Onyx diz que querem destruir Bolsonaro porque ele “peita os europeus”

“A farra das ONG’s acabou na Amazônia”, disse o ministro

Deu no G1 RS

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse nesta sexta-feira, dia 23, que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) está sendo atacado porque “peita” europeus, e disse ainda que vê uma retaliação de Organizações Não-Governamentais (ONGs). Ele esteve em Porto Alegre para um almoço com representantes da construção civil. “O Brasil é um grande produtor de commodities agrícolas e minerais. Amazônia é uma região muito rica na biodiversidade, que há vários e vários anos vem sendo explorada por indústrias e universidades e interesses dos mais diversos estrangeiros. Com o advento do governo Bolsonaro, a farra das ONG’s acabou na Amazônia”, afirmou o ministro em entrevista à Rádio Gaúcha, após o evento.

ENFRENTAMENTO – “Apareceu um presidente que peita os europeus, que defende a soberania brasileira e que protege a Amazônia, bom, tem que destruir esse cara”, acrescentou. Onyx disse ainda que o governo enfrentou “ONGs internacionais sustentadas por governos europeus, que têm largos interesses na Amazônia”. E que “o Brasil está sendo alvo de uma medida especulativa” e que o “nível de incêndios florestais são similares aos da última década”.

Conforme o ministro, os “governos de esquerda brasileiros abaixavam a cabeça para os europeus”. “Porque eles tinham um conluio, onde eles eram financiados, recebiam dinheiro aqui dentro do Brasil, financiaram ONG’s que saquearam a Amazônia. Ainda nesta nesta sexta-feira, o presidente Jair Bolsonaro assinou nesta um decreto para autorizar o uso das Forças Armadas no combate a queimadas na Amazônia. O decreto prevê o uso das tropas até 24 de setembro. O decreto foi publicado em edição extra do “Diário Oficial da União” e assinado após o presidente ter se reunido em Brasília com alguns ministros para discutir o assunto.

REPERCUSSÃO –  As queimadas na Amazônia, após repercussão mundial, passaram a causar preocupação em membros da cúpula do G7, grupo com as 7 principais economias do mundo. Angela Merkel da Alemanha, Boris Johnson, do Reino Unido, Emmanuel Macron, da França, e Justin Trudeau, do Canadá, querem que o tema seja discutido no encontro neste fim de semana. O presidente da França, Emmanuel Macron, informou que deverá discutir o tema em reunião do G7.

Já a chanceler alemã Angela Merkel classificou a situação como “preocupante”. Justin Trudeau, primeiro-ministro do Canadá, também se manifestou sobre o assunto e informou que é preciso agir pela proteção da Amazônia. Bolsonaro criticou pelas redes sociais a fala de Macron. Ele disse lamentar que o presidente da França “busque instrumentalizar uma questão interna do Brasil” para “ganhos políticos pessoais” e criticou o “tom sensacionalista” sobre a Amazônia.

MERCOSUL –  O escritório do presidente francês, Emmanuel Macron, acusou Bolsonaro de ter mentido durante o encontro do G20 em Osaka, no Japão, em junho ao minimizar as preocupações com o a mudança climática. Dado esse contexto, aponta o escritório, a França se opõe ao acordo comercial entre a União Europeia e o Mercosul. O primeiro-ministro da Irlanda, o primeiro-ministro Leo Varadkar, ameaçou votar contra o texto se o Brasil não respeitar seus “compromissos ambientais”, em meio a críticas ao presidente Jair Bolsonaro pelos incêndios que assolam a Amazônia.

25 thoughts on “Onyx diz que querem destruir Bolsonaro porque ele “peita os europeus”

  1. Depois dessa palhaçada toda, uma única consequência final: O tal de Macron passou a ser o cara mais ridicularizado do planeta! Primeiro lugar disparado. Até Anta Merkel já torceu o nariz pra ele. A França não o suporta, com uma rejeição que beira os 80%. Qual será a próxima palhaçada desesperada do francês para tentar, sem sucesso, sua reeleição?

  2. Exatamente como o “sonho americano”, o “sonho europeu ” faz com que muitos que fracassaram por aqui, vão correndo para o velho continente em busca de melhores condições de vida, com destino entregue a Deus. Lá esses pobres brasileiros muitas vezes estão irregulares e, sob essa condição, com medo da deportação, jamais abrem a boca para falar “um isso” mal do país onde, a muito custo, com empregos de terceira linha, recebe um salário para sua subsistência, tal qual nos EUA. Por isso precisam, infelizmente, ser “capachinhos” de seus patrões. Pelo menos lá tem emprego! De qualquer forma torcemos muito por eles.

    • Agora cairia bem “The Trees”..
      “There is unrest in the forest
      There is trouble with the trees
      For the maples want more sunlight
      And the oaks ignore their pleas
      The trouble with the maples
      And they’re quite convinced they’re right
      They say the oaks are just too lofty
      And they grab up all the light
      But the oaks can’t help their feelings
      If they like the way they’re made
      And they wonder why the maples
      Can’t be happy in their shade?”

  3. Algumas considerações sobre esse repentino INTERESSE na Amazônia brasileira.
    Alguém conhece a empresa TÜV SÜD?
    Não??!!
    Essa é a empresa ALEMÃ que fez a auditoria na barragem de Brumadinho e alegou sua segurança.
    Alguém conhece a empresa Hydro Cred?
    Não, também??
    Essa é a mineradora NORUEGUESA que tinha um “duto clandestino”, que lançava rejeitos nas nascentes amazônicas.
    Alguém conhece a empresa Norwegian Norsk Hydro?
    Não??!!
    Essa é uma empresa NORUEGUESA, considerada a maior refinaria de alumina (matéria-prima para produção de alumínio) do mundo, que também tinha um duto clandestino e contaminou as águas do Rio Pará, na cidade de Barcarena.
    Como podem perceber, a Alemanha e Noruega não fazem nada de graça e estão se “lixando” para nós e para o nosso meio ambiente.
    Eles não dariam bilhões de dólares, só para preservarmos o verde amazônico.
    Só acreditam nessa história, aqueles “inocentes úteis”, cuja fonte de informação é o Jornal Nacional e a Globo News.
    O Tico e Teco estão aposentados há anos….
    Athaobyr Sacchi Junior

    • Senhor João Amaury, longe de querer ensinar qualquer coisa a quem quer que seja. Humildemente sempre me recordo do paradoxo socrático de que sei que nada sei. Pronto, já me ajoelhei. Agora, por favor, me ouça.
      O senhor certamente já ouviu falar do grande e antigo banco Wells Fargo que foi acusado recentemente de ter criado fraudulentamente milhões de contas (savings & checking accounts) para clientes sem que eles soubessem. O CEO e outros diretores se beneficiavam com as fraudes. Foram punidos pelo governo americano;
      O senhor certamente ouviu falar da Enron, que esteve inclusive no Brasil – uma das mais ricas companhias americanas. Ela fraudava transações para manter o preço alto de suas ações na bolsa. Foi processada e faliu (o CEO morreu do coração nesse imbróglio).
      Qual é o meu ponto de vista? As companhias nos países capitalistas são entes privados! O país não tem nada a ver com as suas safadezas. Entretanto, os Estados Unidos punem suas companhias e cidadãos por crimes mesmo que sejam cometidos no exterior.
      Precisamos ser cidadãos conscientes, exercer vigilância (como fazem os americanos) e deixarmos de lado o coitadismo tão comum entre nós.
      Nós somos gente e portanto temos desejos e vontades. Se desejamos progredir temos que lutar para isso e deixar de chorar pelos cantos e culpar os outros países pela nossa penúria.
      Regards. Jaburu.

  4. Com certeza, Bolsonaro não mandou fazer queimadas no amazonas, mas disse coisas contra o meio ambiente, o que pode ter influenciada as queimadas.
    Alguns países europeus estão explorando essa situação, “as queimadas” que sempre existiram, em defesa do seu comércio, onde o Brasil é forte concorrentes no comércio de proteína animal.
    Bolsonaro pode aproveitar esse imbróglio e expulsar todas as ONGs estrangeiras do Brasil, que são verdadeiras espiãs, não estão aqui a defender o interesse do Brasil.

    • Está enganado!!!
      Os países europeus são concorrentes do Brasil no comércio de proteína animal?
      Cite um. Não tem.
      Em produção de carne na totalidade dos tipos são concorrentes com o Brasil a Índia, os EUA, a China (que no entanto consome a maior parte), a Argentina.
      Você tem que considerar a Europa toda unida para que, somadas, a produção chegue perto.
      – Se eles importam carnes é porque está faltando lá (a produção local é insuficiente). Logo, vão atrás de mercado produtor (como o nosso).
      Mas como nosso governo se desentende com árabes e europeus, daqui a pouco terá que consumir toda carne que produz senão arrumar mercado ou os preços caem para miséria dos produtores.

      • Então, porque estão fazendo campanha para que os países europeus não comprem mais carne do Brasil.
        Concordo plenamente que em matéria do comércio externo esse governo é uma lástima.

  5. Comentario real e verdadeiro, parabens João Amaury Belem, a anos esses europeus vem se dando bem no Brasil e agora foram desmascarados pela prepotencia ambiciosa, eles acham que somos o mesmo idiotas que nos ultimos 30 anos foram enganados por terem politicos que foram coniventes com essas multinacionais que so prejudicaram o Brasil por lucros e a inercia do governo brasileiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *