Operadoras de telefonia transformaram os brasileiros em reféns

Resultado de imagem para operadoras de telefonia charges

Charge do Nani (nanihumor.com)

Francisco Vieira

Aqui na Tribuna da Internet já foi denunciado pelo Dr. Jorge Béja o abuso dos telefonemas da operadora Oi para as casas dos assinantes, a pretexto de oferecer supostas vantagens. Infelizmente, não é a única irregularidade. Somos reféns das operadoras, que têm feito celebrado contratos (ou simulado contratos) apenas com menção do nome e do número de CPF, sem exigir carteira de identidade nem conferir assinatura.

Desde o início de dezembro do ano passado eu comecei a receber ligações de cobrança da operadora Claro me informando que eu estaria devendo uma conta de R$ 2.180,63 (nos valores da época) no número 62-99218-6414. Como prova de “boa vontade”, até aceitavam que parcelasse o passivo em mais de duas vezes. E todo o santo dia eu tinha que repetir para a atendente que nunca possuíra linha telefônica da Claro!

LIGAR PARA 1502 – Sempre que eu procurava saber mais detalhes do que se tratava, já que não uso essa operadora, as atendentes diziam não estarem a par da situação (pois não tinham acesso aos dados cadastrais) e pediam que eu ligasse para o número 1052.

Bem, quando ligava para o número 1052, a atendente desse número dava de ombros e mandava que ligasse para o 0800 7236626. Mas quando eu ligava para o  0800 7236626, me indicavam o número 106-21. Ao ligar no 106-21, diziam que o meu problema deveria ser resolvido no número 1052… E tudo se iniciava e findava em uma enorme perda de tempo e de paciência.

Tentando resolver o problema, fui a uma loja da empresa Claro e soube que o referido número fora adquirido na cidade goiana de Uruana, onde nunca estive, nem sei onde fica, cujo endereço estava no cadastro da fatura da conta.

SEM CONTRATO – O funcionário da loja, ao fazer a pesquisa “no sistema”, confirmou que, embora a conta estivesse com o meu nome e o meu CPF, realmente não havia contrato feito ou assinado, o que, segundo ele, caracterizava uma fraude. Mas não tomou providência alguma, pois não era de sua competência.

Mesmo sabendo tratar-se de uma fraude e após eu ter comparecido à loja, as ligações de cobrança continuaram a acontecer pelo menos uma vez por dia na parte da manhã, de segunda a sábado, e outras vezes pela manhã e à tarde durante os meses de janeiro e fevereiro.

Em março eles diminuíram as ligações e neste mês ainda não recebi nenhuma, provavelmente por já terem incluído o meu nome no Serasa, SPC etc…

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
O mesmo fato está acontecendo comigo. Só descobri que era devedor da Claro, sem jamais ter sido cliente da operadora, quando fui fazer uma compra a prazo e o vendedor, ao preencher o pedido e conferir os dados, constatou que meu nome estava “negativado”. Consegui efetuar a compra, porque era através de cartão de crédito, e fui apurar o que estava acontecendo. No Serasa, informaram que se trata de débito por uso de TV por assinatura da Claro. Desde então, entrei na mesma “via crucis” do Francisco Vieira, com uma pequena diferença. No caso de TV por assinatura, a loja da Claro nem dá informações, é preciso acessar o site da Claro. Tentei fazê-lo e não consegui, porque o falso “cliente” já tinha se cadastrado lá, usando meu nome e CPF.  Estou entrando na Justiça, já selecionei farta documentação das cobranças que a Serasa passou a me fazer. Enquanto o processo não rola, fico tranquilo, porque ninguém mais poderá me aplicar esse golpe, enquanto meu nome e meu CPF estiverem “negativados”. (C.N.)

15 thoughts on “Operadoras de telefonia transformaram os brasileiros em reféns

  1. Com as privatizações falaram que este país seria uma maravilha. Hoje vemos que pura enganação. As agências controladoras são uma piada. O Kibe (Kasab) ainda quer perdoar a dívida da OI e transferir um patrimônio de R$ 80 bilhões para as operadoras.Como diziam os Cassetas, “Fala Sério”.

  2. Nao somente da telefonia como tambem bancario , lojas de varejo etc… , tudo sob tutelas das agencias desreguladoras e do lixo do judiciario deste pais , alias como exemplo de ineficiencia e procrastinacao serve o TJMG , vergonhoso .

  3. -Os senhores ainda se lembram quando o governo obrigou TODOS OS OTÁRIOS deste país, que tinham telefones pré-pagos, a fazerem um RECADASTRAMENTO para que acabasse com o uso de celular nos presídios???

    -Os senhores ainda se lembram quando a operadora VIVO fez uma promoção em que cobraria apenas por ligação efetuada, e não por tempo de ligação, e quando você ligava, a ligação caia poucos minutos depois para que você fizesse uma nova ligação e fosse obrigado a pagar MAIS UMA VEZ pela mesma conversa???

    Agora o governo federal vai publicar uma medida provisória que permitirá que as empresas de telecomunicações em situação de “fragilidade econômica” (obviamente causada pelo enriquecimento ilícito e pela incompetência dos seus administradores) parcelem ou troquem multas por investimentos, como se fazer investimento NA PRÓPRIA INFRAESTRUTURA não fosse obrigação e objetivo de qualquer administrador minimamente capaz!!!
    As mesmas empresas que te roubaram por anos a fio terão as dívidas com o ESTADO perdoadas e direcionadas ao enriquecimento do próprio patrimônio empresarial. DINHEIRO PÚBLICO SE TRANSFORMANDO EM PATRIMÔNIO PRIVADO.

    Quer dizer: Se o governo concedesse aos cidadãos a mesma facilidade que concede aos bandidos, se você estivesse em situação de “fragilidade econômica”, e, por exemplo, devendo o IPTU ou o financiamento da casa ou do apartamento, não precisaria pagar a prestação: Bastaria apenas usar gastar o equivalente ao valor da dívida para fazer “investimento” no teu imóvel… Como uma reforma, uma pintura, troca de piso, por exemplo. E a dívida seria abatida…

    Mas moramos no planeta Pandora, do filme Avatar, e as leis mais básicas da lógica não funcionam por aqui.

    • -Fico pensando se o Estado oferecesse aos cidadãos as mesmas facilidades que oferecem aos bandidos…
      -Fico pensando se as multas que devemos ao DETRAN pudessem ser convertidas em gastos realizados no veículo, como pneus novos, bancos de couro, desempeno de rodas, regulagem eletrônica…

      Hoje mesmo, naquele Estado onde o atual governador foi eleito com o apoio dos crime organizado e dos traficantes, tem bandido preso reclamando pelo direito de fazer sexo no presídio (com a devida segurança e conforto) e protestando por um café da manhã, almoço e jantar com mais qualidade e variedade. O uso do celular não entrou na pauta reivindicatória porque já era “direito adquirido”…

      Talvez, quem sabe, estejam, apenas, exigindo o cumprimento da PROMESSA feita durante as eleições…

      • Francisco, o grande problema se chama Brasil e seus governantes. Porque as privatizações deveriam ter trazido um salto tecnológico o qual existiu e as agências reguladoras deveriam fazer o controle. Só que, as agências reguladoras que já não eram boas no período do PSDB se tornaram apenas arrecadadoras no período petista e deu no que deu. As agências reguladoras que foram formadas para serem principalmente técnicas, se transformaram em covis políticos abrigando o que há de pior no Brasil. Apenas pessoas sem nenhum carácter fazem parte das referidas agências.

        • Sr. Vieira, lembramos sim, e ainda mais como foi “dada” as Telecomunicações pela Máfia Tucanostra.
          O famoso Gângster El FHChapo mandava todos os dias seu Trator Tucaladrão (roubava desde os tempos da Colbra e Eleropaulo)., enfiar aquela cara furiosa nos Jornais deste Páis para dizer que tudo o que iam fazer seria para o bem do povo, todo o povo teria mais de 50 linhas de telefones.
          Ao invés de comer arroz feijão o povo comeria telefones.
          Seria o maior programa de tecnologia do Mundo e Interplanetário.
          O Tucaladrão dizia que seria uma competição jamais vista , nem a Matrix faria igual, porque, “nós somos os mais preparados”, “nós sabemos fazer”, nós temos ideias”. “nosso projeto de governo é para mais de 20 anos”, ‘blá blá, blá, blá”….
          E o grande problemaão deixado pelos Tucaladrões atormentam a vida do povo brasileiro todos os dias.
          Sr. Vieira, tente fazer um cancelamento da TV a Cabo Net para o Sr. ver o “calvário” que é……

          abraços do Tucanistão, o melhor “mundo” para se viver..

        • Paulo 2, permita, assino, essas agências são covis dos politiqueiros, elas necessitam uma Lava-Jato, só servem para bom emprego e aumentar tarifas, pergunto: que fizerem até hoje em beneficio do Brasil trabalhador. onde andam os Politicos, o que temos é politiqueiros, enriquecendo a custa do suor, sangue e lágrimas, do Cidadão de Bem.
          Acabar com essa agências, é uma necessidade. Desperta Brasil, acabe com esse pesadelo.

  4. Só tenho pré-pago, posso ter internet e tudo o mais que um smartphone pode ter.

    Eles ligam 6, 7 vezes por dia pra eu fazer uma conta, ligam de todos os DDDs eu simplesmente desligo.

  5. Quando foi que as privatizações enganaram alguém?

    A realidade é que não estamos nem aí para o que está acontecendo.

    Porque não colocaram ações na bolsa e quem quisesse adquirir a empresa, não comprasse a maioria das ações?
    Porque essas estrangeiras, não entraram no pais competindo com as estatais, e sendo tão melhores, não dominassem totalmente o mercado?
    Porque aceitaram papeis podres para pagar as estatais doadas?
    Porque não proibiram dos fundos de pensão dos funcionários entrassem sozinhos nos leilões?
    Porque tinha três mil PM’s na doação da Vale, contra menos de quinhentos opositores?
    Porque?; Porque?; Porque?….

  6. Caro Newton e demais esbulhados, tentaram a Anatel, que só sabe aumentar tarifa e pagar ótimos salários a sua diretoria. a pergunta é,, para que servem essas agências, ao Tentar a Anatel, pelo menos o consolo de aporrinhar, a bem da verdade, a Cidadania está no mato sem cachorro.

  7. Certa feita, C.N., por esses mesmos motivos, cobrança indevida, inexistência real de débito, entrei com uma ação no Pequenas Causas contra a Vivo/Telefônica/Telesp S.A., a causa caiu nas mãos de um Juiz raçudo, corajoso, independente, e a Vivo acabou levando uma paulada de mais de R$ 30 mil, multa, danos morais, etc. e tal.

  8. Amigos Tribunários
    Nunca tive grandes problemas com meus telefones (dois fixos e quatro celulares).
    Conta maior? Sempre resolvi por telefone, mesmo que. em algumas oportunidades, tivesse de ameaçar com ação nas pequenas causas.
    Sugiro a busca de reparações, devidamente documentadas, nos juizados de pequenas causas.
    Resolve-se, rapidamente.

  9. Resolvi fazer reclamações sistemáticas para a ANATEL pois, como cidadão, tenho a obrigação de ter fé no Estado Brasileiro (fé mesmo!) e em sua capacidade de fiscalização e poder de pressão sobre os que descumprem as suas leis. Foi isto que resolvi fazer este ano. Tenho gasto muito tempo, pois o prédio da ANATEL fica distante de minha casa e não quero “resolver” nada por telefone, pois tenho medo de falar com o eduardo (em minúsculo, pois ele não é gente!). Neste momento estou num hotel e meu telefone fixo está sem sinal (fazem muitos dias assim). Este ano, praticamente tenho ficado sem telefone. Antes, por vários anos, não tive problemas com a OI. Eu pagava a conta e ela fornecia para mim o sinal do fixo e os 1000 megas de internet que é o máximo que os moradores de minha rua podem ter (em linha reta, moro a 2km do Palácio de Karnak, em Teresina-PI). Mas este ano não está mais assim: é como se a OI não quizesse mais que eu seja mais cliente dela, pois os terceirizados dela não resolvem nunca o “problema da rede”, conforme dizem os técnicos que já foram em minha casa e nas ruas por passam os fios, alguns deles a poucos centímetros do chão (não falei metros, disse centímetros mesmo!). Estou pensando em ir ao PROCON perguntar se ainda querem que eu seja cliente. Eu quero, pois a OI é a única opção que eu possuo. Nenhuma outra operadora cobre a Rua Walter Martins, CEP 65631-180, onde moro e sofro.

  10. Em 2014 contratei um plano de televisao da Sky no qual precisei pagar uma taxa de R$119 ,00 antecipado para que a instalação fosse efetuada , instalado o sistema , vi que o referido plano não tinha nada que foi acordado , com isso , pedi o cancelamento do mesmo e precisei entrar no juizado de pequenas causas para rever a taxa que havia sido paga e por outros danos causados na instalação , passados três anos , o TJMG comarca de Juiz de Fora , julgou meu pedido improcedente dando ganho de causa a empresa que me enganou , fui lesado duas vezes .

Deixe um comentário para Jose Pereira Filho Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *