petistas desde a Proclamação da República ou, por acaso, Bresser e Boff teriam a coragem de me desmentir ou pelo menos discordar que nas gestões de Lula e Dilma os bancos nunca antes ganharam tanto dinheiro; que nunca a antes na história foram arrancados do povo tantos juros; que nunca antes o sistema financeiro havia recebido tantos benefícios de um governo, a ponto de, Lula, um traidor do povo brasileiro, entregar o salário da população de bandeja para os bancos se lambuzarem de ganhar mais dinheiro através do empréstimo consignado, que rasga artigo da Constituição Federal, e o abominável destruidor do Brasil decretar(!?) que para os banqueiros não haveria mais cliente de risco, haja vista que o salário – IMPENHORÁVEL como garantia de dívida – assegura aos bancos a totalidade do dinheiro de volta que empresta ao cidadão!
    Se faltarem trocados para comprar remédio e comida, azar, mas não pode atrasar as parcelas do banco!!!
    E, a dupla alheia à realidade brasileira, ainda tem o caradurismo de postar um artigo colocando o PT como vítima DE ÓDIO se, na verdade, quem age efetivamente com raiva são os petistas, porém contra o povo brasileiro, caso contrário não roubariam tanto, não seriam tão corruptos e desonestos, não estariam exterminando com o Brasil dessa maneira criminosa e irresponsável!
    O ódio, a raiva, a ira, partem do PT contra esta Nação, apenas usando do mesmo artifício nazista criada pelo seu ministro da propaganda Goebbels quanto à insistência nas mentiras, nas divulgações enganosas, nas falsa propagandas, e em auxiliares travestidos de homens sérios que, no entanto, na leitura da primeira linha de seus artigos, percebe-se a intenção de ludibriar, enganar, manipular, tergiversar e alterar a verdade dos fatos.
    Boff vai para o inferno desta forma, pelos seus pecados mortais na defesa de um partido que vem nos destruindo e, Bresser, reincarnará dezenas de vezes até aprender a lidar com economia, poi foi um dos piores ministros da Fazenda que tivemos ou, então, Sarney não entregaria o poder ao seu sucessor com a maior inflação da História que, diga-se de passagem, o presidente que lhe sucedeu aplicou o maior golpe no povo em todos os tempos, ao confiscar-lhe a poupança e dinheiro que havia em conta corrente, deixando- com cinquenta reais, aproximadamente, para que recomeçasse a vida!
    E Bresser vem falar em ódio?!
    Boff escreve dando razão ao Bresser, ministro de Sarney, que antes da fatídica era Collor era o aqui-inimigo do PT?!
    Não creio que depois de velhos, Boff e Bresser, estão sendo cínicos e hipócritas em tão alto grau!

  8. Este artigo é o mais ultrajante e o mais mentiroso que eu li em minha vida. O autor, Leonardo Boff exibe uma mente doentia tal que inverte completamente a realidade dos fatos. Diz o ex-ministro Bresser Pereira, aquele do Plano Bresser, que empobreceu o país e deixou os funcionários públicos com os salários pífios. Até hoje os sindicatos de funcionários públicos brigam na justiça para receber a reposição do que lhes foi tirado do Plano Bresser, que foi o seguinte:

    O Plano Bresser viria na forma do Decreto-Lei 2335/87 em 12 de junho de 1987. A ideia era mais desacelerar a inflação de preços do que buscar a inflação zero. As principais medidas foram:
    •Congelamento de salários, preços e aluguéis por três meses (salários, na verdade, ficaram atrelado à Unidade Referencial de Preços, que teria seu valor congelado por três meses).
    •Mudança da base do Índice de Preços ao Consumidor para o dia 15 (note que 15/06 foi o primeiro dia útil após o Plano Bresser, publicado à noite em uma sexta-feira).
    •Depreciação cambial sem fixação do câmbio
    •Manutenção dos contratos pós-fixados e estabelecimento de uma tablita para os pré-fixados.
    •Criação da URP, que reajustaria salários e seria corrigida pela inflação do trimestre anterior a partir de setembro, tendo seu valor congelado até lá.

    Nas políticas fiscais e monetárias, foi mantida uma taxa de juros positiva para inibir o aumento do consumo. O plano era reduzir o déficit público para reduzir a emissão monetária necessária para cobri-lo, mas o plano não obteve êxito nesse ponto, já que o presidente tentava a extensão de seu mandato para cinco anos, o que gerou um aumento nos gastos públicos. Desequilíbrios de preços relativos e reposições salariais, começando pelo setor público, terminaram por decretar o fracasso do plano.

    Plano Verão

    Bresser Pereira se demitiu em dezembro de 1987 e Maílson da Nóbrega assumiu o Ministério da Fazenda. O novo ministro tentou algumas medidas de contenção do gasto público para reduzir o déficit, mas as negociações para o mandato de cinco anos e a constituição de 1988 elevaram os gastos públicos e trouxeram mais combustível para a inflação, o que gerou a necessidade de novos planos econômicos

    Bresser Pereira foi, portanto, um economista fracassado do governo FHC, que criou um plano desastroso e teve de sair de fininho do governo. Desde aí perdeu toda a sua credibilidade. Agora, depois de longa hibernação, reaparece Bresser Pereira para apresentar outra teoria tão fora da realidade como foi a de seu malogrado plano econômico. Pensei que, envergonhado do que ele fez, ele nunca mais abriria a boca. Mas não ! Aparece para fazer acusações estúpidas.

    Analisemos esta pérola aqui, que Bresser vomitou: : “Surgiu um fenômeno que eu nunca tinha visto no Brasil. De repente, vi um ódio coletivo da classe alta, dos ricos, contra um partido e uma presidente. Não era preocupação ou medo. Era ódio. Esse ódio decorreu do fato de se ter um governo, pela primeira vez, que é de centro-esquerda e que se conservou de esquerda. Fez compromissos, mas não se entregou. Continua defendendo os pobres contra os ricos. O ódio decorre do fato de que o governo revelou uma preferência forte e clara pelos trabalhadores e pelos pobres”. Ele está louco ? Na eleição de 2002, quando o bandido Lula se apresentou como “Lulinha Paz e Amor” tanto a classe alta, dos ricos, como as massas de classe média e os pobres votaram em Lula, com esperança que o PT fosse um partido ético e mudasse para melhor o Brasil. Dizia-se até que “a esperança venceu o medo, lembram-se ? O que vimos, depois de 2003 foi o governo Lula aparelhando todos os órgãos de Estado, Fundações e Autarquias com ladrões para roubar intensamente o erário público, aproximar-se de empresários corruptos, corromper políticos com o mensalão, saquear os fundos de pensão. Aliou-se desde o começo de seu governo com os banqueiros. Bresser tem a cara de pau de dizer que “de repente, vi um ódio coletivo da classe alta, dos ricos, contra um partido e uma presidente”. Ora, como, se a classe alta são os empresários e os banqueiros que tanto usufruíram dos crimes de lesa-pátria de Lula? A classe alta está com Lula até hoje e muito satisfeita com o governo do PT, salvo os empresários que agora estão quebrando pelo efeito da Operação Lava-Jato.

    Diz ainda o malfadado ex-ministro que Lula e o PT ” Continuam defendendo os pobres contra os ricos. O ódio decorre do fato de que o governo revelou uma preferência forte e clara pelos trabalhadores e pelos pobres”. É mesmo ? Com o governo promovendo lucros estratosféricos dos grandes bancos, como Bradesco e Itaú, e agora com a fome se alastrando pelo Brasil com a redução do poder de compra das classes B, C, D e E, que já não consegue encher os carrinhos de supermercado, sequer comprar à prestação, índices de desemprego récordes na História, aumento nos bolsões de miséria, cortando direitos trabalhistas conquistados desde a época de Getúlio Vargas, rasgando a CLT, aprovando a toque de caixa as terceirizações do trabalho para que os patrões paguem salários menores aos terceirizados porque fica um exército de famintos de reserva para tomar o sub-emprego dos terceirizados e enriquecendo empreiteiras, é assim que o governo do PT fez opção preferencial pelos trabalhadores e pelos pobres ?

    E os roubos na Petrobras, para enriquecer Lula, Dirceu, Palocci, empreiteiros que agora estão sendo alvos de inquérito na Lava-Jato, não contam nada ? Isto foi luta pelos pobres ?

    Quanto à imprensa, criticada por Bresser (os patifes sempre argumentam que notícias são complôs da imprensa) só fez cumprir o seu papel de informar. Felizmente estamos numa democracia, e numa democracia sólida, pronta a denunciar os desmandos de quem quer que seja. E Lula e Dilma são campeões de desmandos. Quer Bresser que a imprensa fique calada ?

    Escreveu o economista Ladislau Dowbor da PUC de São Paulo: “Eles querem a volta ao passado, a restrição das políticas sociais, a redução das políticas públicas, o travamento da subida da base da pirâmide que os assusta”. Mas não é exatamente isso que o governo Dilma está fazendo ? Nenhum empresário, banqueiro ou capitalista mostrou-se assustado quando parecia que a base da pirâmide iria subir. Pena que foi o sonho de uma noite de verão, e a base da pirâmide está mais em baixo do que aquela elevação deixada por FHC, embora pequena elevação. Subir a base da pirâmide significa mais consumo, mais negócios para banqueiros, empresários e capitalistas. Porque é que eles ficariam assustados ? Eles devem estar assustados agora, quando a revolta popular com as desigualdades, a fome e a miséria voltam a bater em suas portas. Podem haver explosões populares de descontentamento. Diz ainda Ladislau Dowbor, da PUC: “A máquina administrativa herdada foi feita para administrar privilégios, não para prestar serviços. E os privilegiados a querem de volta”. Ora, mas não foi a máquina administrativa usada até a exaustão para administrar privilégios nos governos do PT ? Na verdade, foi só isso que o PT fez ! E a máquina administrativa não foi usada pelo PT para prestar bons serviços. Olhem aí o SUS, a Segurança Pública, as Universidades Públicas falidas, os Colégios de Aplicação perdendo as suas excelências, a precariedade dos transportes, as rodovias sucateadas assim como as linhas férreas. Tenha paciência ! Vá contar estas mentiras em Cuba e na Venezuela, porque lá serão recebidas com agrado.

    E as palavras de Lula citadas no artigo são uma outra ofensa à inteligência nacional. Lula fala de conquistas falsas, que, com a roubalheira na Petrobras e a quebradeira do governo federal em consequência, o vento levou, tais como: “Eles (as classes dirigentes conservadoras) não conseguem suportar o fato de que, em 12 anos, um presidente que tem apenas o primário colocou mais estudantes nas universidades do que eles em um século. Que esse presidente colocou três vezes e meia mais estudantes em escolas técnicas do que eles em cem anos. Que levou energia elétrica de graça para 15 milhões de pessoas. Que não deixou eles privatizarem o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal. Que nos últimos 12 anos nós bancarizamos 70 milhões de pessoas, gente que entrou numa agência bancária pela primeira vez sem ser para pagar uma conta. Acho que isso explica o ódio e a mentira dessas pessoas; pobre fazer faculdade começa a incomodar; tudo que é conquista social incomoda uma elite perversa”. Ora, FHC nunca cogitou de privatizar o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal. porque ele iria fazer isso ? Fazer faculdade ? O governo federal está acabando com o FIES, não está pagando as bolsas da CAPES até para os bolsistas em doutorado que estão no exterior e o governo do PT está sucateando as escolas públicas ! E porque a Elite, de que Lula faz parte, hoje um milionário junto com seu filho milionário iria se incomodar com conquista social dos trabalhadores ? Lula está falando por ele, e não pelas elites para a qual, por sua agilidade em roubar, entrou de paraquedas.

    Senhor Leonardo Boff, depois de jogar na Tribuna da Internet um texto como este, recomendo que o senhor pare definitivamente de escrever.

    • Quanto ao Fies , o governo nem explica onde enfia os 7,76% que recebe de cada jogo do maior casino do mundo que e a Caixa . O Fies tambem fica com todos os jogos que os apostadores nao retiram e sao muitos.

  9. Esta cara esta ficando demente. Os legados do pt são: corrupção, assassinato, mentira, pedaladas, assalto os cofres do Brasil, apoio a ditaduras, aparelhamento das instituições. Por que este imbecil não vai morar na Venezuela.

  10. Olha o Boff aí de novo, gente! De épocas em épocas o Boff reaparece para, como sempre, dar palpite totalmente idiota e fora da realidade. Agora ele se baseia em outro imbecil, que não sabe nada da nossa vida de trabalhadores honestos e que não querem mamar nas tetas do povo brasileiro. Ora, a sua palavra, Sr. Boff, não ressoa nem no ninho dos ratos. Vá se catar.

  11. Acabaram de pedalar o PIS de quem ganha ate 2 minimos e o adiantamento do 13 .o dos aposentados ! Esse senhor usa s religiao para tentar defender os bandoleiros de beira de estrada
    Teologo por teologo ‘ acho o Erasmo de Roterda mais serio !

  12. Mais um imprestável artigo de Boff, tentando desviar o foco. Mas consegue enganar a muito pouca gente, atualmente!

    A verdade é que para o seu projeto de poder o PT está destruindo este país!

  13. Pois é. toda vez que a TI publica as opiniões do ex religioso Leonardo Boff, fico aqui com os meus pensamentos.
    Sera que o Nelson Rodrigues não exagerou quando saiu com aquela história, de que toda unanimidade é burra? Afinal, até hoje que eu lembre, nunca vi alguém defendendo o Boff.
    Este cidadão, parece ser acometido de uma ingenuidade pueril, até porque acho que mal intencionado ele não seja, diferente do tal de zé de Abreu e tantos outros.
    Achar qualidade na obra do PT e virtude nas ações dos petistas, olha, se não é esperteza, certamente deve ser
    alucinação.

  14. Duvido que o Boff divulgue quanto recebe da Petrobras.
    No mínimo vai dizer que quem recebe é uma ONG.
    E que não conhece o Sr. Genésio Darci…
    Assim é fácil ser a favor do governo.
    É claro que ele não lê esta área de comentários, mas ser publicado aqui ensejaria pelo menos uma tréplica.
    Mas ele nunca o faria.

  15. Defender o indefensável…qual a motivação? com o preparo intelectual deste senhor não é burrice, mas sua jumentalice seletiva somente pode ser creditada como má fé! e os malfeitos do seu governo? as mentiras? o descuprimentos das leis da Republica, vide as pedaladas fiscais, o financiamento ilegal via petrobras das campanhas de 2006, 2010 e 2014? sr Boff? contribui com a vaquinha de Dirceu? esses comunistas [e não se fazem comunistas como antigamente, que morriam pobres tinham princípios eram honestos…etc] somente pode estar levando alguma vantagem…ele não se conserta…

  16. Olha só o canalha do Bresser Pereira, o homem que massacrou os funcionários públicos federais, defendendo o PT e supostamente os trabalhadores. O mesmo partido maldito, que massacrou os trabalhadores na votação das emenda constitucional 41/2003, aquela que usou recursos do mensalão para aprovarem a vergonhosa redução de direitos dos funcionários e criando enormes dificuldades de poderem usufruir de uma merecida aposentadoria.
    BOFF = BRESSER PEREIRA= LULLA= DILMA = PETRALHAS= TUCANOS = BANDO DE MARGINAIS E CANALHAS

  17. É lógico o Boff defender os comunistas, amigos dele, não era ele quem tentava implantar a Teologia da Libertação, uma armação bem asquerosa urdida nos porões infectos da KGB. Não consigo compreender o que esse povo da igreja quer com comunismo, pois nunca houve o tal propalado socialismo, mas uma brutal ditadura travestida de socialista com a efige de Karl Marx na frente, que se vivo estivesse ele veria uma coisa horrenda, pois se esses eternos viúvos e viúvas do comunismo nunca leram uma página de “O Capital” pois se o fizessem, veriam que ele nunca imaginou algo do tipo da coisa que a revolução de outubro de 1917 se transformou. Um regime homicida que exterminou mais que o nazismo, inclusive os Pogroms que desde a Rússia de Nicolau II já praticava e foi levado aos extremos com a revolução bolchevique. Vamos ainda lembrar a grande fome que o genocida Stálin provocou na Ucrânia.
    Mesmo sabendo de tudo isso essa personagem saída de ficção barata insiste em defender esse canalhas que roubaram, enganaram e continuam culpando os outros.
    Leonardo, aceita o conselho e vai ser capelão de presídio.

  18. Definitivamente esses idiotas perderam o rumo – se é que algum dia tiveram algum. Se hoje há ódio ao PT, ele não é nada mais que uma reação normal de quem vem sendo, não só odiado, mas também roubado sistematicamente por essa quadrilha há 13 anos, senão mais até, já que infiltrados em diversos órgãos públicos eles já estavam bem antes de Lula ser eleito pela primeira vez.

    Quem não se lembra de Lula rindo a bandeiras despregadas quando a celerada Marilena Chauí disse que a classe média é fascista, violenta e ignorante e que a odiava por isso?

    Mas não é só contra a classe média ou a elite branca – culpada por todos os males do mundo – que esses canalhas demonstram ter ódio. É muito pior: eles têm ódio da população inteira! São ladrões contumazes que não estão nem aí se a cada milhãozinho que roubam correspondem a centenas de pessoas que com alguns trocados teriam suas vidas salvas por um remédio gratuito ou por mais segurança nas ruas, teriam sua saúde restaurada por atendimentos médicos decentes e por acesso a água e esgoto, e teriam um vislumbre de um futuro melhor com seus filhos devidamente escolarizados em verdadeiros estabelecimentos de ensino e não em pocilgas chefiadas por porcos cujo único objetivo é a catequese política esquerdopata.

    O que querem esses canalhas que acusam 93% da população de “bulying coletivo”? Que ame quem vai matá-los algum dia? Que idolatre os assassinos dos seus parentes e amigos? A argumentação dessa récua já passou de uma simples defesa de um governo ou de um sistema: virou deboche, escárnio!

    E vão debochar da p…a que os p…iu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *