O Supremo e o senador Capiberibe

Helio Fernandes

Eleito senador em 2002, foi cassado 2 ou 3 anos depois, por causa da pressão-conspiração de Sarney, ele é do Amapá. Foi acusado de “comprar 26 votos”. Numa eleição majoritária.

O que aconteceu agora, em 2010, só pode ser chamado de “kafiquiano”. Eleito novamente, não pode tomar posse, “pelo fato de ter sido CASSADO anteriormente”. Reconheço que o presidente do Senado é uma potência. Mas até mesmo diante do Supremo?

 ***

PS – Capiberibe recorreu ao Supremo, vieram as férias forenses, não há decisão. E ele, que obteve novamente a consagração da coletividade, espera que os “deuses” resolvam.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *