Os amestrados não se cansam de falar em “novos recordes” da Bovespa

Vai subindo tão inesperadamente como caiu. Só que na queda arrastou a classe média já martirizada pelos governos. Na alta favoreceu os ricos e especuladores, redundância? Além do mais, esses “especialistas” ganham na jogatina, com sonegação, e nos dividendos, sem imposto de renda. Por que o trabalhador paga imposto de renda e o jogador fica sempre isento? E a classe média, punida sem receber a restituição.

Como tenho registrado aqui, as ações que chegaram no mínimo de 30 mil pontos, reagiram nos 6 últimos meses e já estão em 64 mil . Não demora e baterão nos 74 mil, como estavam quando os aventureiros provocaram a crise.

Nada a ver com a economia que interessa aos bilhões do mundo e à multidão de desempregados.

Hoje, inquietos e assustados com as altas, e sabendo que o “mercado” está rigorosamente sem investidores, jogam com cautela. Esperam investidores, mais fáceis de enganar do que os Fundos, que dividem os lucros.

Até às 13:15, o índice de São Paulo, em alta de 0,22%, em 64 mil 225 pontos. Para mais de 3 horas de jogatina, volume de 1 BILHÃO e 400 milhões.

O dólar na caminhada que vem sendo habitual, um pouquinho para baixo, devagar e sempre. A esta hora caía 0,53% em 1,73.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *