Objetivo de Olavo de Carvalho parece ser afastar Bolsonaro dos militares. Conseguirá?

Resultado de imagem para olavo de carvalho frases

Olavo ganha vida ensinando idiotas a serem gênios

Deu em O Tempo

O filósofo Olavo de Carvalho, considerado por muitos um guru do governo de Jair Bolsonaro (PSL), usou suas redes sociais ontem para disparar contra o presidente, em reação a uma nota na qual o chefe do Executivo diz que suas declarações “não contribuem” para o governo. Pelo Facebook, ironizou, agradecendo ao presidente por ser “seu boi de piranha”.

“Obrigado, sr. presidente, pela chance que o senhor me deu de ser o seu boi-de-piranha, levando nas minhas costas pelo menos metade das pancadas que lhe eram dirigidas e em seguida sendo acusado de ter o comportamento divisionista que de fato é o do seu querido vice-presidente”, afirmou o filósofo.

DESVIOS NO DNIT – O filósofo e mentor da família Bolsonaro manteve as duras críticas a Mourão e foi além: atacou lideranças do Exército, citando uma condenação de militares por desvios de recursos públicos. Olavo de Carvalho compartilhou diversas páginas de notícias citando o vice-presidente: “Mourão elogia Chico Mendes”, “Presidente da CUT se reúne com Mourão e critica reforma da Previdência”, “Mourão critica ‘despetização’ de Onyx”, “Mourão curte postagem crítica a Bolsonaro”, entre outras notícias com o militar.

O filósofo, que é apontado como uma dos principais influenciadores do governo Jair Bolsonaro e de seus filhos – inclusive tendo indicado ministros de Estado –, divulgou também uma notícia sobre oficiais do Exército condenados por desvio de verbas públicas com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), dizendo que a Justiça Militar condenou cinco oficiais do Exército e dois empresários por crime de peculato, acusados de irregularidades em 88 processos licitatórios firmados entre o Dnit e o Instituto Militar de Engenharia. A suspeita é de desvios de R$ 11 milhões.

Em outra publicação, ele disse que o país está perdendo a oportunidade de respeitar a vontade da população.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Ao que parece, Olavo de Carvalho e os filhos de Bolsonaro querem tirar do governo os militares que apoiaram a campanha. É claro que não terão sucesso nessa investida. O resultado final será uma ligação cada vez maior de Bolsonaro com os militares e um afastamento cada vez maior de seus filhos e do guru virginiano. E assim caminha a humanidade, diria o diretor George Stevens, que ficou espantado com a criatividade dos brasileiros o traduzir títulos de filmes. (C.N.)

17 thoughts on “Objetivo de Olavo de Carvalho parece ser afastar Bolsonaro dos militares. Conseguirá?

  1. Caro CN … Bom dia!

    “E assim caminha a humanidade, diria o diretor George Stevens, que ficou espantado com a criatividade dos brasileiros o traduzir títulos de filmes. (C.N.)” … … … também é muito criativa a maneira de CN titular os artigos KKK kkk KKK

    Caríssimo CN … os militares apoiaram a Revolução das Mulheres com Terço nas Mãos de 19/03/1964 – até se apossaram dela, né???

    E quase quase quase implantaram o Comunismo no Brasil por meio da Estatização (temos que reconhecer que muitos empresários não conseguiram cumprir seus compromissos e o BNDES encampou muitíssimas empresas)

    Não conheço a Filosofia ou Astrologia de Olavo de Carvalho … porém, o receio dele deve ser esse!!!

    É importante reconhecer que Bolsonaro foi eleito por ideias de Direita … e digo como emedebista que sou!!!

  2. Qualquer cidadão brasileiro que consiga evoluir minimamente, pular da condição infanto-juvenil que se encontra a maioria esmagadora da população que tem diploma universitário, jornalistas, igreja, militares, etc, que são presas fáceis de demagogias ideológicas ou religiosas políticas, percebe o jogo político neste país e pode falar com segurança sobre ele. Assim, procedendo, torna-se inimigo figadal dessa gente como a descrita acima.
    Roberto campos, Nelson Rodrigues, Olavo, Lobão, Ipojuca pontes e mais uma ou duas dezenas de outros iguais …..

    Como diz Osires Silva, criador da EMBRAER: no Brasil nossos heróis ou quem enxerga alguma coisa da nossa realidade são mal vistos.

  3. Quem será o próximo alvo de CARLOS VI, O LOUCO, Imperador Francês? Neste caso, CARLOS SEXTO, ou aliás, CESTO de LIXO.
    Pelo ajuste da pontaria desse recalcado, é possível conjecturar que as bolas da vez serão a Primeira Dama; e quem sabe, ele não possa dar uma esticadinha até o próprio Jair Bolsonaro. Talvez seja este o foco da objetiva dele.
    Outro entrevero que não demora estourar, nesse saco de intrigas, parece iminente entre oficiais das FFAA versus policiais nomeados, nos diversos setores do Executivo.

  4. Mirian Leitão:

    O último surto dos filhos do presidente mostra, uma vez mais, a situação bizarra em que o Brasil se encontra. Um vereador do Rio fica dando ordens de bom comportamento ao vice-presidente da República. A família do governante se comporta como se o país tivesse escolhido, nas urnas, o clã inteiro para governar. O presidente não consegue ter a mínima autoridade em sua própria casa e aparece como um joguete na mão dos filhos.

    F. Brito:

    Como no mundo das máfias, das milícias, das sociedades secretas, das organizações criminosas em geral, o preço da ambição é a morte.

    Quando estes grupos se instalam na política, a morte política, naturalmente.

    Onde, modernamente, as Glock e as Beretta são o twitter, o facebook e o instagram.

    Vera Rosa, no Estadão de hoje, trata das confissões de Jair Bolsonaro, em clima de vanglória, de como ele despacha o filho, Carlos, como “matador” dos que considera traidores.

    Primeiro Gustavo Bebianno, marcado para morrer desde que “detonava todos os candidatos a vice [presidente] e agia como um “traidor” para ocupar o posto”, segundo a narrativa de senadores e de um deputado que viajaram com Bolsonaro para um encontro de pastores.

    No “voo da queimação”, como ficou conhecida aquela viagem entre os passageiros, Bolsonaro lembrou que havia convidado o general em cima da hora para ser seu vice, no ano passado, porque tinha certeza de que o então presidente do PSL, Gustavo Bebianno, queria a vaga. A convicção vinha do fato de que todo político chamado na campanha para fazer dobradinha com ele era “fuzilado” no outro dia pelos jornais.

    Marcado na paleta, como se diz no Sul, Bebiano resistiu apenas o tempo necessário para que Carluxo o detonasse no um projétil .twitter, chamando-o de “mentiroso”.

    No mesmo vôo, Bolsonaro antecipava o que o filho faria esta semana, para atacar Mourão:

    Descontraído, acima das nuvens, Bolsonaro apresentou ali vários problemas com o vice que, nove dias depois, apareceram nas redes sociais do vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ). Ele não gostou, por exemplo, de Mourão ter aceitado fazer palestra no Wilson Center, nos EUA, no dia 9, após receber um convite dizendo que os primeiros cem dias do governo foram marcados por uma “paralisia política”.

    No texto, a jornalista diz que “Generais próximos de Bolsonaro tentam pôr panos quentes na crise, mas, a portas fechadas, admitem que Carlos está “incontrolável”.

    Não, ao contrário.

    Mostram que Carlos é absolutamente controlado. Mata quem o pai manda matar politicamente, pela longa manus das redes sociais.

    Enquanto isso, a confiança do consumidor vai afundando…o desemprego vai massacrando o povo…

    • É verdade, pois o Olavo, ao contrário de mim que sou cético de carteirinha, bota fé em pessoas que o agradam à primeira vista. Passado um tempo ele se desilude com elas e aí, com razão, ele as ataca ferozmente.
      O tempo é o melhor juiz, para se formar um retrato mais próximo da realidade cultural e emocional das pessoas . Com isso, seguramente, principalmente neste país, descobrimos que não podemos confiar em ninguém.

  5. Estão Enganados: Olavo de Carvalho não quer afastar os militares de Bolsonaro e nem Bolsonaro quer se afastar dos militares. Primeiro que sem os militares Bolsonaro já teria caido tantas são as “bobajadas de todos os matizes que Bolsonaro faz”. Olavo é um “guru funcionário” de Bolsonaro, que mandado usa seu confuso intelecto para desmoralizar os militares perante a população. Bolsonaro quer aparecer como superior intelectualmente sobre os outros militares. Quando na realidade ele intelectualmente é inferior a todos. O perigo é que os militares que o acompanham mantem-se silentes pensando no “belo soldo” que recebem. Mas não estão intimamente satisfeitos. E uma parte substancial dos militares da ativa (principalmente oficiais respeitam a Constituição, mas não estão satisfeitos com esse pate -boca de beira de cais).

  6. O problema de Olavo é só um: o otimismo. Ele confia em Bolsonaro e não deixa de estar errado nisso, pois Bolsonaro representou a voz do povo como parlamentar e candidato. Foi eleito.
    Na minha opinião o problema de Bolsonaro se reside em sua falta de estrutura cultural e nisso ele se ilude com seus colegas de farda. Não conhece a nossa natureza. A natureza humana.
    Como cético, não confio nem em mim. Portanto, embora achando difícil Bolsonaro resistir às demagogias da esquerda e seus ataques como o assassinato de reputação, ainda uma mínima esperança de que o país melhore em alguma coisa com este governo, caso Paulo Guedes e Moro consigam algum sucesso no que propõem.

  7. Os militares não são um bloco monolítico. Até na ditadura o Frota ia dar o golpe no Geisel e a turma do Médici escanteou os fiéis a Castelo Branco.
    Portanto há mais coisas no ar do que essa reduzida análise.
    Heleno, Mourão e Villas-Boas jogam no mesmo time?

  8. “A grande questão mundial hj não é como derrotar a esquerda, a direita e o centro, mas, isto sim, como fazer essa gente trabalhar sério em prol do sucesso pleno do bem comum do conjunto da sociedade, e não apenas a favor dos próprios interesses pessoais. E isso, a nosso ver, só será possível via Democracia de verdade, Direta, com Meritocracia Eleitoral, como propõe a RPL-PNBC-DD-ME, o projeto novo e alternativo de política e de nação, a nova ordem mundial, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso, e, sobretudo, porque, em sã consciência, ninguém aguenta mais o continuísmo da mesmice do golpismo ditatorial, do partidarismo eleitoral e dos seus tentáculos, velhaco$, no Brasil e no mundo. https://www.youtube.com/watch?v=owvzX2D5HGI&feature=youtu.be&fbclid=IwAR0bYpp56K8DDMYewEa5-1Q6dq8WGxJlCVWeJiC2v26LyQGnKAQG_IXkywE

  9. “Direto da página do O.C. Nanna Ribeiro: “Olavo é o maior pensador brasileiro da atualidade: pensa que é doutor, pensa que é jornalista, pensa que é intelectual, pensa que é inteligente! ” Mais pensador do que ele só os Bolsonaro, quem pensam que foram eleitos donos da fazenda Brasil .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *