Oposição devia cancelar seus atos e impedir a ‘guerra’ que Bolsonaro tenta insuflar

Charge do Céllus (Arquivo Google)

Carlos Newton

A crise é gravíssima. O presidente Jair Bolsonaro, seus filhos e o “Gabinete do Ódio”, que funciona desde janeiro de 2019 no terceiro andar do Planalto, estão fazendo o possível e o impossível para provocar um choque entre as duas facções em que hoje se divide o país – a que tenta preservar o regime democrático e a que pretende instaurar uma nova ditadura militar.

Nesse quadro, é preciso entender que a internet mudou o mundo, a mídia tradicional (rádio, imprensa e TV) perdeu muito de sua importância, enquanto as redes sociais – impregnadas de revanchismos e fake news – se tornaram as principais fontes formadoras de opinião. Essa é nossa atroz realidade. Se a mídia tivesse a mesma relevância de outrora, Bolsonaro já teria sido derrubado há muito tempo.

MUNDO EM CRISE – Há exemplos de retrocessos políticos e crises semelhantes pelo mundo, comprovando o poder das fakes news e da distorção das verdades.

Aqui no Brasil, o clã Bolsonaro descobriu a pólvora, digamos assim, e soube armar uma campanha política espetacular, com base nas novas regras da robotização massiva das informações, colocando no chinelo as fake news do petismo, que nunca foi de esquerda e chegou ao poder usurpando as raízes trabalhistas de Alberto Pasqualini, Getúlio Vargas e Leonel Brizola, os três gaúchos mais importantes de nossa História.  

Sem chances de reeleição, perdendo para Lula ou qualquer representante da terceira via, só resta ao clã Bolsonaro semear uma radicalização que provoque confronto e tumultue a ordem pública, para que o presidente possa convocar as Forças Armadas e levá-las a uma nova aventura ditatorial.

SAÍDA CONSTITUCIONAL – Já sugerimos aqui na Tribuna da Internet que se busque uma saída constitucional. Assim, antes do Sete de Setembro, os presidentes do Supremo e do Senado deveriam usar o artigo 142 e mobilizar as Forças Armadas para impedir que ocorram essas manifestações radicais e despropositadas. Simplesmente, cancelar os protestos.

Como diziam Raul Seixas e Paulo Coelho, a serpente está na terra e o programa está no ar. Portanto, convém usar o mesmo veneno da serpente como antídoto. Quem convocaria os militares seriam o Judiciário e Legislativo, que estariam salvaguardando a democracia neste país.

Não há outra saída. Se o ministro Luiz Fux e o senador Rodrigo Pacheco se acovardarem, o presidente Bolsonaro vai incendiar este país. E como dizia o almirante Francisco Barroso, o Brasil espera que cada um cumpra o seu dever.

###
P.S. –
Com a interdição do presidente Jair Bolsonaro, que precisa ser submetido a tratamento psiquiátrico, como aconteceu a Delfim Moreira em 1918, o vice-presidente assume, e vida que segue, diria João Saldanha. Conforme já assinalamos aqui, embora o general Mourão também seja do fã-clube do torturador Brilhante Ustra, é infinitamente mais democrata do que o atual presidente e merece nossa confiança. (C.N.)

21 thoughts on “Oposição devia cancelar seus atos e impedir a ‘guerra’ que Bolsonaro tenta insuflar

  1. as bestas, as feras
    as bestas-feras
    nesse tempo boçal

    a cada dia
    sufocam o espírito
    alimentam o animal

    a cada dia
    mais medíocres
    e insanas

    se despem dos traços
    se afastam dos laços
    que as tornam humanas

    … sem carne fresca
    para se alimentar
    as bestas hão de entredevorar.

    batista filho

  2. O Presidente até agora só jogou dentro das quatro linhas da Constituição, como ele tem dito. Portanto, quem está agindo contra o país, são membros dos outros poderes. Se porventura a coisa desingrigolar, o povo brasileiro já sabe de que lado vai ficar. Não tem mais volta, a corda arrebentou e o lado mais fraco vai pagar o preço pelo que fez de ruim ao governo e ao povo.
    Infelizmente a oposição não tem escrúpulos, e até hoje não aceita a derrota, e vive espalhando pelos quatro cantos que vai retomar o poder pela força. Então não há o que se estranhar pelas atitudes do Presidente e aliados, pois o ditado de “quem com ferro fere, com ferro será ferido”, é o termo mais propício para demonstrar a luta por uma nação pujante e democrática.

  3. “E, quando ele vier, convencerá o mundo a respeito do pecado, da justiça e do juízo”. (João 16,8)

    O tempo da Justiça antecede o do Juízo … cuidado, né???

    Só Jesus é Justo e a mentira leva ao Juízo.

  4. Bom dia, Newton! Está delirando nessa! Seria equivalente a fazer uso “preventivo” do artigo 142. Isso não existe na interpretação Constitucional segundo o método de conformidade. A própria Constituição, em seus termos, não admite uso preventivo do instituto. Exercício de futurologia.
    A atividade de segurança pública é função das polícias.
    Usa-se a Polícia Militar.
    Como até poderia ser utilizada a Polícia Civil, em apoio, como expectadora dos movimentos e da ação daquele policiamento preventivo da PM, a fim de que sua presença sirva para desestímulo de excesso policial, assim como antecipe a colheita de elementos de prova de eventuais excessos destes como daqueles movimentos.

  5. Bolsonaro e outros estão querendo reviver a historia com a reedição da Marcha da Família, a fim de justificar um golpe para impor uma ditadura.

    Na cabeça dele e aliados, eles veem que talvez seja o único meio de poder continuar no poder.

    Com todos os problemas que temos, desemprego, pandemia, inflação que puxam a avaliação do seu governo para baixo, criar narrativas para justificar o fracasso e ao mesmo tempo instigar os ceguidores o golpe seria o meio encontrado para alcançar a continuidade desse engodo.

    • Como classificas a Marcha da Família, em 64?
      Se esta, que pretende ir às ruas no dia 7 de setembro, tu a defines do Brasil, a de 64 foi a título de quê?

      Por outro lado, causa-me surpresa que o humorista Batoré, que se consagrou imitando um personagem meio abilolado, seja a gora considerado um guru político!

      Cada uma!!!

      • A Marcha da Família em 64 teve como meta a derrubada de um presidente eleito!

        Esta, quer a derrubada de um ministro nomeado legalmente – sistema culpado pela situação atual.

        Pipocas, o povo quando vai às ruas deseja ir contra a Constituição!
        Manipulado?
        Falta de educação/ensino?
        Ausência total de discernimento?
        Falta de senso crítico?
        Ou todas essas deficiências que temos a serviço de déspotas e de sonhadores à função de ditador?

  6. Humildemente, eu sugeriria ao Editor que postasse um artigo no dia de hoje sobre o suicídio de Vargas, ocorrido exatamente há 67 anos!

    Pelo menos um dia nos debruçaríamos em alguém que pensou no povo e no Brasil, e não somente em si e seus aliados políticos e família.

    Lula e Bolsonaro juntos não dariam a unha do dedão do pé esquerdo de Vargas, logo, pelo menos hoje devemos lembrar o homem que saiu da vida para entrar na História!

  7. Aliás, com relação a se ser homem ou não, aposto meu braço direito que Lula e Bolsonaro JAMAIS teriam a coragem do baixinho e gordo Vargas.

    Ao ser acusado de corrupto não vacilou e se matou, matando igualmente quem desejava liquidá-lo em termos políticos, como Lacerda.
    Atualmente, acusarmos Lula e Bolsonaro de corruptos, eles respondem:
    – Sim, e quem não é??!!

    Imensurável diferença de Vergas para essas duas aberrações que temos!

  8. Prezado Editor, como o senhor mesmo disse, a imprensa perdeu relevância, inclusive os seus comentários distorcidos e esquerdizados. Vocês não tem mais o poder de derrubar o manter quem quer se seja. O mundo mudou e nós temos as nossas vozes ouvidas.

    • Ouvidas por quem, biba? Seu comentário indica que vc é apenas um idiota que vive dentro da tua bolha, então vc é ouvido apenas por imbecis iguais a vc.

  9. O JAIR QUE HÁ EM NÓS

    O Brasil levará décadas para compreender o que aconteceu naquele nebuloso ano de 2018…

    Assim começa o texto que o professor catarinense, Ivann Lago, inspiradamente, escreveu em 28/02/2020 e, que ano e meio depois, se mantem atual, lapidar e definitivo para conseguir entender o que acontece hoje e por que.
    É leitura indispensável para o cidadão responsável que queira, honestamente, comparar sua atual opinião, a favor ou contra, com uma visão realística dos fatos.

    https://ivannlago.blogspot.com/2020/02/o-jair-que-ha-em-nos.html

  10. A esquerda precisa de um Simão Bacamarte pra internar Bolsonaro como doido.
    Internado no mesmo hospício que o Adelio Bispo seria a salvação da lavoura, sem mandante e sem faca a morte do genocida seria a unha de dentada,
    Hehehe.
    Far West
    Apaches Mescaleros querem o escalpo do Faca Comprida.

Deixe um comentário para Lionço Ramos Ferreira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *