Odebrecht conseguiu unir a maior Frente Ampla da política brasileira

Resultado de imagem para jose serra

Lula tem legitimidade para se candidatar, diz Serra

José Carlos Werneck

Um episódio marcante ocorrido durante um jantar oferecido pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), é prova inequívoca de que a delação da Odebrecht selou, pelo medo, a união entre o PT, PSDB e PMDB. Nesta reunião, o senador José Serra defendeu veementemente a candidatura de Lula à presidência da República nas eleições de 2018.

No decorrer do jantar que o presidente do Senado ofereceu a parlamentares de vários partidos, senadores do PT e do PSDB, defendiam com unhas e dentes a aprovação do projeto da Lei do Abuso de Autoridade, que tramita no Senado com parecer de Roberto Requião (PMDB-PR).

Depois dos muitos elogios dos convidados à proposição, o senador acreano Jorge Viana, do PT, mostrou-se preocupado com a situação de Lula, por quem tem especial apreço, salientando que a idéia,

 

embora muito de seu agrado, não modifica a situação do ex-presidente, ameaçado de prisão.

Aí, foi a vez de Serra encher de esperanças os admiradores fanáticos do ex-presidente, ao afirmar enfaticamente: “Não. Lula tem que ser candidato em 2018. Tem legitimidade”.

Como se vê, parece que o medo de ser apanhado pelas delações da Odebrecht é pluripartidário.

9 thoughts on “Odebrecht conseguiu unir a maior Frente Ampla da política brasileira

  1. Citar informações da Veja quando se trata de Lula que atua como panfleto político contra as esquerdas e contra Lula em particular é muita ingenuidade.

  2. Caro Werneck,

    O teu artigo comprova de forma indiscutível que o parlamento e a política estão falidos ética e moralmente!

    A frente, que tu tão bem definiste, trata-se da quadrilha instalada nos poderes para roubar e explorar o povo, a ponto de este movimento de ladrões, capitaneado pelo crápula Lula, querê-lo de volta ao Planalto, tanto para continuar na trilha do crime quanto para manter-se impune pelos males praticados!

    Tenho reiteradamente escrito que os inimigos do povo são o Congresso e o Planalto, imorais, antiéticos, corruptos e desonestos.

    Pois esta “união” entre ladrões de várias quadrilhas, travestidas em partidos políticos, precisa ser neutralizada, aniquilada!

    Esses ladrões precisam estar na cadeia o quanto antes!

    A lamentar que o STF protege esta gentalha ou postergando suas decisões ou impedindo que a Lava-Jato seja mais célere em processá-la e condená-la, punindo o povo em permitir que esses criminosos continuem no poder e percebendo milhões de reais por ano, repito, por ano, além de roubarem e explorarem o povo permanentemente.

    Serra é um canalha, um frouxo, sem personalidade, sem caráter, da mesma forma que seus cúmplices, que formam este movimento maléfico, abjeto e deletério, traidor, ladrão e criminoso!

  3. Agora é tarde. Inês é morta. O $istema político podre já é um defunto pedindo pelo amor de Deus que seja enterrado o mais rápido possível, em que pese a tara dos seus urubu$ em devorá-los até os ossos, ao que parece. Alguém constatou que a natureza pertence às futuras gerações das quais a tomamos emprestada com a obrigação de devolvê-la em condições iguais ou melhores do que a que herdamos. Estendendo-se tal assertiva para o plano político, constata-se que os pós-militares, de Sarney a Temer, não levaram a sério a natureza das coisas e dos sistemas, foram ao pote com muita sede, e acabaram secando até a fonte onde se saciaram por décadas a fio, ou seja, exauriram o $istema político podre, que, agora, transformado em cadáver fétido, urge ser retirado da sala, levado pelos seus próprios operadores até o cemitério e sepultado, antes que todos sejam sepultados juntos, ao que parece.

  4. Okay, mas tem que ser de forma constitucional.
    Sabedores de que através do voto, nunca conseguiremos esta limpeza tão esperada, de forma rápida, é hora de pedirmos que os brasileiros que tem como parte de suas responsabilidades acabar com esta situação, cumpram com seu dever.
    Não temos que ter medo do passado; mas não podemos esquecer que fomos traídos; estava previsto eleições para presidente em 1965 e isto foi posto de lado, com um golpe dentro do golpe.
    Penso que hoje é diferente; hoje temos as redes sociais, para reagirmos de forma potente.
    Vamos pelo caminho constitucional que chegaremos ràpidamente lá.

    Abraço.

  5. E por que será que Serra agora quer Lula candidato a presidente ? Serra não tem nada de bobo. Aliás, os tucanos envolvidos no mar de corrupção delatado pela Odebrecht são tão espertos, tão cínicos, tão hipócritas, tão dissimulado e tão canalhas que até parecem os próprios psicopatas loucos por poder, dinheiro, vantagens e privilégios, sem limite$. Sem Lula na disputa, elle$ ficam sem contraponto, no ar, sem escada e com a broxa na mão, no mato e sem cachorro, à moda Geni, única e exclusiva.

  6. Pingback: Odebrecht conseguiu unir a maior Frente Ampla da política brasileira – Debates Culturais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *