O triângulo amoroso de Nelson Sargento

O artista plástico, escritor, cantor e compositor carioca Nelson Mattos foi sargento do Exército, daí o apelido que virou nome artístico. Uma de suas músicas revela um sublime “Triângulo Amoroso”, formado por ele próprio, por sua companheira e pela Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira. Este samba faz parte do LP Sonho de um Sambista, gravado por Beth Carvalho, em 1979, pela Estúdio Eldorado.

TRIÂNGULO AMOROSO

Nelson Sargento

Elas são o meu tudo na vida
Pra mim elas são iguais
Se por acaso eu perde-lás
Não sei do que serei capaz

É um triângulo amoroso
Funcionando com perfeição
{Uma me domina, a outra me fascima
Mas as duas tem meu coração}

Elas são o meu tudo na vida
Pra mim elas são iguais
Se por acaso eu perde-lás
Não sei do que serei capaz

É um triângulo amoroso
Funcionando com perfeição
{Uma me domina, a outra me fascima
Mas as duas tem meu coração}

Uma está no lar
É minha doce companheira
As vezes eu fico com a outra, a noite inteira
{Assim vivemos bem, pois ela sabe afinal
Que sua rival é a Mangueira}

           (Colaboração enviada por Paulo Peres – site Poemas & Canções)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *