O que Temer disse na sexta-feira e o que tinha o dever de dizer e no disse

Resultado de imagem para TEMER E O EXERCITO NO RIO

Para o presidente Temer, est tudo azul, sempre

Jorge Bja

Vestindo pulver azul-claro fechado at o pescoo, usando muita maquilagem no rosto para aparentar menos velhice, com os cabelos sempre emplastrados de fixador (gumex?), e sem o menor constrangimento, Temer apareceu ontem, sexta-feira, dia 28, apenas nas redes sociais, em vdeo gravado pela TVNBR, para anunciar a assinatura de decreto que autoriza o envio de tropas federais para o Rio a fim de garantir a lei e a ordem. A gravao, em que se percebe muitos cortes de edio, foi curta e rpida: 1 minuto e 18 segundos.

Mas Temer mentiu muito. Um pronunciamento verdadeiro, autntico, desmascarado e corajoso seria outro. Vamos ento ao que Temer disse e ao que Temer tinha a obrigao de dizer, e no disse.

DISSE TEMER: “Eu me dirijo a todos os brasileiros, mas especialmente queles que residem no Rio de Janeiro. Eu assinei hoje decreto que autoriza o emprego das Foras Armadas para a garantia da lei e da ordem no Rio de Janeiro. Esse emprego est amparado pela Constituio Federal. O objetivo da misso defender a integridade da populao, preservar a ordem pblica e garantir o funcionamento das instituies. O agravamento da situao da segurana pblica est no centro de nossas preocupaes. Ao longo do meu governo acompanho e instruo os ministrios a tomarem as medidas necessrias para enfrentar esse desafio. A medida de hoje em relao ao Rio de Janeiro mais um passo no combate a essa situao que hoje inquieta a angustia todos os brasileiros, particularmente os moradores do Rio de Janeiro. Desejo muito sucesso s foras federais que esto no Rio de Janeiro e que esto em coordenao com as foras de segurana estaduais e municipais que cuidaro da segurana no Rio de Janeiro“.

TEMER NO DISSE (mas tinha o dever de dizer): “Eu no gosto de me dirigir aos brasileiros, em quem muito pouco penso e nem me preocupo. Mas, mesmo a contragosto — porque minha preocupao me manter do poder at o final de 2018 e meu empenho atual comprar votos e conscincias dos deputados federais para que no permitam que qualquer denncia-crime contra mim, apresentada ao Supremo Tribunal Federal, seja aprovada e autorizada pela Cmara dos Deputados –, eu me vejo na obrigao de falar aos que residem no Rio de Janeiro. Informo que assinei hoje decreto que autoriza o emprego das Foras Armadas para garantir a lei e a ordem que faz anos que andam despedaadas no Rio. E reconheo que o culpado disso tudo tambm sou eu. Dilma e eu no formamos a chapa que venceu as eleies de 2010 e 2014? Ela, a Dilma, como presidente, e eu, como vice. Portanto, tenho o dever de assumir a chamada responsabilidade administrativa solidria, em que bnus e nus sempre devem ser repartidos entre quem presidente e quem vice-presidente do Brasil. E desse primrio primado do Direito, e como constitucionalista que sou, jamais recus-lo-ei reconhecer e assumir. Tambm sou culpado, sim. Alm do mais, j assumi a presidncia plena h mais de um ano, e a violncia urbana, no Brasil e principalmente no Rio, s fez aumentar, desmedidamente. E ao longo do meu governo — e do da Dilma tambm –, nem ela, nem eu, nos preocupamos com isso, porque para ns o bem-estar e a segurana do povo nunca foram prioridades. Pior do que isso: nunca foram cogitadas aqui em Braslia, nem muito menos tratadas com ministrio algum.

E TAMBM NO DISSE Mas agora, a situao est a cada dia piorando para mim e para meus assessores diretos e meus ministros. Para concluir: considerando que 93% do povo brasileiro desejam me ver fora da presidncia e considerando que milhares de famlias choram seus mortos, que foram e esto sendo assassinados no Rio — e chorar uma experincia, uma reao sentimental que nunca tive, jamais senti, mas sei que existe — eu resolvi mandar as Foras Armadas para o Rio de Janeiro. Mesmo sem saber onde os 10 mil homens ficaro alojados, a fortuna que vai ser gasta com essa deciso improvisada, se existe ou no um plano de ao no combate criminalidade, os soldados federais j estaro a partir de hoje, sexta-feira, 28 de Julho de 2017 e at 31 de dezembro deste mesmo ano, acantonados na cidade do Rio. Onde ficaro, no sei e ningum sabe. E isso bastante comum nas improvisaes. E desejo muito sucesso s foras federais, estaduais — estas reconhecidamente esfarrapadas e sem receber seus soldos em dia. Perdo, eu falei sucesso, substantivo que empreguei mal por ser mais adequado emoes e sentimentos festivos. Da substituo-o por xito”.

18 thoughts on “O que Temer disse na sexta-feira e o que tinha o dever de dizer e no disse

  1. A nica forma de Temer sair seria se algum convencesse o Maia a aceitar o impeachment feito pela OAB. Pois isso levaria muito tempo e para encurtar o processo teriam que aceitar a 2 denncia que ser feita por Janot.

    Mas quem pode convencer Rodrigo Maia a aceitar o pedido de impeachment ?!?!

  2. Tirando o Brasil, a Venezuela ou algum(ns) outro(s) pas(es) da Amrica Latina. em nenhum lugar do mundo um presidente com um ndice de aprovao de 5% continuaria no poder.
    Nesses casos, a renncia vista como um ato nobre.

    Mas aqui, o cara se agarra ao poder, distribui favores para polticos – com o dinheiro pblico, claro -, e o pas fica esperando pra saber at onde vai tudo isso.
    triste.

  3. Excelente artigo do Dr. Bja.

    Eu acrescentaria na parte que deveria ser dita por Temer:
    “Estou mais preocupado em assegurar o futuro dos meus (amigos e familiares) e com aposentadoria digna de um rei. Sendo assim, pouco me importa o calvrio de sofrimento que imponho ao povo brasileiro. Ignoro completamente indicadores de rejeio. No me afastarei do governo at sugar a ltima gota de sangue da nao em defesa do grande capital estrangeiro e nacional, nem que para isso tenha de escravizar e humilhar o povo brasileiro at suas ltimas foras”.

  4. Por causa de uma porcaria de um celular, esta semana mais uma pessoa de bem foi lhe tirada a vida por dois bandidinhos alckiminianos que infestam esta cidade.
    Um moa quando voltava do trabalho foi supreendida pelos bandidinhos em um moto.
    Um dos assassinos, uma besta fera sem igual, de menor.
    A moa com certeza no voltar mais,,e vai para as estatsticas ZERO moda do Ministro Alexandre Moraes, esse gnio da Administrao Pblica, o marginal de menor passar alguns dias no Resort da Tucnolndia, comendo,bebendo e dormindo e sair impune, e voltar a cometer mais algumas centenas de crimes.
    E assim continuemos nesta carnificina diria em que a cambada de polticos sanguessugas esto pouco se lixando, ainda mais em se tratando de vidas humanas, para esses lixos tanto faz, o que vale Poder e Malas e Malas de dinheiro para poderem se perpetuar em seus cargos…

          • Sr. Paulo, agora srio,
            No porque o Sr. tem uma coleo de bandidinhos de estimao, Fhc, Acio, Serra, Dria, Alckimin, Barroz Munhoz, Zanibal, Aloisio, Eduardo Azeredo, Anastasia, que eu sou obrigado a t-los de outros partidecos, como por exemplo Petralhes, PMDBdandido, Demoniacos…..
            Sacou…?:

            PS. E veja bem, j lhe expliquei centenas de milhares de vezes.
            Acho que o motor est falhando.

  5. Dr. Beja, mais uma vez, parabens, o Joesley Batista taxou Temer de Pior chefe de quadrilha de bandidos, acrescento quadrilha hedionda,
    Os 3 poderes, esto podres, se o Brasil fosse srio, esses quadrilheiros hediondos, estariam na cadeia, que luigar de bandido.
    Que Deus nos ajude, a sair desse lamaal, pacificamente, 95% rejeiao, e o cara no se manca, humilha o Brasil, Esses politicos, se vendendo, todos, j tem garantido o Ranger de dentes, ps tmulo,

  6. Algum declarou lindamente: “se malandro soubesse como muito mais fcil e bom ser honesto; seria honesto s por malandragem”.
    Acompanho a Tribuna da Imprensa desde 1993 primeiro pelo jornal e agora na internet.
    As vezes penso que estamos “patinando”, outras que estamos regredindo e as vezes, que estamos avanando.
    O sentimento de Avano, s se solidificar se eles no conseguirem parar a Lava Jato; sei que uma luta inglria mas graas a Deus, ainda existem brasileiros e Juiz em nossa Ptria Amada.
    Tinha nojo de ver fhc na TV, no final estava difcil de aguentar a “anta” pois por mais que parecesse hilrio, sempre vinha a lembrana que ali estava nossa presidenta (como a anta gostava de ser chamada).
    Tinha a percepo do golpe que estava sendo dado, mas, pensava que era para o bem de nosso pais; pois um professor de direito constitucional, j aposentado, com uma rica histria, faria um papel parecido com o saudoso Itamar Franco; que engano, hoje est difcil ver o cidado na tv, mentindo descaradamente e vendendo o trabalhador brasileiro.
    Que Deus nos proteja.

  7. Dr. Bja e eu, parece, temos a mesma pssima impresso desse farsante que se diz presidente.
    E, sr. Jos Pereira Filho, ele no tem histria bonita.Sempre se disse que ele era (e ) corrupto.

    • Cara Mara, O porto de Santos(SP), prova sua ltima frase, o cara ainda se diz proferssor constitucional, s se for de “bandidagem hedionda, a escravisar 220 milhes, tornando o Brasil em grande senzala. Brasilia, sede de quadrilhas hediondas.Oremos Deus, mas faamos nossa parte de votar com dignidade, para no sermos conoivente com a canalhice,impatriotica.

  8. A mentira uma coisa nojenta.
    Fere a alma de quem alimenta.
    Pode at mentir de brincadeira.
    Mas no fundo, sente o peso na conscincia.
    Mentira, doe, fere, corro, destri…
    melhor a verdade do que a mentira.
    A verdade enaltece, engrandece e valoriza.
    Mas a mentira, venenosa, engana a quem mente e quem ouve.
    A verdade sinceridade, mentira falsidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.